Música para casamento casal primeira dança
Foto: Pinterest/ Reprodução

Quem é que não gosta de uma festa animada? O sonho de dez entre dez noivas é que o seu casamento seja tão legal que os convidados não queiram ir embora, não é mesmo? Para ter uma festa incrível, as músicas para casamento têm papel fundamental na animação dos convidados. Confira abaixo oito dicas para que seu casamento deixe um “gostinho de quero mais”.

1. Escolhendo as músicas para casamento: equilibre o gosto musical dos noivos com o do público

Um dos pontos mais importantes que o profissional responsável pela música deve saber balancear é o estilo dos noivos com o público do casamento. “A escolha do repertório deve ser baseada no gosto musical dos noivos, levando em consideração também que a festa contará com pessoas com gostos musicais diversos”, explica Tiago Pereira, da Banda Mega.

A jornalista Débora Zanelato escolheu a dedo quem iria animar a festa de seu casamento. “A minha dica para outras noivas na hora de escolher as músicas para casamento é respeitar o gosto dos noivos. Não somos muito fãs de sertanejo, mas incluímos algumas canções no repertório porque muitos amigos nossos gostavam. A festa não era só nossa e não queríamos ficar dançando sozinhos”, conta.


2.Veja o trabalho dos profissionais antes de contratar

Se possível, veja como é o trabalho destes profissionais “ao vivo”, antes de contratar. Foi o caso da Débora. “Eu conheci a banda que contratamos porque os vi tocando no casamento de um primo meu. Quando fiquei noiva, pedi o contato deles, fui conversar e gostei bastante”, destaca.

Se não for possível assistir uma apresentação ao vivo, vale a pena recorrer a vídeos na internet – geralmente, as bandas e cantores possuem canais no Youtube com as apresentações e repertórios.


3. Leve em consideração os diferentes momentos da festa

O repertório a ser usado na festa de casamento vai depender muito do estilo da festa e dos diferentes momentos dela. Para um coquetel, o ideal é que a música esteja em segundo plano. “Neste período, é importante que os convidados possam conversar e se ambientar com a festa”, comenta a cantora Lorenza Pozza. Para o jantar, ela considera um momento mais nobre para uma apresentação ao vivo, pois os convidados estão mais dispostos a curtir e se envolver com a apresentação.

O momento ápice de animação é quando os noivos entram no salão, brindam, agradecem e “abrem” a pista. “As músicas para casamento tocadas nesta hora são sempre muito animadas e variam de acordo com o set list de cada evento”, esclarece Tiago Pereira.

Veja também

Spotify para organizar as músicas do seu casamento

Músicas para Casamentos por Religião

Música para casamento casal dançando
Foto: Pinterest / Reprodução

4. Contrate com antecedência

Sonha com uma banda específica para o seu casamento? Muitos destes músicos abrem a agenda com cerca de um ano e meio/um ano de antecedência, como é o caso da cantora Lorenza Pozza. Por isso, quanto antes entrar em contato, mais fácil conseguir o grupo desejado.

Veja mais

 Música para casamento | 20 músicas para entrada e saída do altar


5.Verifique a interação da banda com o público

Principalmente para o momento mais animado da festa, é essencial verificar como a banda escolhida interage com o público. “O que me ajudou na hora de escolher o fornecedor do meu casamento foi quando percebi que a banda tinha um jeito legal de se relacionar com o público: todos são animados, educados e divertidos. O carisma e a sensibilidade de entender gosto do casal e de compreender o que estava rolando no momento da festa me chamaram a minha atenção”, diz Débora.

Uma dica legal de Lorenza neste quesito é que os músicos estejam integrados ao espaço. “Quando eu me apresento em coquetéis ou jantares mais intimistas, gosto muito de ficar no chão, mais perto dos convidados. De qualquer modo, em cima de palco ou no chão, é legal que as pessoas possam ter a experiência completa de ouvir e também de ver a apresentação”, destaca.

Música para casamento momentos da festa
Foto: Banda Mega / Divulgação


6. Cuidado com estilos musicais muito específicos

Você e seu noivo são super fãs de heavy metal e fazem questão de ter este estilo no casamento? É claro que as suas músicas preferidas poderão estar presentes na festa. A dica de Tiago é escolher com bastante cuidado o momento certo e a proporção com relação a outras canções para que não fique cansativo, pois o público de casamentos é bem variado.

Na opinião de Lorenza, é legal ter algum pedido especial, caso seja uma música muito importante para os noivos, porém, é necessário ter cuidado para não deixar a lista de músicas para casamento muito desconhecida dos convidados. Isso pode influenciar na interação dos profissionais com o público e deixar a festa sem graça.

música de casamento
Fonte: Pinterest


7. Entenda o seu público

Lorenza aponta que para o momento de coquetel/jantar/almoço, antes da festa, é legal ter músicas para casamentos que possam envolver os convidados de uma maneira geral, por isso, é bom levar em consideração o público (mais jovem, mais velho, estilo da festa).

Dependendo do número de convidados ou do estilo do casamento, a formação da banda pode variar. “Para casamentos de 150-250 convidados, gosto de trabalhar com violão, percussão e mais um instrumento de corda (como violino ou violoncelo) para fazermos um som mais cheio e envolvente para os convidados. Quando o casamento é maior (por volta de 400/500 pessoas), o trio de jazz (bateria, baixo acústico e piano) e voz fica bem especial”, indica Lorenza.

8. Verifique a parte técnica

A parte técnica de sonorização também contribui muito para o sucesso de uma festa – afinal de contas, quando o som é alto demais pode incomodar assim como ruídos nos aparelhos. “É sempre importante que os técnicos verifiquem equipamentos adequados ao tamanho do espaço e número de convidados e possam fazer com que a sonorização seja bem distribuída”, recomenda Lorenza.

Tags da matéria