Gôndolas deslizando suavemente pelos canais de Veneza. Campos de girassóis emoldurando cidades etruscas construídas inteiramente de pedra na Toscana. Vinhedos que dão origem a alguns dos rótulos mais desejados do mundo onde quer que se vá. E ainda castelos, catedrais, lagos, obras de arte. Pensar na Itália é dar asas a estereótipos deliciosos que desde sempre povoam o nosso imaginário. É sonhar com dias embalados por lautas refeições, momentos de relax em praças grandiosas, estradinhas que levam a cenários de filmes (de verdade).

Se Roma é sinônimo de monumentos imponentes como o Coliseu, os Fóruns, o Panteão ou a Fontana di Trevi, ficam espalhados pelo país alguns dos mais espetaculares cenários para trocar alianças. Roma é a Cidade Eterna. O resto do país, os destinos do momento.

Para casar na Itália Puglia
Destino de praia: Puglia
Esqueça a Itália dos grandes mestres renascentistas, de algumas das maiores obras-primas do planeta, dos monumentos imponentes, dos vinhedos premiados, das estradinhas ladeadas por ciprestes simétricos. Aqui, no “salto” da Bota, entre as cidades de Bari e Brindisi, entram em cena as vilas caiadas de branco erguidas no alto das falésias, debruçadas sobre as águas profundamente azuis de um sempre idílico Mar Adriático; os campos prateados de oliveiras milenares, de troncos grossos e retorcidos pelo passar do tempo; as roupas estendidas nas janelas, as cantinas, as mesas cheias. Uma Itália rústica e ao mesmo tempo elegante, onde o campo encontra o mar em praias de encher os olhos. E o interior está pontilhado de masserie, impressionantes fazendas fortificadas erguidas séculos atrás para a proteção do território que já foi grego, veneziano, espanhol, austríaco...
Mapa da mina: A apenas 2 quilômetros do mar, nos arredores da bela Savelletri di Fasano, a Masseria Torre Coccaro, do século 16, está emersa em um amplo vale de oliveiras e amendoeiras. Tem uma singela igrejinha de fachada ocre, de 1730, ideal para a cerimônia. Da mesma época, a fortaleza que hoje abriga o II Melograno, perto de Monopoli, foi erguida para proteger a área da invasão de sarracenos e bizantinos. Vinho, azeite e deliciosos doces de frutas são produzidos in loco.
Foto: iStock
Para casar na Itália Puglia
Para casar na Itália Toscana
Destino de campo: Toscana
Apenas Florença, dona de cerca de 40% de todo o tesouro artístico italiano, já justificaria a fama da região como a queridinha da Itália. Mas a Toscana ainda tem campos de girassóis e vinhedos a perder de vista, castelos que contam séculos de história, estradas simétricas ladeadas por ciprestes que levam ora a vilas erguidas em pedra, ora a igrejinhas perdidas no tempo. Cenário de filmes como A Vida é BelaBeleza RoubadaSob o Sol da ToscanaCópia Fiel e o clássico Chá com Mussolini, entre tantos outros, a terra natal dos Medici é também o berço da Monalisa eternizada por Da Vinci e de grandes grifes como Ferragamo e Gucci. É campo, inegavelmente. Afinal vêm daqui alguns dos mais famosos queijos e vinhos italianos, que podem ser saboreados tanto em cantinas quanto em restaurantes estrelados. Mas é um campo envolto em uma aura de glamour como poucos destinos do mundo.
Mapa da mina: Cercado por 500 hectares de vinhedos e oliveiras, o L’Andana, a poucos quilômetros de Castiglioni della Pecaia, ocupa uma propriedade que pertenceu a Leopoldo II di Lorena, o último duque da Toscana. Ao lado da piscina e com lindas vistas dos campos dos arredores, sua igrejinha centenária é o palco perfeito para uma bela cerimônia. Detalhe: como trata-se de uma paróquia onde há missas semanais, a cerimônia religiosa também pode ser realizada nos arredores, ao ar livre. Outro belo cenário é a encantadora cidadezinha de Montalcino, que empresta seu nome a um dos mais prestigiados vinhos italianos, o Brunello di Montalcino. Ficam lá outras duas belas alternativas: o Castiglion del Bosco e o Castello Banfi.
Foto: iStock
Para casar na Itália Toscana
Para casar na Itália Sicília
Ilha: Sicília
A combinação não podia ser mais sedutora: às águas azuis do Mediterrâneo juntam-se sítios arqueológicos, cidadezinhas de ares decadentes cheias de charme e uma natureza arrebatadora, com direito a imensidões agrestes e alguns dos mais cênicos vulcões da Europa. Separada do continente italiano por meros 3 quilômetros no Estreito de Messina, a Sicília é a maior ilha do Mediterrâneo. Em seus 25 mil quilômetros quadrados (pouco mais que o tamanho do estado de Sergipe) vivem 5 milhões de habitantes sob a sombra de milhares de anos de história. Sua localização estratégica lhe rendeu no passado invasões fenícias, gregas, romanas, bizantinas, espanholas, alemãs, inglesas, americanas... mas foram os gregos que deixaram ali, nos tempos da chamada Magna Grécia, o mais imponente legado. São templos e teatros impressionantes em cidades como Segesta, Agrigento, Siracusa e Taormina. E ainda nem chegamos ao campo da gastronomia, onde a ilha nos brinda com belos vinhos, massas, receitas de pescados e os famosos cannoli, canudinhos doces recheados com creme de ricota.
Mapa da mina: Com cerca de 10 mil habitantes, a pequenina Taormina repousa na costa leste da ilha aos pés do Monte Etna. Belas praias de águas transparentes dividem as atenções com o Teatro Grego, erguido em meados do século 3 a.C., onde até hoje ocorrem apresentações culturais. Lindas villas podem ser alugadas na região, onde fica também o San Domenico Palace Hotel, instalado nas premissas de um antigo monastério dominicano cercado de jardins que se abrem para o mar.
Foto: iStock
Para casar na Itália Sicília
Para casar na Itália Veneza
Destino histórico: Veneza
Em se tratando de Veneza, nada é exagero, clichê ou pieguice. La Serenissima, como é conhecida a mais romântica das cidades italianas, parece emergir das águas como uma miragem. Tão improvável quanto frágil e bela, a cidade construída sobre exatas 117 ilhotas repousa sobre canais percorridos por gôndolas e ladeados por palacetes grandiosos, muitas vezes de fachadas coloridas e gastas, outras tantas de mármore polido e reluzente. Recheada de igrejas e basílicas imponentes, quesito em que a de San Marco reina soberana como uma das mais belas do país, Veneza tem algumas das melhores galerias de arte italianas e tornou-se palco de uma das mais famosas bienais de arte e arquitetura do mundo. No destino escolhido por casais como pano de fundo de suas declarações de amor, a exemplo de George Clooney e a advogada britânica Amal Alamuddin, cenas que beiram a fantasia acontecem a todo momento. Em que outro lugar pessoas vestidas com trajes de época circulam mascaradas, como num filme, em qualquer época do ano e a qualquer hora? Só mesmo aqui. 
Mapa da mina: Bênção de frente para um canal ao entardecer, noiva que chega de gôndola e até figurantes mascarados. Não há limites para a imaginação em Veneza. A poucos passos da Piazza San Marco, o Palazzo Stern foi erguido em estilo mourisco no século 15. Além de uma jacuzzi no terraço, descortina lindas vistas do Grande Canal. Outra bela opção é o Sina Centurion Palace, bem ao lado da Basílica de Santa Maria della Salute.
Foto: iStock
Para casar na Itália Veneza
Para casar na Itália Emilia Romagna
Destino gastronômico: Emilia Romagna
O que têm em comum o presunto de Parma, o queijo parmigiano-reggiano, a legítima mortadela e o autêntico aceto balsâmico? Todas essas delícias, marcas registradas da Itália, são produzidas em uma única região: a Emilia Romagna, paraíso gourmet estrategicamente localizado ao norte da Toscana e ao sul da Lombardia e do Vêneto. Aqui, fazendas históricas e terras férteis dividem o cenário com cidades imponentes como Bolonha, terra da mais antiga universidade do ocidente, fundada em 1088, e Parma, recheada de belos monumentos como o Duomo, a bela catedral consagrada no século 12, e o Battistero, uma impressionante torre octogonal construída com mármore-rosa. Lasanha e molho bolonhesa são apenas duas de algumas receitas locais que ganharam fama em todo o mundo, mas foram os restaurantes estrelados que roubaram a cena nos últimos anos.
Mapa da mina: Menos famosa do que as vizinhas, Modena é incontornável para quem associa viagens a grandes prazeres gastronômicos. Afinal, é lá que fica a Osteria Francescana, templo comandado pelo chef Massimo Bottura, eleito um dos melhores restaurantes do planeta. Seus arredores estão pipocados de palacetes e villas que formam o cenário perfeito para uma bela celebração. Uma vez na região, vale lembrar que a fábrica da Ferrari fica a menos de meia hora do centro, em Maranello.
Foto: iStock
Para casar na Itália Emilia Romagna
Para casar na Itália Piemonte
Destino de vinhos: Piemonte
Casa de cerca de 30 mil habitantes, a pequenina e bucólica Alba é o epicentro de uma região que se mede em suspiros e colinas recheadas de vinhedos – mais especificamente os vinhedos que dão origem aos vinhos Barolo e Barbaresco, duas pérolas italianas elaboradas com a cepa nebbiolo. Ali, as encostas cobertas de parreiras dividem a cena com cidadezinhas que não somam mil habitantes. A maior parte delas não tem mais que uma rua principal. A despeito do tamanho diminuto, abrigam, sem modéstia, enotecas, bares de vinhos e uma surpreendente constelação de restaurantes estrelados pelo Guia Michelin. São lugares que talham os brindes à medida – e confortam à mesa com as especialidades locais. Entre elas se destaca a trufa branca, apontada como a de melhor qualidade em todo o mundo, que chega ao mercado tão logo começam a soprar os ventos friozinhos do outono.
Mapa da mina: É possível organizar o casamento em castelos e vinícolas da região. Imerso num mar de vinhedos, o Relais San Maurizio está instalado num antigo mosteiro cisterciano de 1619. Ele tem lindos claustros e salões cobertos de afrescos, além de um dos melhores restaurantes do Piemonte e um jardim que descortina vistas incríveis dos arredores.
Foto: iStock
Para casar na Itália Piemonte
Tags da matéria

Vai se casar?

Assine a nossa newsletter e fique por dentro das últimas novidades e tendências!