Revista

Lorena e Genilson | Cerimônia civil intimista e cheia de detalhes em Belém

Eles tiveram que adiar a festa, mas fizeram uma linda celebração no civil para a família e pessoas próximas

Lorena e Genilson se viram pela primeira vez no trabalho em 2014, em um navio! Ela, pilota, ele maquinista. Quando se encontraram ambos estavam em outros relacionamentos e surgiu uma bela amizade.

Eles trabalharam juntos por dois meses até que foram designados para outro navio. Foi apenas três anos depois, em 2017, que eles se reencontraram e a amizade foi ficando cada mais forte, até que virou amor!

“Desde que o conheci na primeira vez, achei que ele era uma pessoa legal, sabe aquelas almas abençoadas que estão na terra pra ajudar e iluminar os outros? Então, trabalhamos em navio, eu sou pilota e ele maquinista, nosso ambiente de trabalho ainda é bem hostil para mulheres, precisamos lidar com preconceitos, assédios e aquelas “brincadeiras” bestas. Mas nele sempre pude confiar, ele é extremamente respeitador e dava bons conselhos.Em 2017, voltamos a nos encontrar, ambos solteiros e sem muita pretensão de relacionamento. Mas foi uma amizade quase que instantânea, descobrimos várias coisas em comum, gosto por viagens, comidas, cultura. E essa amizade foi crescendo e quando percebemos já éramos um casal”, conta Lorena.

lorena e genilson

Foto: Aline May

Veja também: 20 penteados para casamento civil fáceis para fazer sozinha e em casa

O pedido de casamento

O pedido aconteceu em um lugar mágico, durante uma viagem que o casal fez para a Islândia. E quando o casal saiu para ver a aurora boreal, Genilson fez o pedido.

“Pra mim foi como um conto de fadas. Eu sempre tive muita vontade de ver a aurora boreal, aquelas luzes verdes sempre me encantaram. Então decidimos viajar para Islândia e quando saímos para ver de fato a aurora, numa noite escura e muito fria, as luzes verdes começaram a dançar pra nós e ele me pediu em casamento”, relembra a noiva.

Lorena e Genilson

Foto: Aline May

Veja também: Casamento civil em casa: como organizar esta celebração?

Os preparativos

Lorena conta que casar nunca foi uma prioridade para ela, mas como ela mesmo disse, quando a pessoa certa chega, você sabe que é a decisão mais certa que você pode ter, e foi isso que aconteceu com ela e Genilson.

Pedido feito e aceito, começaram os planos para o Grande Dia, que seria em 2020, mas por conta da pandemia os noivos tiveram que readaptar a celebração que seria para 150 convidados e foi adiada para o ano que vem.

“Foi difícil tomar essa decisão, esperamos bastante tempo, até ficar bem em cima. Só decidimos alterar a data em julho, porque vimos que não teria vacina e por mais que a situação estivesse mais controlada, os convidados ainda teriam receio.  Falamos com os nossos fornecedores e todos concordaram em adiar e achamos uma data em comum para todos”, conta Lorena.

Lorena e Genilson

Foto: Aline May

Veja também: Casamento civil | Passo a passo para oficializar a união

O Grande Dia

Com a decisão de adiar a festa, os noivos resolveram manter a celebração do civil. A ideia inicial seria somente um jantar para os noivos e os pais, porém outros familiares como irmãos e avós do casal iriam querer participar desse momento.

” Então escolhemos fazer um jantar para no núcleo íntimo da família, até para a data não passar em branco, querendo ou não, é um casamento.  E, sinceramente, depois de viver o dia, não teria melhor opção de escolha. Foi tão lindo e íntimo, parecia que estávamos dando um jantar em família, todos estavam bem a vontade e puderam aproveitar sem maiores preocupações”, relembra a noiva.

Com a decisão de realizar uma comemoração do casamento civil, o local escolhido foi uma galeria que é dos pais da noiva, ou seja, um local cheio de história e memórias. Além disso, a família participou ativamente do Grande Dia do casal.

lorena e genilson

Foto: Aline May

“É uma galeria com lojas comerciais, meus pais pegaram o terreno do zero, construíram e reformaram o local desde que sou criança, então pra mim é parte da nossa história, muitas coisas aconteceram lá, inclusive meus 15 anos. Depois do nosso casamento, minha mãe viu que falta um espaço aberto para pequenos eventos em Belém e está se planejando para abrir ao público”, conta Lorena.

A noiva conta que tinha receio que o casamento fosse monótono por ser uma celebração pequena em um domingo e sem pista de dança, mas foi exatamente ao contrário.

“Foi super animado! Tivemos várias coisas acontecendo e justamente por estarem somente os mais íntimos, todos se sentiram a vontade para brincar”, relembra

Lorena relembra que teve um detalhe que não saiu exatamente como ela sonhou! A noiva fazia questão em ter um celebrante mulher, mas um dia antes do casamento a celebrante foi diagnosticada com a COVID-19 e foi substituída por um homem.

“Mas a cerimônia foi tão bonita quanto, as palavras dele foram lindas e realmente nos tocou”, conta a noiva.

lorena e genilson

Foto: Aline May

Veja também: Dicas para encontrar online o vestido para casamento civil no cartório

Noiva de macacão!

Lorena conta que demorou muito para escolher o look perfeito para o Grande Dia. Ela relembra que passou por vários vestidos, do modelo princesa ao sereia, para uma celebração na praia e ao Midi para o cartório. Isso porque quando começou o planejamento os noivos tinham um tipo de evento em mente, mas por conta da pandemia, foram se adaptando.

Quando decidiram como iriam celebrar, com as devidas adaptações, Lorena sentiu que poderia escolher o vestido dos sonhos. E para o Grande Dia ela ousou e optou por usar um macacão, feito pela estilista Elenir Moreira, da grife Ellis Verline e ficou um look super empoderado.

“Queria algo diferente e ousado, algo que marcasse o empoderamento feminino mas não perdesse a graça, algo que não fosse comum e que me desse liberdade de movimento, quando vi as inspirações de macacão (muito utilizado fora do Brasil) me apaixonei! Conversei com a Elenir, mostrei minha idéias e ela não só entendeu tudo, como melhorou muitos pontos”, finaliza a noiva.

Veja também: Noivas de calça e macacão: saiba mais sobre a tendência

First Look

Decoração

Detalhes

Fornecedores do casamento

Local: Galeria 276
Roupa da noiva: Ellis Verline
Cerimonial: Monique Aguiar
Decoração: Danni Ferreira
Buffet: Marcia Soares
Doces: Karyna Estumano
Bem Casados: Loren Bem-Casados
Bolo: DuoCake
Música: André Moura
Fotografia: Aline May
Filmagem: WI Filme

Veja mais casamentos inspiradores no nosso perfil no Pinterest

</>

Sobre:

#
iCasei

Somos o maior portal de casamentos do Brasil, e nada melhor do que especialistas no assunto para trazer dicas, notícias e tendências desse universo maravilhoso e encantador. Desde 2007 no mercado, mais de 1 milhão de noivos já usaram nossa plataforma.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Av. Dr. Chucri Zaidan 1550, 31º - São Paulo - CEP: 04711-130 - CNPJ: 08.762.226/0001-31 © iCasei 2007 - 2020