Bikini Season

Falou em viagem e começamos a nos olhar no espelho e a fazer uma lista de tudo o que não está em dia para providenciarmos. Tem coisa que dá para resolver facilmente e tem coisa que requer um pouco mais de tempo. Pelos são a primeira coisa que olhamos.

Para chegar à lua de mel com a pele lisinha, sem precisar se preocupar com depilação, é preciso de planejamento. Nenhuma mulher gosta de pelos encravados, pele irritada ou não ter tido a chance de fazer a depilação por que os pelos ainda não estão longos o suficiente.

Depilação a laser, um procedimento cada vez mais procurado pelas noivas, tem resolvido bem o problema.

Depilação com laser antes do casamento

Confira todas as dicas e informações para fazer a depilação a laser e veja para que é recomendada:

Quais são os métodos utilizados para a depilação a laser e como funcionam?

Segundo a dermatologista Alice Jaruche, são basicamente dois tipos de aparelho usados para depilação, o mais comumente usado tem a melanina do bulbo do pelo como alvo de ação do laser. Ele destrói o pelo por aquecimento local. “Esse método é eficiente mas pode ser arriscado para pele morena ou oriental onde ele pode causar queimaduras. O laser ideal para os fototipos mais altos de pele é aquele que age no vaso que nutre o pelo. Ele para de nascer, pois perde sua fonte vascular de nutrição”, explica Alice.

A dermatologista Denise Steiner completa: “Ao chegar na raiz do pelo, esta luz, tendo como o alvo o pigmento, joga o calor e destrói o pelo. Neste tipo de laser, quanto mais escuro for o pelo e quanto mais clara for a pele, o resultado será melhor, pois a luz encontra um alvo bastante específico.  Quanto mais grosso, mais melanina ele vai ter. Por isso, os pelos da virilha e da axila são bons para este tipo de depilação. Também se utiliza a luz pulsada que não é exatamente um laser, mas funciona da mesma forma – ele emite uma luz, que não é tão focada, mas muito parecida. Com isso, ele atinge o pigmento da melanina na raiz do pelo”, afirma.

Denise cita ainda que alguns lasers, por questões de tipo de energia e alvo, agem um pouquinho diferente. “O laser de um aparelho denominado Fotona, por exemplo, utiliza um comprimento de onda que acaba pegando mais a irrigação do pelo. Ele pode ser utilizado para pelos um pouco mais finos”, destaca.

Depilação com laser antes do casamento aparelho

Quem pode utilizar estes métodos? Existe algum tipo de contraindicação ou restrição?

De acordo com Denise, não é recomendado realizar o procedimento em uma área que esteja irritada, machucada, ferida ou até mesmo queimada.  Outra restrição é com relação à pele bronzeada. “É muito perigoso realizar nestas condições, pois o laser procura o pigmento e, na pele bronzeada, ele fica muito na superfície cutânea, então queima a pele”, indica.

Outro alerta que Denise faz é que quanto mais fino for o pelo, mais difícil de retirar. Outra questão é com relação ao tom de pele: “quanto mais morena a pele, mesmo que não esteja bronzeada, um pouco mais difícil é a depilação”.

Alice, por sua vez, menciona que todas pessoas podem fazer exceto pessoas que tenham doenças de pele que são ativadas pela luz, como o lúpus por exemplo.

Quanto tempo antes do casamento seria indicado fazer a depilação a laser? Quantas sessões são necessárias? Qual deve ser o intervalo entre elas?

Para Alice, o ideal é iniciar 6 meses antes do casamento e garantir a possibilidade de 6 sessões com intervalo de 1 mês entre elas respeitando o tempo de crescimento do pelo entre as sessões.

Denise explica: “O pelo tem duas fases: a fase de crescimento e a fase de repouso e, depois, posterior, queda.  Cada local do corpo tem fases diferentes. Quando você faz a depilação, é necessário pegar o pelo que está em fase de crescimento, porque ele tem bastante pigmento na raiz. No entanto, por exemplo, na perna, cerca de 40% dos pelos estão na fase de repouso. Isto significa que quando você fizer uma depilação, você vai pegar somente 60%. Os outros 40% seria possível pegar dali a 15 dias. Então, o ideal em relação ao casamento é que a noiva comece antes. Para axilas e virilha são necessárias cerca de cinco sessões – sendo uma por mês, aproximadamente. E para a perna, um pouco mais às vezes. Sempre deve ter de três semanas a um mês de intervalo entre cada sessão. Para o casamento, o ideal é que já tenha terminado, por isso é preciso começar alguns meses antes. E é importante lembrar que enquanto estiver fazendo, a noiva não pode ficar bronzeada e não pode ir bronzeada para a sessão. Então, nestes meses é preciso tomar bastante cuidado em relação ao sol”.   

Depilação com laser antes do casamento pele bronzeada

Quais as áreas do corpo que podem passar pela depilação a laser?

Todas as áreas podem ser depiladas, desde a face até os pés. No entanto, Denise recomenda que se tenha cuidado com a área do rosto, como sobrancelhas e barba para os homens, por ser definitivo. As áreas com a pele mais sensível, como a virilha, por exemplo, também inspiram mais cuidados.  “Por isto é muito importante que seja analisado por um médico. Ele não precisa necessariamente fazer a depilação. Mas é bom que ele tenha uma supervisão”, indica Denise.

A depilação a laser é permanente? Quanto tempo dura?

Alice pontua que os pelos podem voltar a nascer sempre mais finos, mais esparsos e em menor quantidade cerca de 2 a 5 anos após o tratamento. Denise afirma que é para ser permanente, pois o procedimento vai destruindo a raiz destes pelos e eles não nascem mais. No entanto, como os pelos não são todos sincronizados, pode ser que seja necessário fazer uma sessão por ano pelo fato de ter sobrado um pelo ou outro. “Uma complementação com pouquíssimas sessões já resolve o problema. Quando há um distúrbio hormonal associado, o crescimento pode ser mais rápido”, expõe Alice.

Onde depilar à laser antes do casamento

A depilação a laser causa dor?

Denise comenta que, em geral, causa um pouco de dor. “No entanto, é uma dor momentânea, somente na hora. Passa logo que termina a sessão. E é algo suportável e geralmente rápido.  Alguns aparelhos causam mais dor e outros menos. É importante conversar com o médico sobre esta questão, principalmente se você é muito intolerante à dor”, conta Denise.

Para quem tem menos tolerância à dor, é possível fazer o uso de anestésicos, mas é preciso consultar um médico para isso. “É importante saber que não é qualquer anestésico que pode ser utilizado. É preciso tomar cuidado, pois a absorção destes anestésicos pode causar alergias”, lembra Denise.

Que cuidados é preciso ter ao escolher o local para fazer a depilação a laser?

Na opinião de Alice, o ideal é que o dermatologista avalie e aplique o laser para maior segurança do paciente.  “O aparelho deve ser adequado para pele do paciente e deve ser certificado pela ANVISA e estar calibrado de acordo com as normas da vigilância. Sempre recebo pacientes com queimaduras de depilação a laser feita por profissionais não médicos. Nesse caso o barato realmente pode sair caro, pois as cicatrizes demoram a melhorar e muitas vezes são definitivas”, esclarece.

Denise concorda: “hoje a depilação a laser pode ser encontrada em salões de beleza e em locais que não tenham o conhecimento suficiente. Isso é perigoso porque às vezes a pessoa não sabe identificar se a pele está bronzeada ou não, por exemplo, ou não sabe usar a energia adequada de cada aparelho. Eles não são aparelhos de “receita de bolo” – é preciso colocar a energia e o pulso necessários para que ele seja efetivo. E, obviamente, não é qualquer laser – é um que consiga pegar o pigmento ou pelo menos a parte vascular. Existe também a questão de no local a ser depilado haver alguma pinta ou mancha, que podem ser problemáticas e as pessoas não saberão reconhecer e vão utilizar o calor em cima delas, o que pode ser perigoso. É preciso ter uma boa indicação, além de verificar o tipo de aparelho, assepsia, cuidados com limpeza, capacidade para fazer a avaliação. Embora pareça uma coisa corriqueira, é muito importante que ela seja pelo menos indicada pelo médico, porque às vezes o barato sai caro”.

Cuidados antes depilar à laser antes do casamento

Tags da matéria

Vai se casar?

Assine a nossa newsletter e fique por dentro das últimas novidades e tendências!