Revista

Proteas: inspire-se nos buquês e arranjos com esta flor!

Queridinha dos casamentos despojados, veja como usar as proteas no seu Grande Dia

Nos últimos anos, a flor Protea caiu no gosto das noivas e vem ganhando cada vez mais espaço nos casamentos. Segundo Marina Tsuji, da Néctar Decorações, ela é uma flor de origem africana (África do Sul). “Como a sua floração demora em torno de 3 anos, é uma flor mais rara, além de exótica”, pontua.

Inclusive, Sandra Bacchin, da Bemflorido,  conta que a origem do seu nome guarda uma história especial: “ela é tão linda que o botânico que a classificou ( Carl Linnaes) colocou esse nome pensando no Deus grego Proteus”.

Outra curiosidade sobre esta flor é que ela  também pode ser encontrada na Nova Zelândia e na Austrália, de acordo com Harumi Tsukamoto, da Harumi Flora Garden. Aqui no Brasil, Harumi aponta que as proteas comercializadas são plantadas  no nordeste e comercializadas em Holambra.

Gostou desta flor exótica e quer utilizá-la no seu casamento? Veja as dicas e inspirações para montar buquês e arranjos com a protea.

Leia também: Guia completo do buquê de noiva | Dicas e inspirações

Proteas x estilos de casamento

proteas casamento buque

Foto: Old Love | Buquê por Harumi Tsukamoto

 

Veja também:  Buquê de noiva diferente | 10 modelos que fogem do tradicional

Será que a flor protea combina com qualquer estilo de casamento? Na opinião de Vanessa Ozcrovani, da empresa Vanessa Oz Flores, elas acabam aparecendo nos casamentos rústicos, boho e em lugares de campo e praia. “Não recomendo usá-la em casamentos mais clássicos, tradicionais, menos ainda nos mais delicados e muito românticos”, opina.

Já Sandra conta que já teve a oportunidade de usar Proteas tanto em casamento no campo quanto em local formal de São Paulo. “No caso do campo, me permiti usar folhagens e ¨matinhos¨ mais rústicos como flores periféricas. No casamento formal, tomei o cuidado de usar flores mais nobres, como Kallas importadas e orquídeas raras, usando folhinhas mais verdes e menos rústicas . No entanto, não acho muito adequadas para casamentos super clássicos, em Igrejas grandes como a Nossa Senhora do Brasil, em São Paulo, por exemplo”, lembra.

Harumi pontua que, caso a noiva queira usar a flor protea em um casamento clássico, o ideal é combiná-la com flores mais nobres como tulipas e mini orquídeas. “Também podem ser usadas com mini rosas para trazer um ar romântico ao buquê”, explica.

Melhor época para encontrar a Protea

protea buque casamento

Foto: Rafael Canuto | Buquê por Vanessa Oz Flores

Veja também:  Buquê de noiva em arco: tudo sobre a aposta criativa e moderna

Você não abre mão de ter essa flor no seu casamento? Saiba que a florada dela costuma ser no outono. No entanto, de acordo com Sandra, elas podem ser encontradas em várias épocas no Brasil, pois nosso imenso território acaba permitindo ter certas flores o ano todo.

“Claro, elas ainda são muito raras e muito caras! Muito mesmo. Por isso são tratadas como rainhas, assim como as Peônias, por sua raridade e exclusividade”, aponta Sandra.

Proteas no buquê de casamento

buque casamento protea

Foto: Diego Migotto | Buquê por Harumi Tsukamoto

 

As proteas são flores imponentes. Como fazer para usar no buquê? Marina indica mesclá-la com flores menores. “Existe uma grande variedade de flores e folhagens para compor com a protea (desde sementes, orquídeas tropicais, ranúnculos, suculentas e muitas folhagens)”, explica.

Vanessa indica usá-la sozinha apenas com algumas folhagens, ou composta com flores mais exóticas e de estilo tropical. Caso a noiva seja mais clássica, Harumi recomenda fazer a composição com flores nobres mais delicadas.

Leia também:  Buquês de suculentas: tudo sobre essa tendência cheia de charme

No entanto, Sandra alerta que é preciso tomar cuidado com o peso da flor. “Ela é grande e pesada. Não acho que possa ser usada em quantidade. Apenas uma num buquê ou, no máximo, uma grande e duas ou três de espécie pequena”, sugere.

Outra dica de Sandra é combinar as proteas com flores de pétalas mais lisas e grossas, como a cúrcuma e as orquídeas em suas variedades menos delicadas. “Como complementos periféricos, qualquer tipo de folhagem e flores miudinhas. Particularmente, não gosto de folhas grandes, grosseiras. Dão ao buquê um aspecto de que a noiva pegou um arranjo de mesa e foi casar”, opina.

Proteas nos arranjos e decorações

arranjo casamento protea

Foto: Harumi Tsukamoto

 

Veja também: Buquê de noiva branco | Flores e estilos para montar o seu

Outra possibilidade para incluir a flor no casamento é através da decoração. “Elas ficam bem em tudo. Como elas têm um aspecto tropical, nunca devem ser misturadas com flores europeias, como as rosas ou  goivos, ou qualquer outra muito  clássica e delicada”, recomenda Sandra.

Se ainda assim você quiser mesclar estas flores, Sandra indica que elas não encostem diretamente na Protéa ou se misturem com ela simetricamente ou “pipocadas”. “Hoje em dia, com charme, fazemos misturas de toda espécie. Basta dar atenção à textura da pétala ou do objeto que participará do arranjo”, pondera.

Leia também: Decoração de casamento 2019 | Cores, flores e mais tendências!

Caso queira incluí-las nos arranjos, Harumi sugere utilizá-la como destaque.  Vanessa destaca também que a protea fica muito bem em composições nos arranjos de mesa, altares e caminhos do altar. “Ainda mais se usadas com folhagens grandes e flores com cores mais fortes”, comenta Vanessa.

Dicas sobre as proteas

buque protea casamento

Foto: Elizabeth Messina

 

Marina, Sandra, Harumi e Vanessa dão algumas dicas sobre o uso da flor em casamentos:

  • Como é uma flor de custo alto, tem que comportar no projeto gerado, em estilo mais rústico e exótico.
  • As proteas são super pesadas. A noiva deve estar disposta a carregar o peso.
  • A protéa é muito resistente e ficará linda por horas, no caso dos buquês (sem água) e por 15 dias ou mais, no caso dos arranjos (com água ou floral molhado). Isso facilita o transporte e o armazenamento delas.

Veja mais no nosso perfil no Pinterest

</>

Sobre:

#
Marina Pastore

Marina Pastore é jornalista e trabalhou na Folha de S.Paulo. Desde 2011, quando começou a organizar seu próprio casamento, se apaixonou pelo assunto e criou um blog, o Vestida de Branco, para dividir ideias, opiniões e dúvidas. Anos depois do seu casamento, ainda adora falar sobre o assunto, ajudar as noivas e com...

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Av. Dr. Chucri Zaidan 1550, 31º - São Paulo - CEP: 04711-130 - CNPJ: 08.762.226/0001-31 © iCasei 2007 - 2019