O pré-wedding, também chamado de pré-casamento, é um ensaio de fotos do casal que será usado para ilustrar o site e decorar a festa – e ainda ficará de recordação na casa nova.

Seja uma sessão clássica na praia ou até um ensaio criativo inspirado no filme “101 Dálmatas”, o que vai determinar o tom é o cenário. E é por isso que você deve tomar cuidado na hora de escolher o seu.

casal-em-ensaio-pre-wedding
Foto: Divulgação/Marcelo Caetano

 

Planejamento do pré-wedding

O planejamento para o pré-wedding deve começar logo após a assinatura do contrato com o fotógrafo. Uma boa dica é separar referências da internet que você goste. Tudo para dar um norte ao profissional.

“Eu salvo o que as noivas me encaminham e estudo essas imagens durante o planejamento do ensaio para ajudar a decidir o cenário e os looks ideais. As fotos também servem de referência para descobrir as poses que a noiva gosta”, conta Junior Magro, fotógrafo de casamentos e proprietário do Estúdio JR Magro.

Quanto custa?

Embora a organização do ensaio aconteça com antecedência, a sessão mesmo só vai ocorrer cerca de dois meses antes da festa. “É tempo suficiente para realizar as fotos e entregar o material para que possa ser usado no dia do casamento”, diz o fotógrafo Marcelo Caetano.

Segundo os especialistas, o pré-wedding tem preço médio de R$ 1.000. No mínimo, são tiradas 150 fotos e a duração do ensaio é de cerca de duas horas. “Entretanto, quando envolve viagens no roteiro ou mais de um cenário, o tempo costuma ser maior, podendo durar até dois dias”, explica Caetano.

pré-wedding
Foto: Divulgação/Estúdio JR Magro

Como escolher o local perfeito para o pré-wedding

Na hora de escolher o cenário perfeito, não há muito segredo. Basta optar por um lugar que combine com a personalidade de vocês e que faça algum sentido com a sua história de amor.

“Como o ensaio fotográfico é algo que é guardado para sempre, não faz nenhum sentindo os noivos quererem fazer a sessão na praia, por exemplo, se eles não são fãs da areia e do mar”, alerta a fotógrafa Tauane Schmitt.

Leve em consideração a época do ano

Com o local definido, você ainda precisará seguir algumas dicas para não errar no ensaio pré-casamento. Uma delas é em relação à época do ano.

“Praia é sempre melhor no verão. Mas se quiserem ir para Campos do Jordão ou um lugar de campo, serra ou montanha deve-se preferir outono ou inverno”, afirma Caetano.

Pré-wedding
Foto: Rafael Vaz

Escolha o melhor horário

Outra orientação é em relação ao número de turistas. Principalmente se o seu destino for a praia. “Neste caso, é melhor optar por um ensaio durante a semana e fora dos horários de pico, pois as fotos não costumam ficar legais com muitas pessoas ao fundo”, recomenda Caetano.

pré-wedding
Foto: Aloha Fotografia

Valores extras

Ainda é importante verificar se o lugar escolhido cobra alguma taxa para fazer o ensaio e o horário de funcionamento. Caso algum ponto atrapalhe a dinâmica da sessão, converse com o seu fotógrafo e procure um novo cenário.

Pré-Wedding
Foto: Rafael Vaz

5 locações para um pré-wedding inesquecível

A felicidade do casal por si só rende fotos incríveis. Mas um belo cenário pode contribuir para deixar os cliques ainda mais belos. Separamos cinco ideais de locações para realizar o ensaio e dicas de como fazer fotos pré-casamento sensacionais. Confira!

1. Ensaio intimista em casa

Os noivos mais caseiros e tímidos não precisam se arriscar a sair da zona de conforto para ter fotos incríveis. Um pré-wedding intimista em casa pode ser uma boa pedida. Ainda mais se o casal já mora junto.

Liberdade, clima romântico, comidinha caseira, cama bagunçada e muito amor no ar tornam a simplicidade da casa em uma locação única e especial.

pré-wedding
Foto: Aloha Fotografia

 

2. Pré-wedding na praia

A combinação de sol, areia e mar fica deslumbrante nas fotos e é a queridinha do momento. Aqui, as melhores dicas são escolher uma praia mais vazia, optar por roupas claras e tecidos leves, e sempre levar toalhas e protetor solar.

Vale ressaltar que a sessão fotográfica na praia não precisa de tantas trocas de roupas. “Não queremos que as fotos se pareçam com uma campanha publicitária ou um catálogo de moda”, comenta Caetano. Mas: evite camisetas com estampas e marcas muito grande, pois podem chamar muita atenção.

Em relação aos melhores destinos, Tauane recomenda no Sul a Praia da Guarita, em Torres (RS). “Lá, é possível encontrar paisagens diferenciadas como morros, gramados e pedras. Além de uma praia lindíssima, claro”, diz.

No Sudeste, os especialistas indicam Prainha Branca, no Guarujá (SP). Já no Nordeste, a favorita é Porto da Barra, em Salvador (BA).

casal-em-ensaio-pre-wedding-na-praia
Foto: Divulgação/Marcelo Caetano

 

3. Pré-wedding no campo

Quando o assunto é pré-wedding no campo, o ensaio pode seguir duas linhas. Ele tanto pode ser feito em uma chácara, fazenda ou um haras quanto em meio a natureza, árvores e plantações. E aí existe uma diferença básica: a estrutura que estará disponível no dia da sessão.

“Se vamos nos jogar na natureza, procurar árvores, montanhas, cachoeiras temos que nos preparar para isso. Além do protetor – importante principalmente nos dias mais quentes –, aconselho levar repelente e água. Porém, se vamos para alguma casa no campo, que pode até ser da família, já não é preciso se preocupar tanto com esses detalhes”, explica Caetano.

Quanto às roupas, a dica é a mesma das fotos na praia: tenha poucas trocas e evite as estampas. Mas, aqui, você pode apostar em tecidos mais pesados e nas botas. Aliás, as noivas devem dar preferências para um sapato mais fechado e sem salto. Assim, você não terá dificuldades para caminhar.

Entre os destinos recomendados por Caetano estão: Campos do Jordão (SP), Chapada dos Guimarães (MT), Monte Verde (MG), Chapada dos Veadeiros (GO), Serra da Graciosa (PR) e Gramado (RS).

pré-wedding
Foto: Aloha Fotografia

 

4. Lugares abandonados ou marcos da cidade

Enxergar a beleza em locais que nem todos veem. Sim, lugares abandonados podem render fotos inesquecíveis. Sem contar que é algo bem inesperado.

“Perguntei para um casal se eles topariam ir a lugar abandonado próximo a um lixão. É que eu sabia que tinha uma árvore velha caída com os galhos secos que renderia um cenário lindo”, afirma Caetano.

Em contraponto, você também pode apostar em pontos clássicos da cidade que sempre rendem boas fotos. O Parque do Ibirapuera e o Jardim Botânico são dois locais incríveis para pré-wedding em SP. Já em Minas Gerais tem o Bicame de Pedra e no Paraná uma opção legal é o Largo da Ordem.

Também vale apostar no cantinho preferido da cidade onde os noivos moram, o lugar em que se conheceram ou um espaço que vão com frequência.

pré-wedding
Foto: Aloha Fotografia

 

5. Ensaio de pré-wedding criativo: debaixo d’água

Na Tauane Schmitt Fotografia existe um ensaio chamado “De tirar o fôlego” que capta fotos de pré-wedding criativas. Isso porque toda a sessão é realizada debaixo d’água.

“Um casal gostava muito de mergulhar e acabou fazendo a proposta para nós. Ficamos com um pouco de receio, mas compramos os equipamentos necessários e encaramos o desafio. Acabou sendo maravilhoso. Foi uma oportunidade de sair da nossa zona de conforto. O resultado foi tão incrível que pegamos a ideia e criamos nosso próprio projeto”, conta Tauane.

Aqui, o pré-wedding pede roupas mais fluídas e leves. Isso porque os movimentos dos tecidos deixam as imagens mais bonitas. Este ensaio sai, em média, R$ 790 para três horas de duração.

pré-wedding
Foto: Gustavo Franco

 

Choveu. E agora?

Você pode passar dias programando o pré-wedding, mas um detalhe nunca vai estar sob seu controle: o clima. E se chover no dia agendado? Nada de pânico! As gotas e o molhado podem, sim, ser bons aliados.

“Se chover e o tempo abrir, posso garantir que será um pôr do sol maravilhoso. Agora, se o Sol não sair, vamos nos divertir e aproveitar a chuva, as poças de água e os espelhos naturais. Os respingos também ficam lindos nas fotos”, revela Caetano.

“Sim, vai ser diferente do que você programou, mas não deixará de ser bonito”, completa.

Porém, se o ditado “quem está na chuva é para se molhar” não faz o seu estilo, saiba que os fotógrafos são sempre solícitos a remarcar a data e dar a você o ensaio dos sonhos. “Eu mesmo se vejo que o tempo não vai ajudar, já procuro reagendar. Ofereço datas alternativas e decido junto com os noivos”, diz Magro.

casal-em-ensaio-pre-wedding
Foto: Divulgação/Marcelo Caetano

 

Fotos com crianças e animais de estimação

Por mais que o pré-wedding seja mais comum ser realizado a dois, alguns casais podem querer multiplicar os presentes. Principalmente aqueles que já moram juntos e são pais de um animal ou até mesmo de uma criança. Nesses casos, como eles fazem parte da vida de vocês, não podem faltar no ensaio.

“Aqui, a principal dica seria levar uma pessoa para cuidar especificamente e acompanhar a criança ou o pet. Assim, os noivos não vão ter que se preocupar e poderão se concentrar nas fotos”, aconselha Caetano. Mas lembre-se: o excesso de gente também pode atrapalhar. Apenas uma pessoa é o suficiente.

pré-wedding
Foto: Aloha Fotografia

Acessórios: usar ou não usar?

Em relação aos acessórios, não há necessidade de muito artifícios. Quanto mais natural for a sessão, melhor. O único item que está liberado, segundo Magro, é aquele que remete à data do casamento para criação de uma imagem Save The Date. De resto, o foco são vocês.

Pré-wedding
Foto: Pinterest / Reprodução

 

Pré-Wedding em vídeo

Uma outra forma de deixar registrado a história do casal antes do Grande Dia, é aproveitar o ensaio fotográfico para gravar um vídeo, onde o casal conta um pouco da sua história. O formato, conhecido como “Love Story” já tem muitos adeptos, e é uma maneira do casal contar um pouco da sua história.

Veja mais inspirações de Pré-wedding no nosso perfil no Pinterest 

</>

Tags da matéria

Comentários