mini wedding sp

Nem só de festas tradicionais vive a maior capital brasileira. Apesar da aparência urbana, é possível realizar um mini wedding em São Paulo com muito charme e estilo rústico; tendência que desponta como uma das mais fortes da temporada no mundo dos casamentos. No entanto, para conseguir recriar uma atmosfera campestre e romântica em plena capital paulista, é preciso entender melhor o conceito que está por trás das festas desse tipo. Confira, a seguir, tudo o que você precisa saber para acertar na realização desse sonho!

Mini wedding rústico: ares do campo em plena São Paulo? Sim, é possível!

Super tendência, os casamentos com elementos rústicos e apelo campestre tem, cada vez mais, conquistado os noivos. Mas, como tornar este sonho possível sem apelar para o interior? De acordo com o chef Mario Galluzzi, que comanda a Cozinha de Afeto, a ideia é totalmente possível! Ele explica que não é necessário estar no campo para realizar um mini wedding rústico e charmoso. Existem diversos recursos que podem ser usados para recriar um ambiente natural e transportar o clima do campo para dentro do evento. “Nesse sentido, não só a decoração é muito importante para proporcionar ambientes aconchegantes e aquele clima de bem-estar do campo, mas também a comida. Afinal, o paladar é um elemento sensorial incrível que possibilita ativar as nossas memórias afetivas mais profundas, promovendo uma conexão com a nossa essência a própria natureza”, explica.

mini wedding rústico

Mas, afinal, o que é o mini wedding?

Pequeno no tamanho, grandioso na essência. Como o próprio nome indica, o mini wedding é uma festa íntima e pequena, sim, mas só no tamanho. Reúne de 60 a 100 pessoas, mas em termos de personalização e interação, não há nada mais grandioso. Isso porque a essência dos casamentos desse estilo é a autenticidade. “Tudo precisa ser de verdade e ter qualidade: dos amigos escolhidos para presenciar a união – só os mais íntimos e verdadeiros -, aos ingredientes usados nos pratos. É por isso que são sempre tão exclusivos, marcantes e charmosos”, afirma Mario Galluzzi.

Galluzzi também revela que nem sempre a opção pelo mini wedding é feita por questões econômicas. “É uma opção mais barata, sem dúvida, indicada para os noivos que desejam economizar com o casamento. No entanto, há muitos casais que optam por esse formato por desejarem uma festa mais intimista, como aquelas que se faziam em casa, em que cada cantinho é possível reconhecer a personalidade dos noivos”, revela o chef.

mini wedding decoração

Mini wedding: como organizar

O primeiro passo para realizar um mini wedding rústico charmoso em São Paulo é definir o orçamento, a data e o número de convidados. A partir daí é possível procurar o espaço ideal para a realização desse sonho. E não precisa apelar para um destination wedding na Europa. A maior cidade do Brasil conta com diversos espaços que comportam um mini wedding seja qual for a proposta do casamento. Uma boa dica é procurar por boas referências de gastronomia; os melhores restaurantes já contam com a opção de realização de eventos nos espaços.

mini wedding como organizar

Veja também: Espaços para casamento | Como fazer um mini wedding em um restaurante

6 bons lugares para um mini wedding em São Paulo

Outra dica importante é ter em mente que o local não deve ser tão grande, a ponto de dar a sensação de que a festa tem poucas pessoas, e nem tão pequeno, que deixe os convidados desconfortáveis.


O charme da decoração rústica num mini wedding 

O que usar para recriar a atmosfera do campo num casamento na metrópole? A decoração é item fundamental para dar o clima do campo a um mini wedding em São Paulo. Móveis rústicos, vidros, flores, folhagens, troncos de madeira, sisal e tecidos naturais são os elementos de base para um evento nessa linha. No entanto, conforme orienta Rodrigo Almeida, decorador do Espaço Flores na Varanda, a proposta do evento o não pode ser muito pesada.

“Eu recomendo integrar itens delicados de cristal ou vidro com os elementos de madeira. Para dar um clima mais sofisticado também indico peças vietnamitas e peças em metais. Um pouco de brilho confere leveza e requinte aos ambientes. Já se o evento acontecer a noite, pode abusar do charme das velas. Fica lindo e não tem como errar”, afirma o decorador.

mini wedding charmoso
Foto: Sweetsail via Pinterest


O que servir em um mini wedding rústico

Para Galluzzi, os pratos servidos devem seguir uma linha caseira. Nada pode parecer ter sido feita por uma empresa, com tudo perfeitinho. Pelo contrário, as imperfeições revelam o lado humano dessa linha de casamento. Essa estética deve estar presente não só na apresentação dos pratos, mas também no bolo e até nos docinhos, que pedem um aspecto mais rústico também. “Assumir o jeitão de ‘feito em casa’ fica um charme para esse tipo de festa. Se a noiva quiser fazer alguma receita que seja importante para ela, e tiver condições de executar, pode fazê-lo. Evidencia um cuidado pessoal e portanto fica mais personalizado e carinhoso. É o tipo de gesto que faz com que os convidados se sintam muito especiais”, afirma Galuzzi.

buffet mini wedding
Foto: Pinterest

Como entrada, para esse tipo de cerimônia, o chef recomenda pratos que tenham como base produtos frescos e naturais, preparados um toque sofisticado. Entre as sugestões de entrada estão caldinho de feijão com crocante de bacon, mini pastel de linguiça artesanal e queijo meia cura, ou ainda uma sopa fria de cenoura e laranja. O buffet pode ter surpresas gostosas como o capeletti de abóbora com manteiga e sálvia e pecorino, risoto de açafrão com camarão e ervilhas frescas, além de picadinho de mignon com farofa de banana, couve crisp e pimenta biquinho. Para adoçar esse verdadeiro banquete, o chef destaca espuma de manga, sorvete de coco e caramelo de gengibre. “São receitas que poderiam ser servidas para as visitas em qualquer ocasião. Tem identidade e sabor, esse é o conceito”, revela.


Veja mais:
 8 dicas para acertar no buffet do seu casamento


O que não pode faltar 

Um mini wedding realizado em São Paulo, a cidade mais urbana e movimentada do país, deve ter apelo natural, evidentemente, mas precisa contar com um certo refinamento. Para conquistar esse efeito, a cereja do bolo está no que hoje se define como um luxo simples, sem ostentação. Mas que ninguém se engane: o mestre das artes plásticas, Leonardo da Vinci, já resumiu que a simplicidade é o último grau de sofisticação. Ou seja, ser simples não é fácil!

mini wedding decorado
Foto: SweetSail via Pinterest

Para conquistar esse efeito, o decorador Rodrigo Almeida, recomenda apostar na personalização do máximo de detalhes possível. “Os itens pessoais dos noivos podem estar presentes na festa. Realizei um casamento em que o noivo adorava cozinhar e a noiva ler e escrever. Então criamos ambientes com livros, uma máquina de escrever com um poema romântico, além de uma batedeira charmosa na mesa do centro do lounge, tudo repleto de flores. Ficou um charme”, finaliza o decorador.

Tags da matéria

Comentários