Muitas noivas optam por escolher a roupa das madrinhas, para que haja uma coerência com a decoração da festa (caso você seja a madrinha e a noiva não optou por determinar um vestido para você, vale a máxima: sempre consulte com a noiva antes de escolher). E um estilo que tem se popularizado é o modelo de vestido midi, em que o comprimento termina entre o joelho e os tornozelos, em vez do clássico longo ou do mais ousado, curto.

Veja também:  Madrinhas de preto: sim ou não? | Dicas e inspirações

vestido midi
Foto: Justin Jay

 

Por que o vestido midi?

Além de estar em alta atualmente, o modelo tem uma história que tem tudo a ver com o que procuramos em uma cerimônia.

A estilista Coco Chanel introduziu o comprimento à moda ainda na década de 1910, pela funcionalidade (nessa época, o comum ainda era o comprimento até o chão, que nem sempre é prático). Mas foi na década de 1950 que o designer Chistian Dior o popularizou com uma releitura mais feminina (com a saia volumosa e a cintura marcada).

Hoje, o estilo é sinônimo dessas duas características: praticidade e delicadeza. Se interessou pela peça moderna e, ao mesmo tempo, elegante? Veja um passo a passo para definir o melhor vestido midi para suas madrinhas.

vestido midi
Foto: White Images

 

Veja também:  Madrinhas de azul | Como escolher a tonalidade e modelos de inspiração

1º passo: O estilo do casamento

É justamente devido à união da praticidade à feminilidade que, segundo Thata Barros, consultora de imagem com enfoque especial em noivas, o vestido midi combina bem com uma cerimônia que tenha uma decoração mais retrô ou rústica, que muitas vezes acontecem em um espaço aberto, na grama ou areia.

“Os casamentos diurnos ou ao ar livre são os que mais combinam com esse vestido. Porém, mesmo se a cerimônia for à noite, porém mais informal e descontraída, pode-se usar o modelo”, completa Thata.

Mas se você é fã do estilo, não precisa abrir mão só porque optou por um casamento mais sofisticado, noturno ou formal. “O midi funciona também nessa estética, só é preciso se atentar, nesses casos, aos detalhes do vestido. Em vez de um tecido leve e simples, que vai ornar melhor com um ambiente descontraído, escolha um com pedrarias, brilhos ou um tecido mais refinado”, adiciona Karine Rodrigues, consultora de moda e estilo.

vestido midi
Foto: Laura Murray’s

 

Veja também:  Tons vibrantes para madrinhas – Dicas para arrasar com essa tendência fashion!

2º passo: O modelo do vestido midi

Uma vez decidido pelo estilo que mais combina com o seu casamento, é preciso prestar atenção para que a estética do vestido funcione também individualmente para a madrinha, para que o visual fique harmônico e não acabe roubando a atenção por motivos errados.

“O comprimento de vestido midi pode causar um achatamento no visual da madrinha, principalmente se ela for baixinha. Para atenuar esse efeito, é importante que a barra do vestido seja feita um palmo abaixo da linha do joelho. Se a madrinha for mais alta, é permitido que o tamanho seja até o meio das canelas sem quebrar a harmonia do look”, explica Thata.

Karine ainda indica deixar a cintura mais justa, para se certificar de que a silhueta não acabe “engolindo” a madrinha. “O comprimento midi é muito elegante, mas ele pode ser um pouco traiçoeiro, por isso é preciso tomar esses cuidados para que ele não desvalorize a silhueta”, diz Karine.

vestido midi
Foto: Figtree Wedding Photography

 

Veja também:  Vestidos de festa longos lilás | Guia para madrinhas

3º passo: Os tecidos mais indicados

Para decidir sobre qual o melhor tecido para o vestido midi, é preciso ter em mente o local e o horário do casamento, já que isso interfere na escolha do modelo ideal.

” Para casamentos diurnos, indicamos peças com tecidos mais elaborados, mas ainda assim lisos e com brilhos discretos.  Caso a noiva eleja modelo midi para suas madrinhas em um casamento  noturno, indicamos tecidos mais encorpados e os brilhos estão liberados”, comenta  Marina Marcato, fundadora da Prêt À Louer.

Já a consultora de imagem e personal stylist da About Style, Fernanda Carvalho, acredita que os tecidos fluídos é a aposta certa para as cerimônias que vão acontecer de dia.

vestido midi
Foto: Helen Russell Photography

 

” Se o casamento for diurno, opte por modelos mais fluídos, leves, pode-se usar estampas e modelos sem brilhos e em tecidos foscos. Já em casamentos noturnos, pode-se aderir mais de sofisticação, apostando em tecidos nobres, com brilhos ou bordados. Levando em consideração o seu estilo pessoal”, comenta Fernanda.

Nada impede de que o vestido midi para madrinhas de casamento, seja uma escolha para uma celebração que vai acontecer a noite. Nesse caso, é possível escolher um tecido mais elaborado, é o que diz Laura Zatz, do The Dressing Project.

” Depende do casamento. O tecido deve harmonizar com o cenário. Se o casamento for na praia ou no campo, o vestido deve ser mais leve e com um tecido mais fresco. Se for no buffet, dependendo do horário, o vestido pode ser com um tecido mais encorpado e mais detalhado”, comenta Laura.

Veja também:  Vestidos longos de festa | Guia de estilo para madrinhas e convidadas

4º passo: Onde encontrar

Muitas marcas conceituadas já disponibilizam opções desse tipo de modelo. A Dolps, a Elie Saab, a Arthur Caliman e a PatBO são algumas das lojas indicadas pelas profissionais, que também sugerem opções para aluguel, como a Dress & Go.

“Mas, hoje em dia, o midi realmente está em alta, então é fácil você encontrar modelos de qualidade até mesmo em lojas de fast fashion, como Renner ou Zara”, indica a stylist Manu Carvalho. 

Nesses casos, é importante levar o modelo para ser ajustado em alguma costureira após a compra, já que a produção de fast fashion segue um modelo padrão de corpo e nem sempre ele vai se ajustar perfeitamente na madrinha.

vestido midi
Foto: The Stewarts Roam

 

Veja também:  Vestidos longos para casamento para grávidas | Madrinhas e convidadas

5º passo: Acessórios e sapatos 

A escolha já foi definida mas, para que tudo fique perfeito, é preciso dar atenção especial ao calçado que será usado com esse modelo. “No comprimento midi, os sapatos vão ficar totalmente à mostra, por isso, eles precisam ser impecáveis”, atenta Manu.

A dica de Karine é evitar amarrações no tornozelo, que também achatam a silhueta e optar por tons nudes, que alongam.

“Sandálias que mostram o peito do pé ou modelos scarpin de bico fino também têm esse mesmo efeito, já que os pés viram uma extensão das pernas, deixando o visual mais elegante”, indica Thata, “Mas nunca esqueça de levar em consideração o conforto. A madrinha ficará muito tempo em pé, então é relevante que você opte por um sapato que ela vá conseguir usar durante todo o evento”, completa.

vestido midi
Foto: Trent & Jessie Photographers

Dica extra: o vestido midi é democrático

Existe uma infinidade de modelos de vestidos midi, e é sempre possível encontrar o que melhor se adequa ao seu corpo. Mariana Marcato separou alguns truques para deixar o vestido midi ainda mais feminino:

– Para alongar a silhueta vista sapatos em tom próximo ao da sua  própria pele.
– Se não puder usar salto, aposte em sapatilha de bico fino que  também dará um efeito visual alongado.
– Se quiser diminuir a silhueta, escolha cores que não sejam  vibrantes.

Vale ressaltar que o vestido midi marcado na cintura valoriza praticamente todos os tipos físicos.

” O modelo midi marcado na cintura, vai valorizar todos os tipos físicos, porém para as baixinhas, prefiram usar com o comprimento na altura do joelho e ainda com um sapato nude, para criar o efeito longilíneo”, comenta Fernanda Carvalho.

vestido midi
Foto: Jessica Grace Photography

 

Por ser um vestido super feminino, ele pode ser usado pelos mais diferentes tipos físicos, mas vale a pena ficar de olho em alguns pontos, como cita Laura Zatz:

“Se for um vestido mais liso ele não tem restrição de manequim. Já se for um midi mais
elaborado, com mais informação ou com algum tipo de estrutura, ele já não fica tão harmônico em pessoas de estatura mais baixa. Isso pode acabar diminuindo mais a silhueta”.

“Outra dica importante, é usar um sapato de cor mais próxima da sua pele, para que dê uma continuidade e alongue as canelas. Isso dá a impressão de uma silhueta mais longa. O uso de sandálias que “cortem” as canelas, também não é uma boa opção para ser usada com vestidos midi:, finaliza  Laura.

Confira mais inspirações de vestidos para madrinhas no nosso perfil no Pinterest

</>

Tags da matéria

Comentários