Tudo o que você precisa saber sobre véus
Foto: Rob Loud/ Getty Images – Oscar De La Renta

A origem do véu

Casar de véu e grinalda é o sonho da maioria das mulheres ocidentais, mas será todas sabem qual é o significado destes elementos, sua origem e simbolismo? Usado por mulheres de diferentes culturas ao longo da história, o véu de noiva já foi símbolo de inúmeros conceitos, como virgindade, modéstia e submissão.

Na Grécia antiga, as noivas costumavam usar o véu no dia do casamento para se proteger da inveja das moças solteiras e se resguardar do olhar de admiradores. Anos depois, este costume foi incorporado pelas noivas romanas que usavam um véu longo, cobrindo o corpo todo, em tons de amarelo ou vermelho. Ele era chamado de flammeum e serviria para proteger a mulher de maus espíritos.

Na idade média, o véu era parte integrante do vestuário feminino e era sinônimo de nobreza. Apenas as mulheres casadas pertencentes à elite podiam usar o acessório, que tinha a função de proteger os cabelos e a pele do sol. E o tamanho do véu era proporcional à riqueza da família. As camponesas, por exemplo, não tinham permissão para usá-lo.

No Ocidente, o véu já foi um símbolo da virgindade da noiva e o ato de descobrir o rosto, na cerimônia, significava a consumação sexual do casamento. Hoje, essa representação pode ser considerada sexista, pois a virgindade não é mais uma imposição social.

No judaísmo há o costume do noivo colocar o véu sobre o rosto da noiva, e ele ou o rabino, dar-lhe uma bênção. O véu deve permanecer em seu rosto até pouco antes do final da cerimônia de casamento -quando eles estão legalmente casados de acordo com a lei judaica- então o noivo levanta o véu de seu rosto. Muitos dizem que a cerimônia do véu acontece para que o noivo se certifique de estar casando com a noiva certa, já que de acordo com o Gênesis, quando Jacó foi casar com Raquel, seu sogro Labão o enganou para se casar com Léa, a irmã mais velha de Raquel.

Outros preferem acreditar que, quando o noivo coloca o véu sobre sua noiva, ele faz uma promessa implícita de protegê-la. E que, ao cobrir seu rosto, o noivo reconhece que ele se casou com a noiva por sua beleza interior. A beleza é sempre efêmera, mas o amor do casal será eterno.

Véu de noiva Tudo o que você precisa saber
Pinterest/ Reprodução

Véu e grinalda

A expressão “casar de véu e grinalda” já foi tão repetida que se esvaziou de significado. O véu, como é uma peça icônica da vestimenta da noiva, todos reconhecem, embora ele possa se apresentar com muitos comprimentos e formas, mas a grinalda, muita gente não sabe o que é! Então, vamos começar por ela. Grinalda é todo e qualquer enfeite colocado na cabeça para complementar o penteado. Pode ser uma coroa, tiara, flores naturais ou artificiais, pentes, presilhas, etc. A grinalda pode ser usada sozinha ou junto com o véu, mantilha ou voilette.

Quanto aos véus, confira seus inúmeros comprimentos e modelos.

Tudo o que você precisa saber véu e grinalda
Princesa Grace Kelly
Tudo o que você precisa saber véu e grinalda
Tudo o que você precisa saber véu e grinalda
Pinterest/ Rerprodução
Tudo o que você precisa saber véu e grinalda
Tudo o que você precisa saber véu e grinalda
Foto: Jason Kempin/ Getty Images
Tudo o que você precisa saber véu e grinalda
Tudo o que você precisa saber véu e grinalda
Foto: Pascal Le Segretain/ Getty Images - Duquesa Kate Middleton
Tudo o que você precisa saber véu e grinalda
Tudo o que você precisa saber véu e grinalda
Imagem via Tania Mara
Tudo o que você precisa saber véu e grinalda

Véu Catedral ou Longo

Modelo mais tradicional de véu, geralmente possui de dois a cinco metros de comprimento. É mais utilizado com vestidos longos, em casamentos noturnos realizados em igrejas ou espaços internos, amplos.

Tudo o que você precisa saber véu longo
Princesa Charlene Wittstock - Foto: Dan Kitwood/ Getty Images
Tudo o que você precisa saber véu longo
Tudo o que você precisa saber véu longo
Oscar De La Renta - Foto: Andrew H. Walker/ Getty Images
Tudo o que você precisa saber véu longo
Tudo o que você precisa saber véu longo
Princesa Nathalie zu Sayn-Wittgenstein-Berleburg - Foto: Andreas Rentz/ Getty Images
Tudo o que você precisa saber véu longo
Tudo o que você precisa saber véu longo
Naeem Khan- Foto: JP Yim/ Getty Images
Tudo o que você precisa saber véu longo
Tudo o que você precisa saber véu longo
Princesa Claire de Luxemburgo - Foto: Pascal Le Segretain/ Getty Images
Tudo o que você precisa saber véu longo
Tudo o que você precisa saber véu longo
Naeem Kahn - Foto: Slaven Vlasic/ Getty Images
Tudo o que você precisa saber véu longo

Véu Capela

É um pouco mais curto do que o véu catedral, e pode ser usado com vestidos que tenham uma cauda curta ou não tenham cauda.

O que você precisa saber véu capela
Foto: Caileigh - Imagem via Burnett’s Boards
O que você precisa saber véu capela
O que você precisa saber véu capela
Foto: Caroline Tran - Imagem via Green Wedding Shoes
O que você precisa saber véu capela
O que você precisa saber véu capela
Foto: Jemma Keech Photography - Imagem via Percy Handmade
O que você precisa saber véu capela
Tudo o que você precisa saber véu capela
WTOO - Foto: Fernanda Calfat/ Getty Images
Tudo o que você precisa saber véu capela

Véu Ponta de Dedo

O nome deste modelo já deixa claro que seu comprimento vai até a ponta dos dedos das mãos da noiva. Charmoso e versátil, o véu ponta de dedo combina com muitos estilos de vestido, com exceção dos curtos. Foi o véu escolhido por Kate Middleton para seu casamento com o príncipe William. Ele tinha aplicações em toda a borda e foi combinado com uma coroa da família real britânica.

Tudo o que você precisa saber véu ponta do pé
WTOO – Foto: Fernanda Calfat/ Getty Images

Véu Cotovelo

Um pouco mais curto que o anterior, esse véu tem seu tamanho medido pela altura dos cotovelos da noiva. É um modelo bastante versátil, podendo ser combinado com vestidos curtos ou longos, desde que não sejam muito pomposos e não tenham cauda.

Tudo o que você precisa saber véu cotovelo
Pinterest/ Reprodução

Véu Ombro

O véu ombro é o mais curto e o mais despojado. É ótimo para cerimônias de dia e fica bem com vestidos curtos e tomara-que-caia. “O que vemos bastante é que em casamentos externos, as noivas tendem a usar véus menores e menos tradicionais.”, diz Luciana Calfat da White Hall.

Tudo o que você precisa saber véu ombro
Imagem via ann marie faulkner bridal

Mantilha

De origem hispânica, a mantilha é um véu rendado tradicionalmente usado pela nobreza sobre um pente alto chamado peineta. Geralmente feita de seda com aplicações de renda, ou totalmente de renda, a mantilha é mais pesada que o véu, e costuma ser usada emoldurando o rosto e cobrindo os ombros. O ideal é que a renda da mantilha seja a mesma do vestido, ou que o vestido não tenha renda. Para as mantilhas bordadas, o mesmo bordado deve ser o utilizado no vestido. O cuidado é para o visual não ficar poluído.

Tudo o que você precisa saber véu mantilha
Eddy K. – Coleção Milão 2017

Voilette

Voillette é um véu curto que pode cobrir completamente o rosto da noiva, parte dele ou apenas o cabelo. Normalmente é feito de uma tela mais aberta do que o tule, e pode ser preso a uma tiara, chapéu, flores, penas, ou fixado no cabelo só com uma fivela. Combina com noivas de estilo contemporâneo, vestidos de formas limpas, e cerimônias durante o dia, internas ou externas.

Tudo o que você precisa saber véu voilette

Véu Blusher

O blusher cobre todo o rosto da noiva e vai até a altura dos ombros. É normalmente combinado a um véu mais longo, em cerimônias tradicionais e conservadoras. No início da cerimônia, a pessoa que entra com a noiva na igreja -geralmente o pai dela- pode levantar o véu blusher ao entregá-la ao noivo. Ou, no final da cerimônia, o noivo levanta o véu para beijar a noiva.

Kenneth Pool - Foto: Fernanda Calfat/ Getty Images
Kenneth Pool – Foto: Fernanda Calfat/ Getty Images

Com tantas alternativas de comprimento e modelagem, escolher o véu certo para o seu casamento pode parecer complicado. Mas não se preocupe, para ajudar, fizemos um guia com dicas práticas. Confira a seguir!

O comprimento importa

Para encontrar o par perfeito para o estilo do seu casamento, comece considerando o comprimento. Quando for fazer a primeira prova do vestido de noiva, teste várias opções para ver qual comprimento de véu funciona melhor. A ideia é que o véu e o vestido formem um silhueta harmoniosa e fluida. Tenha em mente que os véus mais curtos, como voilettes e blushers tendem a emprestar personalidade ao look, enquanto os véus mais longos, como catedral ou capela, são mais tradicionais.

O comprimento do véu importa
Oscar De La Renta – Foto: Rob Loud/ Getty Images

Fidelidade de cor

A tendência color block pode estar em alta no dia a dia, mas quando se trata do seu casamento, é importante que a cor do véu e do vestido sejam o mais próximas possível. Por isso, se for encomendar o véu num lugar diferente de onde comprou o vestido, leve uma amostra do tecido. Fotos não são confiáveis quando se trata de combinar cores sutis. Se for usar um véu antigo, herança de família, a dica é escolher a cor do vestido para que combine com ele. Neste caso, há espaço para alguma diferença, afinal, a beleza de uma peça antiga é sua singularidade.

Harmonia fina

A regra geral é que, se o seu vestido é bastante enfeitado, o seu véu deve ser simples e minimalista. E vice-versa: um vestido com modelagem clean dá margem a usar um véu mais elaborado. Vale brincar com formas inesperadas, acabamentos, bordados e texturas. Embora os enfeites do véu não precisem ser idênticos aos do vestido, é importante que haja uma harmonia entre eles, em termos de cor, tamanho e estilo. Um véu glamouroso salpicado de cristais, por exemplo, não tem nada a ver com um vestido romântico com bordados de pérolas.

A cor do véu importa
Oscar De La Renta – Foto: JP Yim/ Getty Images

O tecido ideal

A escolha clássica, para véus, é o tule. Mas, dependendo do visual que você quer criar, há outros materiais a se considerar, como renda, seda e cetim. A vantagem do tule, além do preço acessível, é a leveza e o bom caimento.

Cada penteado com seu véu

Antes de escolher o véu, você precisa decidir que tipo de penteado quer usar no casamento. Por exemplo, mantilhas, véus halo e toucas de renda funcionam com cabelos lisos, com pouco volume, ou presos na nuca. Voilettes, por sua vez, são mais versáteis e podem ser usados com vários tipos de penteado.

O tipo de penteado escolhido também define onde o véu será posicionado e fixado. Se for usar um coque alto, o véu pode ficar em cima ou embaixo dele. O véu preso no alto do coque ganha volume e cria um look clássico. O véu fixado abaixo do coque dá um ar mais moderno e destaca os detalhes do penteado. Quando agendar horário com o cabeleireiro para fazer o teste de cabelo, não se esqueça de levar o véu e a grinalda, se for usar uma. Isso evitará improvisos de última hora.

Acessórios essenciais

Outro fator a se considerar, além do penteado, é o tipo de acessório que você quer usar com o véu. Uma tiara vistosa, por exemplo, não combinará com um véu volumoso, com muitas camadas, e sim, com um véu catedral ou ponta de dedo. Grinaldas e guirlandas complementam perfeitamente o véu halo, mantendo-o no lugar. Voilettes -também chamados de birdcages– ornam com acessórios sutis, como uma fivela, uma pena ou uma casquette. Além de embelezar, os acessórios podem ajudar a prender o véu.

Tudo o que você precisa saber véu acessórios
Pinterest/ Reprodução

De costas para o glamour

Se o vestido de noiva tem um maravilhoso decote nas costas, ou algum outro detalhe decorativo, como laços ou enfeites na parte de trás, nem pense em usar um véu pesado. Valorize as costas com um véu bem leve e transparente.

Tira e põe

Se você pretende tirar o véu depois da cerimônia religiosa e ficar apenas com a grinalda durante a festa, o véu deve ser fixado com ganchinhos, para facilitar a retirada. Mas lembre-se que, se fizer isso, não aparecerá de véu nas fotos da primeira dança e do corte do bolo. Se você escolher um véu longo, pode optar por uma versão com várias camadas, tipo o ponta de dedo. Assim, pode remover a parte mais longa do véu, ficar com o visual clássico de noiva, e ainda dançar e se mover sem restrições.

Como tirar o véu
Imagem via ann marie faulkner bridal
Tags da matéria

Vai se casar?

Assine a nossa newsletter e fique por dentro das últimas novidades e tendências!