Revista

5 dicas para evitar conflitos entre casais durante o Home Office

Diálogo, respeitar o espaço e readaptação, confira as dicas dos especialistas

Trabalhar em casa, ou home office, vem sendo a realidade de boa parte dos brasileiros, principalmente por conta da pandemia que estamos vivendo, e por isso, é natural que a convivência possa causar algumas briguinhas. É importante criar uma nova rotina, para que ambos se adaptem e mantenham o relacionamento ainda mais saudável.

Veja também: Principais dúvidas sobre casamento x coronavírus

home office

Foto: Shutterstock

Criar uma rotina…mas sem deixar a antiga de lado!

Trabalhar de casa tem suas vantagens, e claro desvantagens, e em tempos de quarentena é preciso se readaptar, mas sem deixar totalmente de lado velhos hábitos, isso é o que sugere a psicóloga Marina Silva Lima, uma das fundadoras do Instituto do Casal.

Claro que algumas adaptações serão necessárias, como ela pontua: “É necessário organizar um canto com privacidade para fazer os telefonemas, utilizar o computador e fazer uso da internet para todos os componentes da casa de uma maneira prática e dinâmica”.

Ainda falando sobre organização dessa nova rotina,  Marina Sell Brik, jornalista, especialista em home office e sócia-consultora do Instituto Trabalho Portátil e do portal GoHome aponta que ambos os lados precisam entender como serão suas demandas. 

“Primeiro, é preciso saber quanto de trabalho cada um vai ter que entregar e mais ou menos uma média de tempo que leva para realizar essas tarefas. A partir disso é possível se dividir entre as tarefas da casa, do trabalho, as crianças, lazer, etc”, comenta Brik. 

Veja também: 5 coisas que você precisa fazer se o seu casamento foi adiado

home office

Foto: Shutterstock

Respeite o espaço do outro

Passar o tempo todo junto pode não ser saudável para o casal, já que segundo a psicóloga a falta de liberdade, de espaço, de privacidade, ou de praticar qualquer atividade, podem gerar angústia, ansiedade e medo, por isso é necessário sempre manter o diálogo e trabalhar as questões emocionais.

“Esse medo de como será o futuro, de quanto tempo irá durar essa quarentena, entre outros. Ou seja, um apoia o outro no entanto, a descarga de tensões, inseguranças, medos e hostilidade também é direcionado de um para o outro”, revela a psicóloga.

Vale lembrar também, que é preciso respeitar o espaço do outro. Ou seja, se antes, com uma rotina em que o casal tinha seus momentos com amigos ou sozinho, isso deve permanecer.

“É preciso respeitar a necessidade de individualidade de cada um e reforçando a cumplicidade , o afeto e os eventos juntos, como assistir um filme ou jogar”, finaliza Marina Silva Lima.

Veja também: Calma, vai ficar tudo bem <3

home office

Foto: Shutterstock

Diálogo acima de tudo

Sempre tente dialogar de uma maneira aberta e transparente, e isso vale em qualquer situação. Fale sobre os sentimentos, emoções, vulnerabilidade e incertezas. Por exemplo, se vocês estavam com o plano de alguma viagem juntos, falem sobre isso, sobre a necessidade de cancelar os eventos que já estavam estabelecidos.

“Fazer novos combinados nesse dia a dia, reformular e dividir tarefas e contas, pois o cenário mudou a curto prazo. Ou seja, é importante dividir as dores e os amores sempre para uma relação de qualidade, intimidade e cumplicidade”, comenta Marina Silva Lima.

Veja também: Sinceridade no casamento | Dicas para melhorar o diálogo e a confiança

home office

Foto: Shutterstock

5 dicas para ajudar os casais durante esse isolamento social

– Tenham uma alimentação saudável;

– Durmam bem;

– Meditem;

– Façam algo que sempre tiveram vontade de fazer mas faltava oportunidade ou tempo livre;

– Planeje o retorno pós isolamento social.

Veja também: Briga de casal | Como evitar discussões no relacionamento

home office

Foto: Shutterstock

E para um relacionamento saudável…

É importante manter o relacionamento saudável em qualquer circunstância, afinal, casamento é uma escolha, você escolheu alguém para passar o resto da vida com você, e esse compromisso requer muita paciência, diálogo e parceria, seja em tempos normais ou vivendo em isolamento social.  Por isso, Marina Silva separou cinco hábitos que podem fazer toda a diferença.

1 – Diálogo;

2 –  Divisão de tarefas domésticas;

3 – Não fique o tempo todo no celular o computador (aproveitem para interagir);

4 – Tenha bom-humor;

5 – Demonstre apoio e cumplicidade de forma frequente.

“Aquela sensação que estamos juntos na alegria e na tristeza e na saúde e na doença  fazem total diferença no suporte afetivo em uma situação de isolamento social”, finaliza Marina. 

Veja mais no nosso perfil no Pinterest

</>

Sobre:

#
Fernanda Cruz

Fernanda Cruz é formada em jornalismo. Apaixonada por cultura pop, moda e em contar boas histórias! Com experiência em produção de conteúdo on-line, tem pós-graduação em gestão de comunicação em mídias digitais. Paulistana, capricorniana com ascendente em virgem e pode não parecer, mas no fundo, sempre se...

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Av. Dr. Chucri Zaidan 1550, 31º - São Paulo - CEP: 04711-130 - CNPJ: 08.762.226/0001-31 © iCasei 2007 - 2020