Revista

Second dress para noiva: usar ou não usar?

Não consegue escolher só um vestido de noiva? Opte pelo second dress!

Você está em dúvida sobre o vestido que usará no seu casamento? Para acabar com a dúvida: que tal usar dois modelos? Atualmente, muitas noivas optam pelo second dress e ganham looks diferentes para a cerimônia e para a festa.

Na realeza britânica, por exemplo, já é tradição: tanto Kate Middleton quanto Meghan Markle usaram vestidos distintos para cada uma das ocasiões. Aqui no Brasil temos os exemplos recentes de Thaila Ayala, Fabi Santina e Gabi Brandt, que optaram por outro modelo para curtir a festa.

Se você está pensando em adotar o second dress de noiva, confira nossas dicas!

Leia também: 7 pontos para levar em consideração antes de escolher o vestido de noiva sob medida

 Por que usar um second dress no casamento?

Um dos principais motivos que leva uma noiva a querer um segundo vestido é o conforto, segundo Clara Belmani, estilista do Atelier White Dress, e Camila Schain, estilista da Maison Kas. Isto geralmente acontece quando o modelo escolhido para a cerimônia tem uma saia muito volumosa e pesada, ou seja, mais formal.

Mas Clara e Camila apontam também o caso de noivas indecisas, que acabam optando por dois modelos completamente diferentes. “Aquelas que não conseguem se decidir, e acabam ficando com dois vestidos pela questão estética, ou para realizar um sonho, ou mesmo para agradar a mãe”, destaca Clara.

Outra razão que as leva a optar por um second dress, segundo a estilista Marie Lafayette e Camila, é surpreender os convidados.

Vale ressaltar que o perfil da noiva conta muito na hora de optar ou não por um second dress! É o que aponta Elenir Moreira, estilista e proprietária da grife Ellis Verline. “Precisa ter harmonia com o estilo e perfil da noiva, embora carregue uma proposta diferente, precisa oferecer total conforto e identidade da noiva. Mulheres mais extrovertidas irão optar pelo second dress, já as mais introvertidas podem não ver necessidade de inovar”, comenta Elenir.

No entanto, antes de escolher fazer seu segundo vestido, vale ponderar alguns pontos. O primeiro deles é com relação ao fato de que o segundo modelo pode perder um pouco da produção da noiva, especialmente se optar por um segundo vestido curto.

“Uma vez que as convidadas e madrinhas continuarão com o mesmo visual da cerimônia, mais formal, a noiva pode acabar perdendo um pouco do brilho que um vestido mais glamouroso e longo traz. Ela deve levar em consideração se vale a pena perder o glamour do vestido de noiva, se as fotos ficarão tão bonitas quanto ela espera, e se o visual não ficará comprometido, pois ela pode acabar passando a impressão de estar desarrumada, dependendo da escolha”, alerta Clara.

Outra questão que precisa ser analisada é com relação ao orçamento. “A única desvantagem que vejo é sob o ponto de vista financeiro, se você tem um budget reduzido, pense em vestidos 2 em 1. O investimento vale? Será que ao invés de um segundo vestido, não é possível fazer uma saia, cauda ou manga removíveis?”, lembra Camila.

Leia também: Vestido de noiva semi-sereia | Tudo sobre o modelo

Dois vestidos diferentes e uma mesma linguagem

Se você realmente sonha em usar um second dress pro casamento, é interessante pensar que os dois modelos escolhidos “conversem entre si”. “O principal cuidado que ela deve ter é se atentar para que os dois vestidos trabalhem uma linguagem próxima, especialmente porque aspectos como cabelo e maquiagem são mais difíceis de serem modificados. Outro cuidado é que, se ela resolver trocar para um vestido curto, ela precisa se atentar para acabar não perdendo a ‘cara de noiva’”, justifica Clara.

Marie sugere que os vestidos tenham algum elemento em comum, que pode ser um detalhe, renda ou pedraria.

Leia também: Vestido de noiva 2020 | Principais tendências para o ano

Acessórios, penteados e sapatos

Se vai trocar de vestido, será que há necessidade de mudar o penteado ou os acessórios? Marie e Camila não veem necessidade, a não ser que a noiva já tenha uma troca de cabelo marcada.

Já Clara pondera que depende da proposta do second dress. “Se o segundo vestido tiver uma proposta muito diferente da do primeiro, ela pode precisar trocar não só os acessórios, mas o próprio penteado, o que vai demandar mais atenção que o normal do profissional de Dia da Noiva”, alerta.

Uma questão relevante é com relação ao sapato durante as provas do vestido. “Se a noiva quiser usar o second dress com um salto mais baixo, então vale levar este salto também nas provas para que a barra do segundo vestido seja feita para ele”, aponta Camila.

Leia também: O que você precisa saber sobre vestido de noiva com manga longa

Momento da troca de looks

Já decidiu que vai fazer um second dress? Ótimo! Marie indica os melhores momentos para fazer esta mudança de look: “a noiva já pode entrar na festa com o segundo look, abrindo a pista, por exemplo. Também é possível providenciar uma fugidinha estratégica no meio da festa e realizar a troca”.

Elenir Moreira, da grife Ellis Verline acredite que o momento ideal seja após as fotos protocolares. “A necessidade de um segundo vestido reside na mobilidade para aproveitar melhor a festa, assim sendo o momento mais adequado para a troca é após as fotos no local da recepção. Finda essa etapa, a noiva já pode trocar de vestido e aproveitar a festa”, comenta.

Camila aponta que tudo vai depender do desejo da noiva. “Se ela quer que todos os convidados vejam o primeiro vestido, já que muitos não vão à Igreja, ela deve dançar a valsa e depois trocá-lo. Se o vestido tiver uma cauda imensa ou for muito pesado – o que impossibilitaria a primeira dança, ela deve fazer a troca antes de entrar na festa”, indica.

Leia também: Vestido de noiva mullet: como usar?

Vestido de noiva 2 em 1

Uma alternativa para quem não tem orçamento disponível para dois vestidos é optar por modelos dois em um. “Hoje em dia boa parte das noivas acabam ficando com o mesmo vestido da cerimônia , já que existem muitas opções para transformar o look, sem precisar mudar todo modelo”, declara Marie.

Para fazer um vestido 2 em 1, Marie comenta que é possível fazer uma sobressaia, blusa, mangas  e alças removíveis.

Elenir, da Ellis Verline  ressalta que é preciso entender a mensagem que a noiva quer passar, e então o profissional irá direcionar ou para um segundo modelo, ou para um vestido 2 em 1.

“Um vestido 2 em 1 bem planejado e com execução perfeita pode garantir à noiva a suntuosidade do vestido para a cerimônia e a mobilidade para a festa. Já o second dress requer uma identidade diferenciada para não parecer com uma convidada nos registros do casamento. Ambos são opções incríveis para quem deseja se divertir com tudo o que tem direito no seu Dia, a decisão fica por conta dos detalhes adicionais como o perfil da noiva, estilo da festa e do vestido da cerimônia”, comenta Elenir.

Leia também: Vestido de noiva com manga: escolha o modelo ideal

“Existem várias propostas de modelo 2 em 1. Existe o modelo curto com a saia longa removível, um vestido sereia com uma sobressaia princesa, os com a cauda removível e alguns em que é possível remover até os boleros ou mangas, dando outra cara para o modelo. Eles já são confeccionados pensando nessa transição, que dá a impressão de que ela usou dois modelos diferentes’, menciona Clara.

De acordo com Camila, a execução de saias removíveis depende de cada modelo, mas em sua maioria são costuradas no vestido e para removê-las, elas são descosturadas. Já as mangas têm uma aplicação de renda imperceptível formando uma alça ou manga e são recortadas ali, na hora de removê-las.

Veja mais inspirações de vestidos de noiva no nosso perfil no Pinterest

</>

Fornecedores citados nesta matéria

Sobre:

#
Marina Pastore

Marina Pastore é jornalista e trabalhou na Folha de S.Paulo. Desde 2011, quando começou a organizar seu próprio casamento, se apaixonou pelo assunto e criou um blog, o Vestida de Branco, para dividir ideias, opiniões e dúvidas. Anos depois do seu casamento, ainda adora falar sobre o assunto, ajudar as noivas e com...

1 comentário

  1. Avatar Vânia Oliveira

    Amei a matéria.

    Parabéns!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Av. Dr. Chucri Zaidan 1550, 31º - São Paulo - CEP: 04711-130 - CNPJ: 08.762.226/0001-31 © iCasei 2007 - 2020