Revista

Pista de dança animada do início ao fim: como fazer?

Veja as dicas do Dj Fábio Reder para não errar na sua playlist e manter a pista de dança animada

O que faz com que os convidados fiquem tão felizes no seu casamento que não queiram ir embora? Certamente, uma pista de dança animada têm um papel fundamental na empolgação dos convidados e sua permanência na festa.

Para desvendar os segredos de uma pista de dança animada, conversamos com o Dj Fábio Reder, que está na área desde 1990. Aos 16 anos, ele começou a atuar em um Club para 2000 pessoas semanalmente. Desde então, ele coleciona vários trabalhos como fazer parte da equipe que criou a imagem Dance Music da
rádio Metropolitana FM, depois da Energia 97FM. Em 1999, depois de tocar no Club Absoluto, ele passou a se dedicar aos eventos sociais e corporativos pela empresa TRBR Eventos. Hoje ele acumula quase 2.500 eventos realizados e foi um dos primeiros DJs do Brasil especialista em eventos para a comunidade judaica.

Veja também: 30 músicas para casamento em 2020

Como deixar a pista de dança animada?

Confira as dicas do  Dj Fábio Reder para montar uma playlist impecável de músicas animadas para o seu casamento:

1.Escolha um bom profissional

O primeiro passo em busca da sua pista de dança animada é a escolha do Dj. Para Fábio Reder, um dos erros cometidos pelos noivos é contratar o primeiro DJ que aparece visando só o preço que ele cobra ou porque faz parte de um pacotão, sem pesquisar muito na internet sobre ele e outros.

Foto: Fábio Reder

Depois de fazer uma pesquisa detalhada, Fábio Reder sugere que os noivos escolham três profissionais e que conversem com eles individualmente. “É como se fosse uma entrevista de emprego, para bater o martelo no DJ que mostrar mais afinidade e simpatia com os noivos. Contratar um DJ é como contratar um CEO, ele deve preencher muitos requisitos importantes para quem contrata e, ao mesmo tempo, ele deve querer fazer parte daquela festa como se fosse a festa dele, sentindo a ansiedade, alegria e nervosismo dos noivos como se fosse com ele mesmo. O DJ profissional ideal, além do lado emocional, também deve dar segurança profissional de orçamentos, contratos, recibos, notas e um respaldo profissional em caso de acidentes que o impossibilite de cumprir o compromisso, para que a festa seja executada normalmente com outro DJ”, pontua.

Veja também: Só nacionais! Inspire-se em 30 músicas românticas para casamento

2. Cada festa é única

Entender que cada festa tem um estilo e perfil de convidados é importante para o DJ e para os noivos. “A melhor forma de manter uma festa animada é se tornar parte dela. Não existe regra porque a música age de forma psicológica nas pessoas e fazer casamento é sempre uma surpresa do que vamos encontrar”, aponta Reder.

Fábio Reder

Veja também: Música de casamento para entrada das alianças | TOP 50 ideias

3. Aquecimento é fundamental

Para o Dj Fábio Reder, existe uma espécie de aquecimento para entender as reações dos convidados. “No meu caso, seria o ‘Warm Up’ ou o coquetel. Acredito que neste momento uma boa pista começa a ser desenvolvida para um DJ de boa percepção. No meu caso, eu fico atento as reações das pessoas em diversos momentos, inclusive relacionados aos planos de ação do serviço, quando percebo que está no momento de começar uma pista uso o que coletei de informações no coquetel e jantar para tocar músicas que aos poucos irão contagiando as pessoas, naturalmente uma ótima pista se forma”, explica Fábio Reder.

Veja também: Música para saída dos noivos: como escolher a canção perfeita?

Foto: Fábio Reder

Veja também: 30 sugestões de música para entrada dos padrinhos de casamento

4. As músicas que não tem erro para uma pista de dança animada

Sabe aquela música animada que faz todo mundo levantar da cadeira para dançar? Existem algumas canções e ritmos que invariavelmente agitam o pessoal. Para o DJ Fábio Reder, elas mudam o tempo todo de acordo com os momentos.

Veja também: 30 músicas para a entrada do noivo ser inesquecível

Foto: Fábio Reder

“Alguns anos atrás eram os ritmos dos anos 70, depois os rocks, dances musics e assim por diante. Atualmente, os remixes de músicas brasileiras então bastante em alta. Mas as músicas do final dos anos 90 e começo dos anos 2000 estão começando a ganhar bastante importância nas festas. Principalmente porque os noivos que estão casando curtiram essa época junto com muitos convidados que estão presentes e essas músicas sempre trazem boas lembranças”, justifica o Dj.

Veja também: Música para os votos: dicas para deixar esse momento ainda mais emocionante

5. Atendendo gostos pessoais

Como cada festa é única, muitas vezes ocorre dos noivos terem gostos musicais bem diferenciados – e que talvez não seja muito conhecido entre os demais convidados. Há alguns que gostam de rock, outros de ritmos regionais ou ligados a uma determinada religião. Como balancear uma pista de dança animada e os gostos pessoais? Nestes casos, o Dj Fábio Reder acredita que deve-se manter o máximo respeito ao gosto dos noivos, orientando os melhores momentos para as músicas que eles gostam, mas que não são tão comuns.

Veja também: 50 lindas músicas para a entrada da noiva

Foto: Fábio Reder

Veja também: 50 músicas evangélicas para a cerimônia do casamento

“Existem muitas opções musicais além de rock pesados e músicas regionais e cada uma dessas opções são especificamente diferentes e distintas, exigindo muita informação para explicar como proceder em cada uma. Mas no caso do Rock, procuro descobrir as bandas específicas que os noivos gostam e se elas tiverem músicas mais lentas, tento encaixá-las no coquetel e jantar, guardando as músicas mais incomuns de casamentos para um momento específico combinado com os noivos. No caso de músicas regionais ou culturais (árabes, judaicas, italianas, etc …), combinamos um momento chave importante em que a família participará e fará com que os convidados sejam contagiados a participarem. Tudo isso é uma questão de momentos, mas na maioria das vezes eu sinto isso com meu ‘feeling'”, destaca Fábio Reder.

Veja também: Top 10 músicas para os cumprimentos dos noivos

6. Pedidos dos convidados

Vale atender pedidos de músicas dos convidados para ter uma pista de dança animada? Para o Dj Fábio Reder, é super válido! “Uma festa de casamento não é como um Club que as pessoas vão e já sabem o que ouvirão. Cada pessoa ali presente tem um gosto e muitas vezes os pedidos são importantes para encaixar uma música que trará ótimas lembranças mas que o DJ não sabe disso. Eu faço parte da festa tanto quanto qualquer convidado e quero que todos se divirtam, como todos ali também querem”, argumenta.

Foto: Fábio Reder

Veja também: Músicas para a entrada dos pais: 20 sugestões para o momento

7. Cuide de todos os detalhes

Uma pista de dança animada vai além da escolha das músicas – há uma série de detalhes que impactam na permanência dos convidados. “Um ambiente agradável que não seja nem frio nem quente e um bar próximo da pista são elementos importantes. Quando o local é distante as pessoas se preocupam muito como irão voltar e isso torna a festa engessada. Um jantar  servido muito tarde atrapalha o psicológico das pessoas para dançarem e um limite de horário de contratação atrapalha no repertório musical da festa”, destaca Fábio Reder.

Veja também: 30 músicas românticas internacionais para cerimônia de casamento

Foot: Fábio Reder

Sobre:

#
Marina Pastore

Marina Pastore é jornalista e trabalhou na Folha de S.Paulo. Desde 2011, quando começou a organizar seu próprio casamento, se apaixonou pelo assunto e criou um blog, o Vestida de Branco, para dividir ideias, opiniões e dúvidas. Anos depois do seu casamento, ainda adora falar sobre o assunto, ajudar as noivas e com...

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Av. Dr. Chucri Zaidan 1550, 31º - São Paulo - CEP: 04711-130 - CNPJ: 08.762.226/0001-31 © iCasei 2007 - 2020