Saber o seu tipo físico pode ser essencial na hora de escolher o vestido para madrinha de casamento. Dependendo do seu biotipo, alguns vestidos podem cair como uma luva enquanto outros podem não valorizar em nada.

Styling-Tips-Vestido-ideal-para-cada-biotipo
Foto: Annie Lebovitz/ Vanity Fair

“Não há formula mágica, duas pessoas com o mesmo biótipo – uma plus size e a outra bem magra – vão ter proporções diferentes, é preciso respeitar a diversidade, até mesmo dentro de cada tipo físico”, destacam Jessica Oliveira Blaszcyk e Thaiana Wielewski, da consultoria de imagem Just for Brides.

Confira as dicas para escolher o modelo certo para cada tipo de corpo:

Styling-Tips-Vestido-cada-biotipo
Foto: Harper’s Bazaar/ Divulgação

“Esse formato de corpo é o mais proporcional de todos – os ombros e o quadril estão na mesma linha e a cintura é bem definida. Para manter o equilíbrio dessas proporções, o ideal é valorizar a cintura e evitar usar qualquer coisa que desequilibre as proporções, como manga bufante e saias muito armadas”, explicam Jessica e Thaiana.

De acordo com Juliana Georges Simões, da Victoria Alta Costura, para as mulheres com este tipo de corpo, o ideal é apostar em modelos longos que tragam fendas, alcinhas, frente única, trapézio e chemisier. “O segredo é apostar em decotes V e peças com modelagem ajustadas. Cintos grandes na cintura, detalhes nos quadris e seios e decotes ousados devem ser evitados”, afirma Juliana.

Styling-Tips-O-modelo-de-vestido-ideal-para-cada-biotipo-ampulheta
Foto: Versace outono/ inverno 2016/ Divulgação

Segundo as consultoras do Just for Brides, neste estilo de corpo, os ombros são mais estreitos e o quadril chama mais atenção dentro dessa geometria corporal. “Para que exista uma harmonia, o foco de atenção deve ser a região superior (colo e busto). Por isso os favoritos são os decotes em forma de coração, decote canoa ou em V. Prefira as saias que não tenham muito volume e que acomodem bem o quadril”, recomendam.

Juliana sugere o uso de vestidos no estilo frente única e tomara que caia, pois valorizam os seios, aumentando as costas e os ombros. “Evite cintos que chamem atenção para a cintura e aposte em modelos transpassados e cores escuras na parte de baixo do corpo”, alerta.

Styling-Tips-O-modelo-de-vestido-ideal-para-cada-biotipo-triângulo pêra
Foto: Elie Saab primavera/ verão 2016/ Divulgação

Nessa silhueta, o que mais chama atenção são os ombros, que são mais largos que o quadril. “Por isso, pode abusar de saia com volume e tecidos mais estruturados na região inferior, chamando sempre a atenção para essa área e disfarçando o volume dos ombros. Evite usar qualquer detalhe que chame atenção para os ombros, como ombreiras e excesso de bordados e aplicações nessa região. Vestidos com alcinhas bem finas devem ser evitados”, expõem Jessica e Thaiana.

Juliana também dá algumas dicas para este biotipo: “vestidos que tenham alças mais largas e com decotes em V e transpassados são indicados. Na parte de baixo, pode abusar de volumes e detalhes- como drapeados – que aumentam o quadril. Evite comprar aqueles vestidos que possuem decotes canoa, tomara que caia, frente única ou aqueles de mangas balonê”.

Styling-Tips-Vestido-ideal-triângulo-invertido
Foto: Oscar de la renta Resort 2016

De acordo com as consultoras de imagem do Just for Brides, essa silhueta não possui muitas curvas, por isso o ideal é criar a ilusão de uma cintura, valorizando essa região. “Chamar atenção para os ombros e para as pernas também desvia a atenção do centro do corpo e deixa o visual harmônico. Desenhos ou recortes geométricos valorizando a cintura são uma boa opção”, indicam.

Para Juliana, o ideal é apostar em modelos transpassados e acrescentar detalhes e volume na região do busto, assim como as pregas e drapeados nas laterais. “Outra dica importante é o uso dos cintos e dos bordados horizontais”, propõe.

Styling-Tips-O-modelo-de-vestido-ideal-para-cada-biotipo-retângulo
Foto: Elie Saab outono/ inverno 2016

Nesse formato, o que atrai mais a atenção é a região abdominal, por isso a silhueta deve destacar as áreas mais finas do corpo como pulsos, colo e tornozelo. “O modelo deve ser estruturado, com recorte no busto e levemente rodado na região inferior. Evite vestidos muito colados, estampados e com babados”, alertam as consultoras do Just for Brides.

“O vestido de festa ideal para meninas do biotipo oval são aqueles que possuem as alças mais largas e que não sejam colados ao corpo. Já os bordados verticais são ótimos aliados, pois chamam a atenção para as laterais e alongam a silhueta, assim como os tons escuros, que disfarçam a saliência na região do abdômen, enquanto as estampas exageradas e cores claras são capazes de ressaltar a parte do corpo indesejada”, comenta Juliana.

Styling-Tips-O-modelo-de-vestido-ideal-para-cada-biotipo-oval
Foto: Badgley Mishka primavera/ verão 2016/ Divulgação

A escolha de tecidos

Na hora de escolher os tecidos para os vestidos das madrinhas, é interessante pensar sobre a proporção de cada corpo.

“O mais importante é que o tecido não marque determinadas partes do corpo que a madrinha não gosta. Por exemplo, o tafetá, que é um tecido mais estruturado, pode marcar a barriga, mas se o vestido for bem desenhado respeitando o biotipo da madrinha, ele ficará perfeito e pode até disfarçá-la. Uma dica simples: tecidos mais leves como seda e crepe devem ser usados em modelagens mais fluidas com movimento, porque muito próximos ao corpo marcam todas as imperfeições até das mulheres mais magras. É preciso que o estilista respeite o caimento do tecido e a geometria corporal de quem o usará”, afirmam Jessica e Thaiana.

Styling-Tips-Vestido-ideal-para-cada-biotipo
Foto: Arthur Elgort/ Vogue

Madrinhas iguais – será uma boa ideia?

Muitas noivas desejam ter madrinhas com a mesma cor de vestido e modelo – moda que veio do exterior e está sendo cada vez mais adotada no Brasil. Será que dá certo? Para as consultoras de imagem do Just for Brides, isso pode criar um desconforto, porque não existe uma cor que fique bem em todos os tons de pele.

“Há peles com tons quentes e frios e cada uma ficará bem com um tom diferente. A nossa dica é que a noiva escolha uma paleta de cores para as suas madrinhas usarem e essa paleta deve estar em harmonia com os tons escolhidos para a decoração. Não precisa e nem devem ser exatamente os mesmos tons, mas eles devem ser complementares para criar uma harmonia, uma coerência visual”, sugerem.

Styling-Tips-Vestido-ideal-para-cada-biotipo_tom de pele

Juliana complementa: “Particularmente não acho bacana definir apenas uma cor para todas as madrinhas, pois dificilmente combinará com todos os tons de pele. E muitas vezes algumas madrinhas não aprovam a cor escolhida. Sugiro deixar à vontade, vetando apenas tons muito claros como off white, branco e o preto”.

Com relação ao uso de modelos iguais, Juliana afirma que geralmente modelos evasês ou com saia fluida em musseline de seda pura, ficam bacanas na maioria dos tipos físicos.

Styling-Tips-Vestido-ideal-para-cada-biotipo
Foto: Vogue US/ Divulgação

Serviço

Just For Brides

Site: http://justforbrides.com.br/

Telefone: (41) 8849-0583

Contato: contato@justforbrides.com.br

Victoria Alta Costura

Site: http://www.victoriaaltacostura.com/

Endereço: Alameda dos Nhambiquaras, 722 – Moema – São Paulo

Telefone: (11) 5051-6065

Contato: contato@victoriaaltacostura.com

Tags da matéria

Vai se casar?

Assine a nossa newsletter e fique por dentro das últimas novidades e tendências!