Revista

O que é e como funciona a consultoria de imagem para noivas

A consultoria de estilo ou imagem pode ajudar muito no processo de autoconhecimento, em especial para quem vai casar

A procura pelo vestido de noiva ideal é uma das principais preocupações da noiva para o Grande Dia! Afinal, são tantas opções disponíveis, estilos diferentes e inspirações. que é natural ficar confusa! Porém, nesse momento vale a pena apostar em uma consultoria de imagem.

“A consultoria de imagem é uma ferramenta de tradução da personalidade e do estilo de vida do cliente em formas de vestir. Partimos do princípio de que cores, formas, texturas e materiais são capazes de comunicar, transmitir efeitos e sensações e que, portanto, podem dizer muito sobre as pessoas”, afirma a consultora de estilo e doutora pela Universidade Federal de Goiás, Bárbara Lyra.

Veja também: Colorimetria | Técnica aponta qual paleta de cores combina com você

consultoria de imagem

Foto: Shutterstock

Sarah Schulz, stylist e uma das criadoras do SATT LAB, define a consultoria como um projeto feio por quatro mãos, que impacta diretamente na autoimagem/autoestima de cada mulher. “É algo personalizado e humano! Um processo de autoconhecimento e também de desabrochar. A consultoria não muda ninguém, ela simplesmente traz à tona ‘partes’ maravilhosas que muitas vezes estão escondidas, ou seja, ela revela!”

Com os conhecimentos adquiridos na consultoria de imagem, as mulheres podem ter ajuda quanto à maximização do tempo no seu dia a dia, como looks montados para usar e auxílio nas compras. Sem contar o amor próprio, afinal, a consultoria traz segurança e acaba impactando no âmbito profissional e pessoal. 

Como funciona a consultoria de imagem para as noivas?

Quanto mais conhecimento e reflexão sobre quem você é, melhores são suas escolhas. Por isso, com as noivas, a consultoria de imagem funciona bastante, e de um jeito muito especial. Ao procurar por um vestido de noiva, é fundamental que a questão do estilo pessoal seja levada em consideração, afinal de contas, estamos falando de um dia muito especial e em que a comunicação não-verbal pode fazer muito pela cliente.

Para mostrar a eficácia desse método, Bárbara deu vários exemplos bem legais:

  • Um vestido estruturado, com recortes geométricos e poucos detalhes tem uma linguagem visual diferente de um vestido de tecido fluido com detalhes em renda e laço na cintura.
  • Um vestido justo transmite uma mensagem diferente de um vestido rodado.
  • Um decote tomara-que-caia é diferente de um vestido de mangas longas que cobre todo o colo.
consultoria de imagem

Foto: Shutterstock

“Todos esses detalhes falam sobre mulheres de diferentes perfis. Assim, de modo bastante prático, a cliente que conhece seu estilo pessoal pode direcionar sua escolha com bastante objetividade, delimitando tecidos, recortes, silhuetas, texturas. Este raciocínio também se aplica à escolha dos acessórios, da maquiagem e do penteado. Uma noiva que conhece seu estilo tem a chance de expressar seu universo particular de forma muito mais eficiente”, afirma ela.

Outro fator a ser considerado pela noiva é a análise de coloração pessoal. “Ainda que estejamos falando de uma gama de cores claras, garanto que a escolha da cor do vestido influenciará na harmonia e na beleza da noiva. Além disso, falamos também sobre a escolha dos tons da maquiagem. Conhecer as cores da cartela pessoal certamente fará com que a beleza da noiva seja ressaltada”, detalha a doutora. 

A consultora de noivas e debutantes Sônia Izidoro afirma que os profissionais do ramo precisam estar em grande conexão com os clientes, para captarem as nuances obtidas nas conversas, pois é um processo de reflexão em conjunto. “Será que você sabe o que gosta de verdade? Por isso, o trabalho é de questionamento do questionamento, especialmente pensando em uma análise da pessoa de como ela se enxerga, como ela imagina que as outras pessoas a enxergam e o que ela realmente quer passar.”

Veja mais – Brincos para noivas | Dicas para escolher o modelo perfeito

Qual o processo de consultoria de imagem?

Por meio de conversas, referências de imagem e exercícios, a consultora entra em contato com o universo pessoal da cliente, traduz estas informações em linguagem visual e organiza uma espécie de mapa personalizado de direcionamentos – que geralmente se chama manual de estilo – que englobam a aparência pessoal.

“Aliás, é importante dizer que um bom trabalho de consultoria segue os desejos, preferências, referências e objetivos da cliente e não o gosto da consultora, as tendências de moda ou a busca por um tipo físico ideal. Assim, para que este esquema de tradução de referências e de comunicação não-verbal funcione, um bom profissional de consultoria de imagem precisa aliar muita técnica, sensibilidade e capacidade de escuta para que o mapa seja bem desenhado e a cliente se coloque no mundo de forma coerente com suas particularidades”, comenta Bárbara. 

consultoria de imagem

Foto: Shutterstock

Não, a consultora de imagem não vai sair ditando regras ou jogando peças de roupa fora, sem o seu consentimento!

Veja mais – Saiba qual maquiagem para noiva combina mais com sua pele

Passo a passo de uma consultoria de imagem

1) Questionário + exercício com referências visuais  

Muitas fotos, pesquisas nas redes sociais e o questionário irão ajudar nos primeiros passos, os quais se resumem a tentar entender quais são as referências de estilo da pessoa e toda a bagagem cultural que ela carrega.

2) Análise da silhueta do corpo, do rosto + análise de cores 

Como é o seu corpo? Quais são suas principais dúvidas em relação à silhueta? e ouras são algumas das perguntas feitas durante essa etapa. Além disso, existe a famosa análise de cores, que consiste em colocar tecidos de diferentes tonalidades que variam entre os quentes e os frios, para encontrar as melhores cores para o seu subtom de pele.

3) Apresentação da identidade visual 

“De modo geral, uma consultoria de imagem completa inicia-se com análises investigativas sobre o universo da cliente, como objetivos, rotina, guarda-roupa, análise de coloração pessoal e análise de tipo físico. Após esta etapa, a consultora analisa os dados coletado e apresenta uma proposta de identidade visual no manual de estilo. Este material detalha as roupas, cores e acessórios que atendem as necessidades da cliente”, diz Bárbara.

consultoria de imagem

Foto: Shutterstock

4) Closet Clearing 

Este é o momento de ver as peças já existente do guarda-roupa. Geralmente, é a fase que muitas pessoas têm medo, pois acham que a consultora irá jogar tudo fora, o que está errado. “Consiste em analisar as peças e verificar se estão condizentes com os objetivos da cliente, sugerir que peças sejam removidas, como aquelas danificadas ou velhas e também as que não servem mais. Nada é removido do armário sem o aval da cliente. Muitas peças são separadas também para costura para ajustes ou reformas”, explica Sarah.

Veja mais – O guia definitivo das rendas para vestido de noiva

5) Personal Shopper  

Após analisar todos os dados possíveis do guarda-roupa, uma lista de peças que precisam ser compradas é feita e, com ela, cliente e consultora visitam lojas selecionadas de acordo com a realidade financeira e estilo, experimentam peças e, mais importante, conversam sobre custo-benefício, materiais, caimentos de peças e outros assuntos. “Ou seja, a cliente exercita os aprendizados para compreender suas prioridades e realizar compras eficientes sozinha”, aponta Bárbara.

consultoria de imagem

Foto: Shutterstock

6) Montagem de looks 

Chegou a hora de reunir as peças que as clientes já tem + o que foi comprado e ensinar diversas formas de usar as peças, versatilidade de cada peça, também criando looks que a cliente normalmente não montaria sozinha. 

Bárbara afirma que a consultoria de imagem ajuda a cliente em tudo o que envolve o vestir: da definição da identidade visual à escolha, combinação e manutenção das peças. “Todas essas propostas são guiadas pelo projeto de identidade visual delineado no manual de estilo. Essa ferramenta, que busca por assertividade e intenção, leva a cliente a estabelecer uma relação mais tranquila com o vestir uma vez que as peças escolhidas transmitem sua personalidade, tem a ver com sua rotina, estão adequadas às suas necessidades, objetivos de estilo e de comunicação.”

7)  Entrega do guia de estilo 

“Aqui é o momento em que a cliente recebe um guia personalizado, de acordo com tudo que foi pesquisado e aprendido na consultoria de imagem. No guia ela receberá melhores cores de maquiagens, decotes que mais favorecem, dicas para aplicar no dia a dia, como truques de estilo, dicas de visagismo referente ao cabelo, óculos e muito mais. LEMBRANDO que o guia não é uma regra, não serve para aprisionar a cliente somente naquilo ali, mas sim um guia prático para orientar e facilitar”, enfatiza Sarah.

Veja mais no nosso perfil no Pinterest

</>

Sobre:

#
Tai Goulart

Jornalista, colunista, cantora, compositora, feminista e com vontade de evoluir sempre mais. Trabalha no jornalismo de celebridades e perfis há mais de sete anos e já passou por redações como Estilo e Capricho, como repórter de moda, beleza, comportamento e lifestyle. Co-criadora do projeto #Apenaspare, se sente c...

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Av. Dr. Chucri Zaidan 1550, 31º - São Paulo - CEP: 04711-130 - CNPJ: 08.762.226/0001-31 © iCasei 2007 - 2020