Lua de mel real Thayane e Vitor camps bay Mauritius

Viagem dos sonhos! Assim foi a lua de mel de Thayane e Vitor. Com exclusividade ao iCasei, o casal dá todos os detalhes da viagem e dicas para os noivos que ainda não sabem qual destino escolher.

Lua de mel na África, inesquecível!

Fãs de bons restaurantes, Thayane e Vitor sabiam exatamente o que queriam para a viagem mais esperada, de lua de mel: um destino que pudessem desfrutar de bons lugares para comer e beber, além de experiências diferentes e visuais paradisíacos. A combinação era clara: uma cidade para bons passeios e outra totalmente relax, com uma praia com visual de tirar o fôlego.

“Casamos no sábado e viajamos na segunda-feira à tarde (super recomendo ter, pelo menos, 1 dia pra descansar depois da festa) com destino a Johanesburgo e lá fizemos conexão para Hoedspruit (região do Kruger Park). Ficamos no Kuname River Lodge dentro do Karongwe Private Game Reserve. O nosso roteiro incluiu (na ordem): 3 dias no safári, 4 dias em Cape Town, 1 dia em Stellenbosch (região das vinícolas) e, por fim, 5 dias nas Ilhas Maurício”, conta Thayane.

Lua de mel real Thayane e Vitor placa do Cabo da boa esperança Mauritius

A experiência do Safári na África do Sul na lua de mel

Thayane conta que o Lodge, onde ficaram, tem apenas 6 chalés somente com casais; 12 pessoas é a lotação máxima do lugar, o que permite que o casal viva a experiência ainda mais de perto.

1º dia

Os safáris acontecem 2 vezes ao dia – um às 5h30 e outro às 16h, com duração de 3 horas cada um- . “Às 5h eles batem na sua porta para te acordar e você toma um café bem rápido antes de sair, pois o café da manhã acontece na volta. No intervalo entre um safári e outro, almoçávamos e aproveitávamos para descansar pelo lodge”, diz ela. “A diversão do safári é sair procurando pelos Big Five (leão, rinoceronte, elefante, búfalo e o leopardo) e achar outros animais tão legais quanto no caminho, como a girafa e a zebra. Tivemos sorte e vimos todos logo no segundo safári”, diz.

Depois de um tempo caminhando, ela conta, os guias param o Jipe no lugar que o casal pedir e montam uma mesinha com petiscos. A recomendação da Thayane e do Vitor é pedir ao motorista que pare em algum local que dê para contemplar o pôr-do-sol, garantindo uma vista incrível durante a refeição.

“Como o pessoal do hotel sabia que estávamos em lua de mel, a equipe montou uma mesa reservada na varanda de surpresa para nós no último jantar”, lembra Thayane.

Veja também: Lua de mel | 5 destinos gastronômicos para casais gourmet

10 itens que não podem faltar na nécessaire da lua de mel


Lua de mel real Thayane e Vitor safari


*Dica da Thayane:
deixe a porta e as janelas do chalé fechados o tempo todo, porque tem uns macaquinhos que entram no quarto e bagunçam tudo. Eles são bem bonitinhos, mas fazem um estrago.

Veja mais: Lua de mel | 5 destinos exóticos

Lua de mel real Thayane e Vitor jardim botanico Mauritius

Conhecendo Cape Town

A aventura na Àfrica do Sul estava só começando!

2º dia

“Saímos de Hoedspruit com destino à Cape Town e lá ficamos hospedados no The Portswood Hotel, um hotel muito bem localizado, a 5 minutos de distância a pé do V&A Waterfront e com uma banheira maravilhosa no meio do quarto. No primeiro dia descansamos e jantamos no Balthazar dentro do V&A. No segundo dia fizemos a parte costeira (Camps Bay, Boulders beach e Hout Bay) até chegar ao Cabo da boa esperança e terminamos o dia no Kirstenbosch National Botanical Garden”, conta ela.

* Dica da Thayane: almoce no Two Oceans em Cape Point e peça uma mesa na varanda; a vista é demais!

3º dia

“No terceiro dia fomos à Constantia visitar a vinícola mais antiga da África do Sul: Groot Constantia. Não deixe de provar o vinho de sobremesa Grand Constance. Era o vinho preferido do Napoleão Bonaparte. Para comemorar a primeira semana de casados, almoçamos em um dos melhores restaurantes da África do Sul: La Colombe (precisa reservar com bastante antecedência). Como gostamos de comer e beber bem, este dia foi incrível”, diz.

Leia também: Lua de mel | 7 ilhas privadas para curtir a dois

Lua de mel real Thayane e Vitor vista de hout bay

4º dia

O 4º dia foi reservado para um tour pela cidade. No dia seguinte foram para a região das vinícolas, fizeram 3 degustações e, no final do dia, ainda foram conhecer a vinícola do hotel e lá fizeram a quarta e última degustação.  “Ficamos hospedados dentro de uma vinícola: a Leeu House”, diz.

Roteiro do dia: “saímos de cape town e fomos direto para a Waterford Wine State. A vinícola é linda e fizemos a degustação junto com uma harmonização com chocolate (surpreendente). Em seguida, fomos a JC Le Roux, uma vinícola que produz somente espumantes. Lá fizemos a degustação com doces variados. Saindo de lá fomos almoçar em Stellenbosch e conhecer a cidade antes de ir para a próxima vinícola: a Thelema (pedimos ao nosso motorista para nos levar em uma vinícola mais familiar, e esta foi a escolhida por ele – fantástica). Por fim, seguimos para Franschhoek que é uma cidade vizinha a Stellenbosch e foi onde ficamos hospedados”, lembra ela.

*Dica da Thayane: faça o passeio com um motorista particular, além de ser mais seguro, você molda o roteiro de acordo com o seu estilo. Reserve de 1 a 2 noites nesta região e aproveite para se hospedar em uma vinícola.

Veja mais: Lua de mel nas quatro estações

E, enfim, praia para a lua de mel!

O tão sonhado e esperado descanso chegou!

5º dia em diante

No 5º dia de viagem, bem cedinho, o casal partiu em direção às Ilhas Maurício. De Cape Town até a ilha são 6 horas de voo.

“Chegando lá só pensamos em relaxar e aproveitar aquele mar azul turquesa. Nos hospedamos no The Residence Mauritius e super indicamos. Tem muitas atividades já inclusas como stand-up, snorkeling, curso de mergulho, caiaque e várias outras. Apesar do hotel oferecer muita coisa, nós fizemos 2 passeios de barco: até Ilê aux cerfs, e é imperdível. A cor do mar é ainda mais clara do que nas demais praias e fizemos outro passeio para ver os golfinhos, e este último achamos dispensável, pois percebemos que os animais tinham medo do barco e procuravam fugir quando nos aproximávamos”, lamenta Thayane.

Os dias nas Ilhas foram incríveis, ela conta. Aproveitaram ao máximo cada dia de sol e tudo o que o hotel proporcionou! Enfim, descanso e relax total! “Foi uma viagem que superou as nossas expectativas em todos os sentidos e está nos nossos planos voltar em outra oportunidade”, finaliza.

Importante!

Documentação necessária para a viagem: passaporte válido, vacina da febre amarela e certificado internacional da vacina. Alguns postos fornecem a vacina e já emitem o certificado no mesmo lugar. Vale a pena se informar sobre isso. Caso já tenha tomado a vacina, é só levar a carteirinha de vacinação em um posto que emita o certificado e eles fazem na hora.

Lua de mel real Cabo da boa esperança

Lua de mel real Thayane e Vitor boulder beach

Lua de mel real Thayane e Vitor almoço la colombe

Lua de mel real Thayane e Vitor degustação espumante.

Lua de mel real Thayane e Vitor ilê aux cerfs Mauritius

Lua de mel real Thayane e Vitor ilê aux cerfs Mauritius

Lua de mel real Thayane e Vitor ilê aux cerfs Mauritius

Lua de mel real Thayane e Vitor ilê aux cerfs Mauritius Lua de mel real Thayane e Vitor ilê aux cerfs Mauritius

Lua de mel real Thayane e Vitor safari

 

Lua de mel real Thayane e Vitor safari pôr do sol

Lua de mel real Thayane e Vitor table mountain Lua de mel real Thayane e Vitor vista da table moutain


Roteiro:
Safári – Hoedspruit -, Cape Town, Stellenbosch, Ilhas Maurício

Duração: 13 dias

Agência de Viagens: Riva Turismo

Tags da matéria