Revista

Casamento Jordana e Eric | Uma linda cerimônia intimista ao ar livre

Eles tiveram que readaptar o Grande Dia, mas realizaram um brunch com transmissão ao vivo para amigos e familiares

Casamento Jordana e Eric – Eles moravam na mesma rua quando eram criança, frequentavam os mesmo lugares, mas não se conheciam. Cresceram, e mais velho tinham o mesmo círculo de amigos, ambos sabiam da existência um do outro mas não eram próximos.

“Depois de muitos anos começamos a nos acompanhar nas redes sociais, mas sem muito contato. Até que um amigo muito próximo de nós dois começou a me chamar para festas que aconteciam na casa do Eric, mas eu nunca ia, foram muitos desencontros”, relembra a noiva rindo.

Foi somente em 2018, que eles começaram a interagir pelo Instagram. Eric passou a comentar em algumas postagem de Jordana e eles passaram a trocar receitas.

Foto: Mazzei Estúdio Fotografia / Gustavo Mazze

Veja também: Casamento no campo | Editorial traz mix de inspirações para o Grande Dia

“Foi uma receita de doce de leite que nos aproximou e então, eu finalmente aceite um desses convites e fui em uma hamburgada na casa dele”. conta Jordana.

Pessoalmente pouco conversaram, mas depois desse dia, eles nunca mais deixaram de se falar, foram se aproximando, ficando amigos, dividindo sentimentos e confissões, até que perceberam que não era apenas uma linda amizade, e desde da hamburgada até eles oficializaram o namoro foram cerca de dois meses.

“Foi um misto de sentimentos. Estávamos os dois em momentos diferentes emocionalmente. Ele havia terminado um relacionamento longo há pouco tempo e eu estava sozinha há muito tempo, já sabia exatamente o que queria e o que não queria. Eu estava exatamente na fase que estava bem do jeito que estava, cansada daquele jogo que a gente fica medindo as palavras e pensando muito no que o outro vai pensar pelas nossas atitudes, então com ele nunca tive isso. Sempre falei tudo que eu pensava e sentia e tinha bem em mente que se fosse para ser algo ia acontecer. E assim foi”, relembra a noiva.

 “Foi muito diferente de tudo que nós dois já havíamos vivido em relacionamentos. Sempre fomos muito sinceros com nossos sentimentos, abertos e sempre tivemos muito diálogo. Isso fez toda diferença no desenrolar das coisas depois. Desde o princípio soubemos que não era algo de momento e que a gente queria estar por perto o tempo todo, em qualquer situação”, completa Jordana.

Foto: Mazzei Estúdio Fotografia / Gustavo Mazze

Veja também: Vestido para casamento no campo para convidada | Guia completo

O pedido de casamento

Em menos de um ano de relacionamento, Jornada e Eric já sabiam que queriam viver juntos.

“Foi ficando muito difícil no fim do dia cada um ter que ir para sua casa e ficar separado. Começamos a pensar em casamento, falar sobre isso, mas fomos deixando para depois, planejamos viagens e outras coisas antes disso”, conta a noiva.

Com a pandemia, o casal passou um tempo separado, para poder seus pais em segurança. “Foi um período muito difícil para nós e acho que isso fez trazer a tona essa vontade de estarmos juntos de fato”, relembra Jordana.

O pedido aconteceu em maio de 202o, no dia do aniversário da Jordana. Ela relembra que eles ainda não estava se encontrando por conta da pandemia, mas que Eric havia combinado tudo com os pais dela.

” Quando deu meia noite ele me enviou um arquivo em vídeo e pediu para eu avisar quando eu terminasse de ver. Ele gravou a música que sempre falei para ele que me lembrava muito a gente (uma música do Vanguart que chama “e o meu peito mais aberto que o mar da Bahia”). Ele cantou e todos meus amigos cantaram um trechinho e enviaram mensagens de parabéns. Fiquei muito emocionada e liguei para ele chorando”, conta Jordana.

Foto: Mazzei Estúdio Fotografia / Gustavo Mazze

Veja também: Sapato para casamento no campo | Como escolher o modelo ideal

Mas engana-se quem pensa que acabou por aí, quando ela ligou para Eric, ele disse para ela ir até o carro do pai e pegar uma caixa, que estava lá dentro e esperar para abrir. Dentro da caixa, havia uma outra caixinha, com um anel de um joalheiro que Jordana admira muito e com a sua pedra favorita, ametista, já que ama roxo, e ai sim, ele fez o pedido e disse que queria logo viver todos os dias com ela.

“Eu sempre falei para o Eric que eu nunca sonhei com um pedido de casamento de filme, com um brilhante. Nós sempre tivemos nossas coisas únicas, que a gente entendia e eram nossas, e que eu queria algo assim. Na verdade eu nem pensava muito nisso, a gente sempre foi tão aberto sobre isso que eu achava que nem haveria “o pedido”, até porquê a resposta era óbvia. Mas ele me surpreendeu. E foi assim, do nosso jeito”, disse a noiva.

O sonho do casamento sempre existiu, mesmo sendo uma pessoa que passa muita autoconfiança, segurança e força, Jordana é muito sensível e sonhadora.

“Sempre sonhei com meu casamento, com minha família, mas depois de tanta coisa que vivi passei a não pensar muito mais nisso, passei a pensar mais na minha vida sozinha, mas o Eric fez isso tudo mudar, não como uma idealização, um conto de fadas, mas aquele sonho de vida real mesmo, de dividir o dia-a-dia mesmo”, revela.

Veja também: Casamento no campo | Saiba como organizar o Grande Dia

A escolha do vestido de noiva 

Jordana revela que sonhou muito com o vestido ideal, e que sabia que não queria algo tradicional. Na busca de fornecedores e com a vontade de prestigiar pessoas queridas, ela resolveu procurar uma amiga da faculdade, que desenho o vestido.

O modelo, começou a ser produzido, mas na segunda prova, ela resolveu parar, por conta do adiamento do casamento.

“Com essa adaptação achei que não cabia mais aquele vestido, que eu queria algo mais simples ainda e mais leve.Com a pandemia e a dificuldade de poder ver vestidos pessoalmente comprei um vestido simples pela internet. Eu estava bem tranquila e parei de pensar nisso, mas minha mãe achava que aquele não era o vestido, mas eu não queria mais me preocupar com isso”, relembra Jordana.

Quando tudo começou a melhora, em meados de julho, a mãe da noiva começou a procurar por um vestido, e Jordana a acompanhou em alguns lugares, foi então, que em um desses passeis, ela entrou na FARM, e deu de cara com um vestido off-white e se apaixonou completamente pelo modelo e pensou: “eu me casaria com esse vestido”, e assim ela escolheu o modelo do Grande Dia.

Foto:Mazzei Estúdio Fotografia / Gustavo Mazze

Veja também: Editorial Casamento no campo na Fazenda Vila Rica

O Grande Dia

A partir do momento do pedido, o casal começou a planejar o casamento. Contrataram fornecedores, escolheram a data e planejaram todos os detalhes.

“O Grande Dia foi muito diferente do que sonhamos e planejamos (…) imaginávamos que, mais de um ano depois, a pandemia teria acabado, as coisas estariam vem e poderíamos finalmente, todos, estarmos juntos e comemorar nosso tão esperado dia”, relembra Jordana.

Jordana conta que sempre foi muito artística, ela é arquiteta e artista visual, e queria que o Grande Dia do casal tivesse exatamente a carinha deles, e queria colocar a mão em tudo que pudesse fazer, e assim foi.

Ela fez a arte de todos os convites, toda a identidade visual, lembrancinhas, porta alianças, livro de votos, de recados, já que o casal sabia exatamente o que queria.

“Estávamos já com quase tudo pronto em janeiro, até que a situação da pandemia começou a piorar. Eu não queria adiar o casamento, não dava mais para esperar. Foi muito difícil, pensamos muito, choramos muito, até que um dia, falando com Deus, me veio uma calma, inexplicável (que só pode ser dEle mesmo) e decidimos adiar a festa, mas manter a data para a nossa cerimônia. Então começamos a conversar com os fornecedores e repensarmos como seria:, relembra a noiva.

Veja também: Guia completo da roupa de noivo para casamento no campo

A festa ficou para 2022, e a cerimônia (religiosa/civil) aconteceu no dia 10 de julho de 2021, com os pais e irmão.

“Pesou muito a questão da segurança de todos para nós. Mesmo que até julho a situação mudasse legalmente, de poder ter eventos com 60% de lotação, não sabíamos ainda como estaria a vacinação, não queríamos ter um dia com medo. Medo dos nossos amigos e familiares ficarem doentes, nós mesmos, medo de abraçar, de beijar, medo que acontecesse algo com nossos fornecedores, queríamos que fosse um dia feliz, sem preocupações. Mas ao mesmo tempo queríamos que nosso casamento de verdade fosse nesse dia e que todos estivessem com a gente de alguma forma. Foi então que decidimos transmitir virtualmente toda a cerimônia”, relembra a noiva.

A cerimônia aconteceu na chácara em que o noivo morava com o pai, o casal sempre gostou muito do pomar que existe ao fundo e sempre quiseram casar à luz do dia. Lá, planejaram tudo sozinhos, organizaram um brunch para os pais, irmão, cunhada e sobrinha do Eric, e reduziram ao máximo o número de fornecedores do dia.

“O buffet trabalhou apenas com 3 pessoas. Havia um fotógrafo, duas pessoas na transmissão, duas no som e o pastor apenas. Eu e minha mãe nos arrumamos em casa. Eu me maquiei e uma cabeleireira fez meu cabelo e da minha mãe.Eu havia pensado em cada detalhe da festa e então passei a pensar em cada detalhe da cerimônia. Mantive as coisas que eu havia feito já e adaptei algumas”, conta a noiva.

“O porta alianças que eu havia gravado, o livro de votos, o livro de recados que eu fiz junto com uma amiga que faz a encadernação, fiz a arte com pirógrafo na capa. A lembrança não daria para ser usada no contexto, então pensei em algo que fosse útil e que tivesse ainda nossa identidade para o dia. Junto com uma outra amiga fiz canecas com a arte e o nome de cada um. Foi útil para o brunch, serviu de marcador de lugar e era ainda um presente”, completa Jordana.

Foto:Mazzei Estúdio Fotografia / Gustavo Mazze

Jordana lembra que no dia estava bem tranquila e que recebeu muitas mensagens de pessoas queridas, enquanto o Eric acompanhava os preparativos.

“Tentei não ser tão controladora para esse dia como eu estava sendo para a festa, relaxei um pouco e confiei que as coisas iam ser como tinham que ser. Lembro muito da emoção de chegar e não conseguir ver o Eric. Quando começou a tocar a música que escolhi para entrar e sabia que ia ver a expressão dele, aí o coração foi a boca, mas mantive ainda a calma”, relembra.

“A cerimônia foi muito linda. A luz do dia estava especialmente linda naquele dia no pomar. As cores estavam vibrantes. Escolhemos fazer nossos votos e essa, definitivamente, foi a parte mais emocionante para mim, aí já não deu para segurar mais a emoção e foi difícil manter a voz”, completa a noiva.

Sobre a experiência de transmitir o casamento online, Jordana revela que foi ótimo, já que os amigos e familiares puderam participar desse momento e sentir toda felicidade e emoção do casal, que conseguiu aproveitar cada segundo desse dia inesquecível.

“Não foi como imaginávamos à princípio, mas foi da melhor forma que poderia ser. Nos surpreendeu, nos emocionou e estávamos com as pessoas que mais amamos e mais próximas de nós, inclusive os fornecedores. O pastor é meu pastor há muitos anos e o conheço desde criança. Uma amiga tocou e cantou as músicas que escolhemos a dedo lindamente. O fotógrafo foi o fotógrafo das bodas dos meus pais. Então tudo tinha muito amor e cuidado”, conta a noiva.

Foto: Mazzei Estúdio Fotografia / Gustavo Mazze

Veja também: Vestido de noiva para casamento no campo | Dicas para escolher o modelo ideal

A experiência com o iCasei

O casal optou por fazer o site e a lista de casamento com o iCasei, e você pode conferir abaixo o depoimento da noiva sobre a plataforma, que é pioneira no assunto:

” O site do iCasei foi uma ferramenta maravilhosa para organizar as informações e nossa lista de casamento, especialmente em tempos de pandemia. Consegui colocar todas as informações para os convidados e atualizações de mudanças de datas. Através do site conseguimos colocar também a transmissão da cerimônia.

Organizei o chá bar virtual pelo iCasei. Como fizemos online fiz a lista do chá pelo site também e foi ótimo, muito mais prático do que se tivéssemos ganhado os presentes físicos.

O atendimento foi sempre muito bom também. Consegui deixar todo o site pronto antes de entrar ao ar para ter tempo de deixar tudo certo.

Como estamos montando nosso apartamento foi ótima a lista de presentes pelo iCasei, nos ajudou muito com a reforma do nosso apartamento.

Agora que nossa festa será ano que vem vou reformular nossa página e estender o plano. Adorei a forma que os convidados conseguiam interagir pelo site, nos mandar mensagens, comentar nas fotos, as mensagens dos presentes, enquetes.

Indiquei para várias amigas que estavam organizando o casamento ao mesmo tempo que eu”.

Foto: Acervo iCasei

Fornecedores do Casamento

Site: iCasei
Lista: iCasei
Transmissão ao vivo: R2G Stream / Brunheroti
Fotografia: Mazzei Estúdio Fotografia / Gustavo Mazzei
Decoração: Arca Verde Decorações
Bolo e doces: Roberta Pileggi Doces
Buffet: Black Tie Buffet
Guestbook: Livre Encadernação Artesanal
Vestido da noiva: Farm
Fitas buquê: Carretel Fitas
Gravata: Borboletas by Lis
Suspensório: O Francês

Link transmissão:

https://www.youtube.com/watch?v=5YN8Hshlfas

Sobre:

#
iCasei

Somos o maior portal de casamentos do Brasil, e nada melhor do que especialistas no assunto para trazer dicas, notícias e tendências desse universo maravilhoso e encantador. Desde 2007 no mercado, mais de 1 milhão de noivos já usaram nossa plataforma.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Av. Dr. Chucri Zaidan 1550, 31º - São Paulo - CEP: 04711-130 - CNPJ: 08.762.226/0001-31 © iCasei 2007 - 2021