Revista

Orçamento de casamento | 5 dicas para não estourar o budget

Ter uma planilha e saber a melhor ordem para contratar os fornecedores estão entre as ideias para economizar no orçamento de casamento

Ninguém deseja iniciar a vida a dois com dívidas. Por isso, pensar no orçamento de casamento é uma boa solução de como poupar e pagar a festa sem estresse.

Sem contar que é muito prático ter um planejamento, já que não é difícil se perder no caminho com tantos detalhes que envolvem esse tipo de evento.

Pensando em como organizar um casamento? Confira os 5 erros mais comuns e fuja deles

orçamento de casamento

Foto: @alyssathomasevents

A importância de se planejar

Não é possível ter um casamento se você não planejar o quanto vai gastar e o que pode ser feito com essa verba. “Quase que a totalidade dos fornecedores precisa ser quitada antes da data da festa. Então, o planejamento é essencial para garantir que os compromissos assumidos possam ser honrados”, comenta Renata Gonçalo Dias, assessora responsável pela Entrelaçados.

Como organizar um casamento? Os 5 primeiros passos

Para assegurar que o projeto seja executado do início ao fim conforme as suas preferências, a dica é começar a organização assim que o noivado for firmado. A partir daí, Renata aconselha que cada um dos parceiros reserve uma quantia por mês. “O mais prudente é guardar o equivalente a 30% da sua renda”, explica.

Assim, os noivos vão ter um dinheiro específico para gastar com o evento e não correm o risco de não ter budget para investir nos itens que são fechados mais próximos ao Grande Dia.

orçamento de casamento

Foto: Harwell Photography

5 dicas para não estourar o orçamento de casamento

Você não precisa se estressar ao planejar sua festa. O orçamento de casamento é simples. Basta seguir um checklist completo e ser organizado para não estourar o budget. Nós te ajudamos na segunda parte com 5 dicas práticas.

1. Planilha: a melhor amiga dos noivos

A planilha para orçamento de casamento prevê todos os gastos da festa. “Há casais que colocam apenas os itens principais, não incluindo alianças e documentação do civil, por exemplo. Porém, para funcionar, o planejamento precisa ser completo. Só assim os noivos terão a real noção do quanto vão investir”, diz Viviam Matos, diretora da Viva Assessoria para Eventos.

O recomendado é ter uma lista que inclui desde espaço, igreja, decoração, vestido de noiva, sapato do noivo, lembrancinha do casamento, até os alvarás necessários e demais detalhes. Tem até quem prefira contabilizar os gastos com a lua de mel.

Para um controle maior, o ideal é colocar o quanto se pretende investir em cada item. “Após fechar um fornecedor, confira a planilha. Assim, se no orçamento de casamento a fotografia teria um budget de R$ 4 mil, mas vocês gastaram R$ 6 mil, esse déficit terá que sair de outro lugar”, revela Viviam.

orçamento de casamento

Foto: Jenn Best Photography

2. Contrate uma assessoria

A planilha deve trazer todos os itens que envolvem o casamento. Mas como saber quais são eles se vocês não têm expertise? A resposta é simples: contratem uma assessoria. “Inicialmente pode parecer apenas um gasto, mas é um grande investimento”, garante Viviam.

Assessoria de casamento | O que você precisa saber antes de contratar

Este profissional realiza casamentos semanalmente. Logo, sabe exatamente todas as minúcias que envolvem o planejamento, bem como os gastos. “A chave para uma festa de sucesso é fazer o dinheiro render, sabendo investir nas coisas certas e que são prioritárias. Isso só é possível com experiência e vivência de mercado”, afirma Viviam.

Portanto, para ter o casamento dos sonhos, a dica de ouro é que a assessoria deve ser o primeiro serviço contratado.

Assessoria de casamento final | O que é e quando contratar?

orçamento de casamento

Foto: @alyssathomasevents

3. Pense na ordem dos fornecedores

Boa parte dos fornecedores de um casamento só atendem um evento por data. Por isso, eles devem ser negociados antes. Estamos falando de espaço, buffet, decoração, profissional de foto e vídeo, DJ ou banda, hairstylist e maquiador.

Dentro deste contexto, o ideal é começar contratando os serviços mais caros. “Assim, é possível diluir os pagamentos em mais parcelas”, ressalta Georgia Nog, proprietária da assessoria Toda de Branco. “Por último, são fechados os detalhes da festa”, completa.

De olho nos detalhes: 5 dicas para escolher os melhores fornecedores de casamento

Vale ressaltar, no entanto, que essa ordem não é uma regra. “Cada casal tem suas prioridades. Existem noivas, por exemplo, que sempre sonharam com certo maquiador para o dia. Se ele tem uma agenda disputada, a primeira coisa que devemos fazer é orçar esse fornecedor”, destaca Viviam.

orçamento de casamento

Foto: Manifesto Photography

4. Corte os gastos supérfluos

De acordo com Viviam, uma festa de casamento não precisa de exageros para ser bem-sucedida. “Seja bastante racional e priorize aquilo que realmente é essencial”, aponta. Para a especialista, os itens principais são: espaço, gastronomia, decoração e entretenimento.

“Durante o planejamento, o casal vai se deparar com muitos itens e serviços que nunca tinham ouvido falar. Se a inclusão deles ultrapassar seu budget, simplesmente corra”, alerta Renata.

Agora, quem procura por dicas de economia no casamento, Viviam indica que é interessante poupar na escolha de flores. As espécies raras e que só florescem em determinadas estações devem ser evitadas. Optar por lembrancinhas mais clássicas, como o bem-casado, é outra boa ideia.

5. Foco e pé no chão!

Em um mundo cheio de referências, como os populares Instagram e Pinterest, é superimportante que os noivos se mantenham focados. “Se vocês têm um teto para gastar, evitem buscar coisas que estejam fora da realidade, que não correspondem ao orçamento de casamento planejado”, aconselha Viviam.

orçamento de casamento

Foto: Cynthia Chung Photography

Quanto maior, mais caro!

Quando o assunto é dinheiro, um orçamento de casamento para 300 pessoas tende a ser mais caro do que um orçamento de casamento para 100 pessoas. Isso porque existem gastos fixos e variáveis.

“Muitos contratos alteram em função do número de convidados. Gastronomia e bar, por exemplo, são calculados por pessoa. Já na decoração consideramos lugares à mesa”, conta Renata. Por outro lado, certos itens não sofrem variações, como é o caso do vestido da noiva e da iluminação do espaço.

Se o seu budget está mais apertado, vale pensar em reduzir a lista de convidados. Às vezes, um mini wedding é a solução para ter a festa dos sonhos.

 

Veja mais no nosso perfil no Pinterest

</>

Sobre:

#
Bianca Bellucci

Bianca Bellucci trabalha como jornalista desde 2012 e já escreveu para grandes portais, como UOL e Terra. Teimosa como uma boa taurina, convenceu os pais a trocarem uma viagem para a Itália para comemorar as Bodas de Prata por uma festa com direito a tudo que manda o figurino. Apaixonada por cultura pop, adora casame...

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Av. Dr. Chucri Zaidan 1550, 31º - São Paulo - CEP: 04711-130 - CNPJ: 08.762.226/0001-31 © iCasei 2007 - 2019