Revista

Briga de casal | Como evitar discussões no relacionamento

Saiba como manter uma relação saudável, evitar discussões, melhorar a comunicação no relacionamento e prevenir a indesejada briga de casal

Todo relacionamento amoroso tem seus altos e baixos, conflitos e até crises. O importante é não deixar uma briga de casal se prolongar e desgastar a relação.

A falta de diálogo e a ausência de empatia são alguns dos motivos que mais geram discussões entre um par. Porém, por mais feias que possam ser, as DRs são fundamentais para conversar sobre situações indesejadas.

Veja também:  Recém-casados | 5 dicas básicas para se adaptar à vida a dois

briga de casal

Foto: Carly Rae Hobbins

 

Briga de casal: é normal discutir?

Num relacionamento, discutir é algo completamente normal, já que não é possível estar satisfeito o tempo todo. Entretanto, o casal precisa conversar mais sobre as suas discordâncias e insatisfações, para que diminuam as brigas.

“A discussão por si só não é ruim. O problema é quando as pessoas não conseguem se responsabilizar pelas suas partes e apenas projetam no outro o que está errado na relação”, afirma a psicóloga Cláudia Puntel.

Veja também:  Recém-casados | 7 dicas para cultivar um relacionamento saudável

briga de casal

Foto: Mari Lezhava

 

Veja também:  Casamento blindado | 5 dicas para lidar com as manias do outro

Como evitar discussões no namoro ou casamento?

Um conselho para o casal em crise é estimular a comunicação. “Uma discussão pode ser evitada se o diálogo funcionar bem em um relacionamento”, conta Marina Simas, psicóloga e sócia-diretora do Instituto do Casal. Então, conversar sobre o que está incomodando, como as inseguranças, os medos e as divergências de opinião, ajudam a prevenir a tão indesejada briga de casal.

Além disso, quando alguma atitude do parceiro lhe perturba, você deve conversar com ele sobre isso. Porém, antes de falar com seu companheiro, é importante estar de cabeça fria para não tornar o diálogo em uma discussão. Lembre-se: levantar a voz, xingar ou esbravejar não vai ajudar em nada na situação.

Quando você sentar para dialogar sobre o ocorrido, “é importante falar que, por mais que você entenda que o outro possa não ter tido a intenção, a atitude dele lhe machucou”, explica Marina. Essa comunicação é muito importante para que a pessoa saiba o que lhe magoa e não repita o ato.

briga de casal

Foto: Toa Heftiba

 

Veja também: Amor, respeito e confiança | 10 dicas para um casamento feliz

O que fazer quando o casal não se entende?

Quando um casal está discutindo por tudo e não consegue entrar em um consenso, eles precisam se distanciar da situação para ver se ainda vale a pena manter essa relação. “Quando há muitas discussões, é uma boa ideia fazer terapia de casal e avaliar se o relacionamento faz sentido para os dois. Porque, se já existe muita discussão, com o tempo isso tende a piorar”, diz Cláudia.

Muitos casais acreditam que ir ao psicólogo é a última opção para o relacionamento. Entretanto, “a terapia é importante não só em momentos de crise, mas também em momentos de transição. Para um casal que está começando a vida a dois, por exemplo, esse método traz  qualidade de vida e ajuda a conhecer mais o outro”, comenta a especialista.

Veja também: Casais felizes | 8 hábitos diários pra adotar hoje

De acordo com o Instituto do Casal, os parceiros podem ir à terapia quando:

• Quiserem conhecer melhor a relação como um todo;
• Quiserem melhorar a comunicação no relacionamento;
• Não conseguirem respeitar ou entender a individualidade do parceiro;
• Acharem que a vida sexual pode ser melhorada, mas não sabem por onde começar;
• Desejarem superar uma traição ou algum tipo de quebra de confiança no relacionamento.

briga de casal

Foto: Gus Moretta

 

Veja também: Como salvar o casamento da rotina?

O que fazer depois de uma discussão?

Às vezes, você não sabe o que fazer depois de uma discussão com a namorada ou o parceiro. “Dependendo da discussão, é bom dormir e esperar a poeira baixar. A crença de que você precisa resolver a situação naquele momento pode piorar as coisas”, destaca Cláudia. É importante respeitar o seu tempo e também o do outro, quando o assunto é resolver problemas.

Então se você ainda estiver muito bravo no dia seguinte, tirar um tempo para si é essencial. Desse modo, a DR não se transforma em uma mega briga de casal. Lembre-se que mesmo se você permanecer muito irado ou magoado sobre uma atitude do parceiro, “jamais deve haver qualquer tipo de agressão, seja ela moral, verbal, psicológica ou física”, alerta a psicóloga Marilene Kehdi.

Os casais felizes devem praticar a empatia. Se colocar no lugar do outro é fundamental para não machucar mais seu companheiro. “Faz parte do dia a dia do casal entender, relevar, ceder, não impor, respeitar o tempo e o momento do outro”, afirma Marilene. Apenas com muito amor, respeito e confiança é possível manter uma relação saudável e duradoura.

briga de casal

Foto: Andrew Welch

 

Sobre:

#
Beatriz Ceschim

Jornalista em formação pela Universidade Metodista de São Paulo, Beatriz Ceschim é viciada em clássicos. Ela sonha em ter um casamento no exterior, que seja simples e elegante. Mas, para animar a festa, não pode faltar uma boa trilha sonora, regada a canções de musicais da Broadway e filmes antigos.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Av. Dr. Chucri Zaidan 1550, 31º - São Paulo - CEP: 04711-130 - CNPJ: 08.762.226/0001-31 © iCasei 2007 - 2019