Marcar a presença de alguém importante no casamento, e que não pode estar ali, é a principal função do relicário no buquê da noiva. Este pode ser mais um dos detalhes sutis no projeto da união de um casal, carregado de significados e ao mesmo tempo discreto.

A peça não passa despercebida pelos convidados e dá a possibilidade de ser guardada após o momento festivo.

relicário-para-buquê-de-noiva
Foto: Kate Robinson Photography

 

Relicário: o que é?

Também conhecido como medalha para buquê de noiva clássico ou moderno, o relicário é usado para retratar pais, mães, avós ou outras pessoas especiais. Quase sempre feito em metal, o tamanho varia entre três e seis centímetros, similar ao de um pingente. Frases também são comuns na peça.

“Pode ser encontrado também naquele estilo que abre em duas partes e o interior revela o significado”, afirma Fábio Brazil, designer de joias da Brazil & Murgel. Dessa forma, a medalha personalizada para buquê pode, inclusive, tornar-se um adorno em gargantilhas depois do casamento.

relicário-para-buquê-de-noiva
Foto: Jeff Tisman

 

Como usar o relicário no buquê de casamento

Quando a intenção é ser algo discreto e pessoal, a peça costuma ser pequena e não evidenciada. “Nesse contexto, o relicário não aparece para os convidados e é colocado no caule do buquê de noiva artificial ou natural, onde a futura esposa o segura”, explica Marina Tsuji, da Néctar Decorações.

Ainda no cenário mais discreto, a profissional acrescenta que a joia para casamento só é notada nos registros do casamento. Os fotógrafos costumam enquadrar a peça, como de costume com as alianças do casal. “Inclusive, durante a entrada na cerimônia, a parte do buquê em que ele é colado fica virada para ela”, conta Marina.

Outra opção aliada ao buquê de noiva é usar um terço com relicário. “Nesse caso, a foto vai atrás da medalha. Um lado tem o santinho e, do outro, fica a imagem  da pessoa. Essa é a nossa recomendação quando a moça deseja que a peça fique à mostra”, afirma Alessandra Cazzaro, designer de joias que dá o nome ao próprio ateliê.

A profissional acrescenta que, quando a intenção é dar destaque ao detalhe, optar apenas pelo relicário pode fazer com que a peça se perca no buquê. “As flores nas mãos da noiva já possuem bastante informação. O terço marca presença ali. Ao andar, um dos lados dele vai aparecer.”

Foto: Alessandra Cazzaro/Danilo Maximo

 

Estilo do pingente para buquê: relicário de casamento

Os tons e estilo da festa de casamento podem ajudar a escolher o design do detalhe no buquê. “O ouro rosé fica bacana no relicário. Mas recomendo pensar na composição da festa e o que mais predomina no ambiente: prata ou dourado”, explica Marina.

Alessandra afirma que o tom rosé combina com o estilo rústico que recebe um toque de sofisticação. “Essa cor é muito utilizada no boho chic, durante o dia e com um vestido mais fluido. O relicário nesse contexto fica muito bonito.”

Entre clássico e contemporâneo, Brazil afirma que peças no primeiro cenário acabam sendo as mais pedidas pelas noivas. “Clássico e delicado são os estilos para o relicário que mais têm saída. Mas é possível modernizar a peça.”

relicário
Foto: Orchard Cove Photography

 

Sócio de Brazil na joalheria, Henrique Murgel lembra que o significado da peça pesa mais (em termos de relevância) do que o estilo em si. “É importante que o relicário conte uma história. E, nesse sentido, não é necessário que ele tenha uma foto. Uma gravura que lembre a pessoa ou um momento pode sair do literal e ser carregado de significados.”

Para quem opta pela foto, entre as coloridas ou em preto e branco, Alessandra fica com a segunda opção. “Pode dar destaque no buquê e ficar mais harmônico com o contexto.” A profissional conta também que a maioria das noivas escolhem material em prata e banham a peça em ouro amarelo, branco ou rosé.

relicário-para-buquê-de-noiva
Foto: Jessica Lynn Photography

 

Quanto custa o relicário?

A impressão de alto custo pode afastar a ideia do relicário como um detalhe a mais para a festa de casamento. “É raro porque as pessoas têm medo de que fique caro. A prata é uma opção para diminuir o valor”, revela Brazil.

Tamanho e acréscimo de pedrarias influenciam no valor do relicário. Alessandra comenta que é possível confeccioná-lo com orçamento entre R$ 300 e R$ 500. “Entretanto, se a escolha pender para o ouro e os diamantes, por exemplo, o preço final vai mudar bastante.”

Para os noivos que têm orçamento menor, um relicário para buquê no Mercado Livre conta com preços mais baixos. É possível encontrar peças com fotos a partir de R$ 39. Vale ressaltar que o modelo é mais simples, no formato de medalha e com materiais menos resistentes.

O metal não é tão resistente quanto o ouro, mas o profissional explica que o relicário não é uma peça que costuma ser usada diariamente.

relicário
Foto: Anna and Spencer Photography

 

Você pode usar uma joia que representa a pessoa

Caso a pessoa a ser lembrada com a  peça tenha tido uma joia, Murgel orienta usá-la para confecção do relicário. “Por exemplo, a noiva tem um anel dessa pessoa em ouro ou prata. É possível derretê-lo e transformá-lo. Dessa forma, o detalhe terá um sentido duplo.”

Veja mais inspirações de buquê de noiva no nosso perfil no Pinterest 

</>

Tags da matéria

Comentários