Se você sonha em se casar em um castelo milenar ou uma praia paradisíaca fora do Brasil, mas acha que é algo difícil de se realizar, saiba que a chance de concretizar esse desejo é muito mais viável do que pode imaginar. Hoje, ficou muito mais simples organizar um destination wedding, pois há profissionais especializados para atender essa crescente demanda de noivos que planeja fazer uma cerimônia intimista em uma cidade com um cenário encantador. Além disso, há muitas opções mais baratas do que no Brasil, mesmo fazendo a conversão de moedas.

Uma experiência para a vida toda

Geralmente, a proposta é fazer a celebração e a festa com poucos convidados, mas nada impede que tenha uma lista com um número maior. O mais bacana de realizar o casamento fora do país é a proximidade das pessoas e o que viagem proporciona. “Além da mudança óbvia de cenário, os noivos e os convidados aproveitam para passar mais dias juntos, fazendo uma programação completa que vai além da festa. É uma experiência que fica muito marcada na memória de todos”, afirma Lucas Brasil, do departamento de atendimento da Cheers Travel.

Como qualquer evento, é preciso organização. O ideal é começar o planejamento com um ano de antecedência, mas há casamentos que são feitos em três meses. Assim que definir o destino e a data, envie um save the date para sua lista de convidados, pois eles também vão precisar comprar passagens, checar se o passaporte está válido e tirar dias de folgas para compartilhar esse momento com vocês. A confirmação também deve ser feita com 60 dias da data.

Diferenças entre o destination wedding no exterior e casamento no Brasil
Pinterest/ Reprodução

Documentos

É muito importante definir se fará o casamento civil no exterior, pois terá que checar as regras de cada país. Na Itália, por exemplo, os noivos devem tirar um documento no consulado-geral em Roma. ”Se levar tudo certinho, a declaração sai no mesmo dia. Na maioria das comunes italianas, é necessário apresentar apenas essa declaração consular”, explica Márcia Fasano, wedding planner da Márcia Fasano Cerimonial e Eventos e representante da Sposa Mediterrânea. Caso não queira enfrentar a burocracia, pode optar por um casamento simbólico.

Profissional especializado

Para tudo fluir com menos estresse e ter confiança que ficará do jeito que quer, é essencial confiar em um wedding planner. “Ele se responsabilizará pela organização e cuidados de todos os preparativos, garantindo a qualidade dos fornecedores e serviços, dando segurança à noiva que tudo irá acontecer muito bem”, diz Cristina Artana, wedding planner da Wedding Date in Italy.

Para poder escolher todos os serviços, a empresa apresenta ao casal os fornecedores e a escolha se dá conforme o budget e o gosto. A empresa que organiza um destination wedding tem que estar familiarizada com o destino, locações de eventos, fornecedores locais e ter uma equipe que se comunique bem em outros idiomas. As assessorias também tranquilizam a noiva, pois fazem um check list completo para que nada seja esquecido. “Montamos uma equipe para cada evento que trata da operacionalização de reservas de hotel, locais da cerimônia, recepção, decoração etc”, esclarece Brasil.

Destination wedding no exterior e casamento no Brasil assessora

Por aqui e por lá

O vestido e o traje no noivo assim como acessórios e calçados devem ser adquiridos no Brasil para facilitar as provas e ganhar tempo. Se quiser, também pode fazer fora com todo o auxilio da empresa contratada. Fazer as lembrancinhas no exterior também fica mais charmoso porque pode escolher algo típico da região. Para os casamentos na Itália, Márcia já fez lembrancinhas com garrafas de limoncello em que o rótulo tinha a mesma estampa da gravata do noivo e agradou a todos. Os convites também devem ser encomendados em terra tupiniquim e distribuídos assim que ficarem prontos.

Lista

Como é íntimo e personalizado, o evento envolve os familiares e os amigos mais queridos e próximos. Desta forma, o mais comum é chamar de 10 a 30 convidados. “Os noivos arcam com os custos de hospedagem e traslado, então, os convidados precisam pagar somente a passagem aérea e se preocupar com refeições durante sua estadia”, conta Márcia. “No entanto, há desde um elopement wedding (casamento a dois) e festas para um grande número de convidados”, complementa Brasil, da Cheers Travel.

Destination wedding no exterior e casamento no Brasil convidados

Quando ir

Geralmente, os participantes chegam com um ou dois dias de antecedência da data da cerimônia, então, é normal os noivos pensarem em uma programação com passeios, o que também torna a viagem marcante. O mais indicado é que os noivos desembarquem três dias antes para resolver alguma pendência.

Decoração

Destinos como Caribe, Itália, França já têm cenários magníficos, então, não há necessidade de uma grande produção. Fora isso, os espaços de eventos estão praticamente prontos e não pedem tantos elementos, o que ajuda a conter os gastos com as flores também.

Beleza

O make e o cabelo da noiva também são questionamentos recorrentes. Afinal, será que o profissional conseguirá fazer o que você imagina e da forma que gosta? A resposta é sim. Você poderá selecionar um bom maquiador e cabeleireiro pela internet a partir dos nomes sugeridos pela wedding planner. A pesquisa no site e nas redes sociais facilita muito a escolha, pois consegue ver os trabalhos já realizados por eles. “Fora isso, poderá fazer uma prova um ou dois dias antes da cerimônia”, diz Cristina. Agora, se não mexer muito no seu orçamento e quiser levar um profissional do Brasil, é uma alternativa. Algumas noivas acreditam que vale o investimento, mas há excelentes beauty artist no exterior. Tudo dependerá de você.

Destination wedding no exterior e casamento no Brasil beleza
Foto: Landon Jacob/ Imagem via Brides

Catering

Não importa se a festa será no hotel ou em um espaço de eventos, privilegie a especialidade do chef. Se for risoto, por exemplo, dê preferência por ele como prato principal.

Música, fotografia e afins

É também algo que gera uma série de perguntas, mas o casal encontra um leque de sugestões para atender seu gosto e estilo. Mais uma vez, as consultas pela web ajudam muito a definir o fornecedor indicado pela assessoria. Em todos os casos, é bom já saber que o prestador irá fazer apenas o que foi acordado no contrato. Se o trabalho durar quatro horas, por exemplo, ele ficará apenas este tempo no local. Não terá uma esticadinha do horário, algo muito comum no Brasil.

Mesa do bolo

Lá fora, ela não tem a importância que se tem aqui. É algo mais simples e econômico e não tem um grande destaque na decoração.

Destination wedding no exterior e casamento no Brasil bolo

Para ter ideia

Como em todo evento, o preço é relativo, pois depende de muitas variantes como hotel, destino, quantidade de convidados, gosto dos noivos… Na Márcia Fasano Cerimonial e Eventos, um pacote básico para 10 pessoas em um hotel 4 estrelas na Toscana, região da Itália, com duas noites de hospedagem custa 7.500 euros.

Na Wedding Date in Italy, um casamento com jardim privativo com vista para Florença para 12 pessoas, mas sem hospedagem, incluindo músico, fotógrafo, buquê, decoração, lapela do noivo e celebrante sai por 5.000 euros. Agora, uma opção da mesma empresa para 80 pessoas na meia estação em um local símbolo do renascimento italiano custa a partir de 35 mil euros com mais serviços. Então, se sonho mesmo em casar no exterior, há opções para todos os bolsos. Comece agora mesmo a fazer sua pesquisa!

Diferenças entre o destination wedding no exterior e casamento no Brasil
Pinterest/ Reprodução
Tags da matéria

Vai se casar?

Assine a nossa newsletter e fique por dentro das últimas novidades e tendências!