Revista

3 coisas que aprendemos com a série “Casamento às Cegas”

O que um dos grandes sucessos da Netflix, Casamento às Cegas, pode nos mostrar e fazer refletir

Alerta spoiler! 🚨 Se você ainda não terminou de assistir, cuidado! Esta matéria traz muito spoiler! E se você nunca ouviu falar em Love is Blind, ou Casamento às Cegas, a gente te conta um pouco!

A série, que deu – e ainda está dando – o que falar, virou um fenômeno da Netflix por reunir homens e mulheres em busca de um (a) parceiro (a) para casar. Mas, os casais só podem se falar em encontros às cegas, dentro de cabines, e só depois de ficarem noivos é que podem se ver.

Veja também: Netflix anuncia mais duas temporadas de “Casamento às Cegas”

Entre conhecer, ficar noivo, morar junto e casar, o casal tem apenas 1 mês! Intenso, né?  O que pode soar como loucura pra alguns, na opinião de outros foi um experimento social que funcionou muito bem e provou que o amor é cego sim!

Separamos 3 coisas que aprendemos com a série “Casamento às Cegas”

1 – O amor é cego sim!

Se a ideia do reality era provocar um experimento social que provasse, de um vez por todas, que o amor é cego, o objetivo foi alcançado! Alguns casais se apaixonaram, sim, sem ao menos se verem. Encontraram todas as semelhanças e projetos de vida em comum e ficaram noivos apenas conversando em encontros às cegas. E alguns ainda depois do encontro e de passarem uma temporada juntos seguiram na “missão casamento” e estão juntos até hoje!

Leia também: Recém-casados | 5 dicas básicas para se adaptar à vida a dois

É claro que essa não foi uma verdade para todos. Alguns participantes provaram e viram na pele que a aparência importa pra eles mais do que imaginavam na busca por um parceiro. Por este e outros motivos, estes mesmos participantes não seguiram com o casamento.

foto divulgação

Um dos casais que mais arrancou suspiros – e muita torcida! – do público foi Lauren e Cameron.  O casal descobriu muitas coisas em comum e se apaixonou em pouquíssimo tempo. No quinto encontro já estavam noivos! Mas, muitos dilemas acompanharam os dois. Ela, negra, e ativista da causa negra dos Estados Unidos, por fim, se viu noiva de um homem branco.

Em muitos momentos, Lauren expressa a preocupação dela com esta diferença e se questiona bastante em como seria o casamento com Cameron. Se a família o aceitaria, por exemplo, se ela estaria confortável ao lado dele. Em um dos momentos da série ela diz, inclusive, que possivelmente não se interessaria por Cameron caso o tivesse visto antes de conversar com ele!

Mas a notícia linda é: eles não só levaram a relação adiante, como estão muito bem e felizes juntos! Quer maior exemplo de que o amor é cego?

Aproveite para ver: 10 filmes de casamento para assistir na Netflix

2- Cada casal tem o seu tempo!

Se tem uma coisa que a série deixa bem evidente é que não existe uma fórmula para o amor. Para muitos, conhecer alguém e se casar dentro de 1 mês é loucura. Afinal, “não dá tempo de conhecer a fundo a pessoa com quem está se comprometendo”. Porém, dois dos casais provaram que não há regras, mas, sim, a decisão de fazer dar certo. E, por isso, não só seguiram com o casamento, como permanecem juntos até hoje – dois anos depois das gravações!

Mas, para alguns participantes isso não funcionou. Viram que, para eles, este tempo não era suficiente para assumir um compromisso tão sério. Precisavam de mais tempo para se abrir, se apaixonar e aceitar o outro com todas as qualidades e defeitos.

foto divulgação

Foi o caso de Giannina e Damian. O casal se apaixonou, foi até o altar, mas Damian disse “não”. A cena chocou muita gente, que tinha certeza que os dois se casariam, apesar de terem protagonizado várias brigas no reality.

Uma surpresa ainda maior foi revelada no último episódio da série, que reuniu todos os participantes para comentar o que tinham vivido no reality: Giannina e Damian não levaram o casamento adiante dentro da série, mas seguem namorando! Ou seja: precisavam de mais um tempo até um compromisso mais sério.

3 – Casamento é a decisão de ficar junto

Por fim, a conclusão do que falamos bastante por aqui: um casamento de sucesso vem a partir somente da decisão do casal de estar junto! Todo relacionamento tem seus altos e baixos e é exatamente na crise e nos tempos difíceis que os dois precisam segurar as pontas e lembrar dos pontos fortes do parceiro ou parceira e do porquê decidiram se comprometer.

Veja mais: Desafios da nova vida a dois: 10 dicas para construir um casamento que vai longe

Na vida a dois, muitos desafios podem surgir: diferenças no dia a dia, no comportamento em casa, diferenças na forma de se relacionar com a família, problemas com as finanças, na relação com o outro, enfim, diversas situações vão cercar o casal e é somente a seriedade no compromisso com o outro que tornará o casamento um relacionamento de sucesso.

foto divulgação

Um exemplo é o casal Amber e Matthew Barnett. Ambos com criações e estruturas familiares bastante diferentes. Amber chega a comentar que até cogitou pedir o divórcio em uma das discussões que se envolveu com o parceiro. Mas depois de muito diálogo, comunicação aberta e alinhamento de expectativas, seguiram juntos e continuam até hoje, muito felizes!

Confira abaixo o teaser da primeira temporada de “Casamento às Cegas”

Sobre:

#
Caroline Portes

Caroline Portes é jornalista, especialista em Marketing e Comunicação Integrada, e editora da revista iCasei. Escrever é sua paixão e também sua forma mais intensa de expressão. Ama contar histórias e se inspirar com o amor em todas as suas formas. É paulista de nascença e capixaba de coração.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Av. Dr. Chucri Zaidan 1550, 31º - São Paulo - CEP: 04711-130 - CNPJ: 08.762.226/0001-31 © iCasei 2007 - 2020