O casamento perfeito é o sonho de qualquer noiva e, claro, todo o planejamento financeiro é bem-vindo nesse momento. Pensar em cada detalhe e em como planejar os gastos do casamento é o primeiro passo para maiores acertos e, consequentemente, uma cerimônia e festa bem-sucedida.

O ideal é começar a pensar em como planejar os gastos do casamento assim que o noivado acontecer, pois a antecedência vai ser a sua maior aliada. Foi o que a Junia Marisa Ramos Bevilacqua, fez quando ficou noiva do Bruno Francisco Bevilacqua.

como planejar os gastos do casamento
Foto: iStock

 

“No começo, eu e o Bruno visitamos muitas feiras e eventos relacionados a casamento, buscando fornecedores com preços bons, mas sempre nos preocupando com a qualidade dos serviços, tempo de mercado. Até conversamos com outros noivos que foram atendidos anteriormente”, revelou Junia.

A noiva, afirma que a busca minuciosa pelos fornecedores faz muita diferença no orçamento final e tende a realizar todos os sonhos da noiva. Ir à feiras relacionadas ao assunto pode ser um passo importante na tomada de decisões.

“Quando decidimos casar, eu já tinha tudo muito concreto em minha mente, inclusive alguns fornecedores. E esse tempo de planejamento nos ajudou muito e isso fez com que a gente fosse reservando uma grana para isso. Claro que tivemos que abrir mão de algumas coisas, a nossa viagem por exemplo não rolou (ainda). E tem certas coisas que não tem como economizar, afinal, só se casa somente uma vez!”

como planejar os gastos do casamento
Foto: iStock

 

Para não deixar nenhum detalhe passar, vale a pena pensar em etapas para de como planejar os gastos do casamento.

1 – Defina quais são as prioridades de gastos

O assessor de casamento Maico Alex, que já está há mais de 15 anos no mercado de casamento e tem no currículo cerca de 890 noivas, explica que um dos passos de como planejar os gastos do casamento é pensar no número de convidados, no lugar da festa e no estilo de decoração é primordial.

como planejar os gastos do casamento
Foto: iStock

 

“Assim, você consegue ter uma ideia de quanto mais ou menos você vai gastar com certas áreas, como o buffet. O que aumenta o valor geralmente é o número de convidados e isso costuma ser a parte mais delicada de uma festa, afinal, fazer a lista de quem virá para a festa é um desafio. Aconselho sempre as noivas priorizarem o que é mais importe para ela, definir as prioridades com os gastos… ou seja o vestido, ou os doces ou o lugar”, revela Maico.

Para ele, a melhor forma de avaliar a proposta é encarar a necessidade de cada noiva , lembrando que sempre com um sonho vem o valor deste sonho.

2- A busca pelos fornecedores ideais 

Outro ponto que deve ser levado em consideração no momento de pensar em como planejar os gastos do casamento é o perfil de cada casal. Definir se o casamento será no campo, na praia, igreja, se será um mini wedding, abre caminho para encontrar os fornecedores ideais para o seu orçamento.

como planejar os gastos do casamento
Foto: iStock

 

 “Sempre aconselho as noivas a procurar profissionais dentro da realidade dela, pois ela precisa ser coerente com o estilo de casamento que ela escolheu. Não vale a pena, por exemplo, ela ver um profissional que está acostumado a fazer noivas para cerimônias na Igreja e com pele super produzida, se ela vai casar na praia, um lugar que pede delicadeza e naturalidade”, afirma Bruna Vallim, maquiadora e cabeleireira, atuante no mercado também há 15 anos.

Ela afirma que as noivas tendem a procurar sobre beleza pouco tempo antes do grande dia e, por conta disso, os preços tendem a ficar mais altos. “Cerca de 8 ou 9 meses antes do casamento é o período ideal para ver essa parte da beleza. E acho interessante a noiva questionar o profissional sobre sua formação, quais são os tipos de noivas que ele faz, para poder avaliar melhor a escolha dele ou não. Assim, você decide com mais sabedoria.”

3 – Quantos fornecedores devo buscar?

Tanto Bruna, quanto Maico, afirmam que sair procurando por vários profissionais pode ser um erro e deixar o casal ainda mais perdido quanto ao planejamento e orçamento do casamento.

Depois de fazer o seu ‘filtro de estilo da cerimônia’, faça uma lista com até cinco fornecedores, cujos preços sejam pouco diferentes entre si.

como planejar os gastos do casamento
Foto: iStock

 

“Não adianta selecionar um que cobra 500 reais, outro de mil e um de 15 mil reais. Assim, você vai ficar louca com tanta diferença”, afirma Bruna.

Aliás, a estimativa de valores de um casamento pode variar muito com o estilo da noiva. “Eu gosto de analisar o perfil do casal e só então passo uma lista de fornecedores para eles”, conta Bruna.

como planejar os gastos do casamento
Foto: iStock

 

Junia revela que, dependendo de quem você contratar, é legal ver se eles têm parcerias com outras empresas.

“Algumas bebidas da festa compramos direto do fornecedor, assim conseguimos preços mais acessíveis. Tem alguns fornecedores que tem parcerias com outros fornecedores, isso ajuda bastante na hora da negociação. Deu super certo, recomendo”, lembra Junia. 

4- Família, pode ajudar? Sempre!

A família sempre será o suporte, tanto emocional, quanto financeiro. Por isso, se o casal tiver a ajuda dos pais, por exemplo, já dá para pensar em outras possibilidades no orçamento do casamento.

como planejar os gastos do casamento
Foto: iStock

 

“Alguns parentes deram presente em dinheiro, o que é uma ideia bacana, outros ajudaram com algum fornecedor, docinhos, bem casados, que já conheciam. É legal contar com o conhecimento dos parentes, já que a confiança tende a ser maior”, diz Junia, que pediu para o marido criar as planilhas de gastos.

5 – Crie uma planilha de gastos 

Depois de definir o estilo de casamento que você gostaria de seguir, é sempre bom ter uma dimensão de todos os possíveis gastos.

como planejar os gastos do casamento
Foto: iStock

 

“Com esse arquivo, nós tivemos a real dimensão dos nossos gastos. Fica mais fácil acompanhar onde você está deixando o dinheiro, o que ainda faltava para pagar e o quanto tínhamos disponível para isso. Organização financeira é o caminho, acredite!” lembra Junia, que pediu para o marido criar uma planilha.

Tags da matéria

Comentários