Você ficou horas no atelier do estilista, escolhendo o modelo, o tecido, o decote e cada mínimo detalhe do seu vestido de noiva. No grande dia, se sentiu linda e poderosa dentro dele. Protagonista da própria felicidade, se emocionou e se divertiu como nunca.

Depois, veio a lua de mel. E na volta, o começo de uma nova etapa de vida. Abrir os presentes, organizar a casa, checar como ficaram as fotos e o vídeo do casamento.

Até que, no meio dos mil afazeres, você se lembra dele: seu vestido de noiva. Jogado num canto qualquer, num saco plástico, talvez. A barra está imunda por ter ficado horas arrastando no chão da pista de dança, depois que você tirou o salto alto e calçou a rasteirinha. Manchas variadas aparecem, aqui e ali, de bebida ou algo que você comeu. Dá pena ver uma peça tão linda neste estado.

É hora de resgatar esta preciosidade e guardá-lo como uma joia de família. Quem sabe no futuro, sua própria filha poderá se casar usando o vestido, como manda uma tradição antiga, mas incrivelmente atual, em sintonia com atitudes sustentáveis. Mas como? Onde? Não se preocupe, organizamos um guia prático com tudo o que precisa saber sobre o assunto.

Vestido de noiva Como guardá-lo

O primeiro passo é encontrar um lavanderia que seja especializada em lavar vestidos de noiva, para que ele fique impecavelmente limpo. Lá, uma equipe vai analisar o estado do vestido e definir como ele será tratado.

Alaor Chiodin, sócio-proprietário da Lavanderia Wash –empresa com 40 anos de experiência neste tipo de serviço e que cuidou dos vestidos de noiva das socialites Lala Rudge e Caroline Celico–, diz que “o ideal é que a peça seja lavada o mais rápido possível depois do uso porque, com a passagem do tempo, manchas e odores ficam mais resistentes.”

“Dependendo do tipo de sujeira e do material do vestido, ele será lavado em etapas, a seco e com água, sempre de forma manual. Depois, a secagem é feita em uma estufa. O processo todo leva de 3 a 4 dias”, explica.

Como guardar o vestido de noiva

Para guardar o vestido, depois de limpo, é preciso levar em conta que os principais inimigos da conservação são a luz, a poeira, a umidade e a acidez -da pele e dos materiais derivados da madeira, como o papel. Por isso, existem duas maneiras adequadas de proteger a peça: dentro de uma capa ou de uma caixa. Simples, assim? Nem tanto.

A capa pode ser feita de TNT (tecido-não-tecido) ou de musseline de algodão, materiais que protegem da poeira e permitem a passagem do ar, ajudando a prevenir o aparecimento de bolor. Jamais se deve guardar roupas em capas ou sacolas plásticas.

A caixa deve ser de papel livre de ácido (acid free), com PH neutro, do mesmo tipo de material que é usado para guardar trajes históricos em museus. Neste caso, o vestido deve ser dobrado com cuidado, de forma frouxa, com folhas de papel livre de ácido entre cada uma das dobras, para impedir que se formem vincos definitivos, e evitar que bordados, pérolas e contas danifiquem o tecido.

Durante todo manuseio do vestido limpo, o ideal é que se use luvas de algodão para evitar que a oleosidade das mãos passe para o pano. Para finalizar, pode-se cobrir tudo com uma camada de musseline de algodão. E aí, fecha-se a caixa.

Este tipo de caixa pode ser encontrado em sites de empresas especializadas nos Estados Unidos, basta procurar por “preservation boxes for wedding dresses” (caixas de preservação para vestidos de noiva).

Vestido de noiva Como guarda-lo de forma certa
Imagem via simplypeachy

Aqui no Brasil, o único lugar em que encontramos caixas deste tipo foi a Lav&Cia -lavanderia especializada, no Rio de Janeiro, que há 10 anos se dedica ao segmento de festa e noivas.

Este ano, a empresa decidiu filiar-se à Association of Wedding Gown Specialists (AWGS), e passou a oferecer serviços de preservação que incluem a lavagem e a embalagem da roupa dentro uma Preservation Box, a tal caixa de papel livre de ácido, com PH neutro. Mas atenção: a Lav&Cia não vende as caixas avulsas, somente como parte do serviço de limpeza e preservação.

Carlos Pacheco, sócio e gerente operacional da Lav&Cia, conta que, na lavanderia,

“já foram restaurados alguns vestidos com mais de 50 anos que ficaram excelentes. É muito gratificante ver a emoção da cliente ao encontrar o seu vestido como estava no dia em que se casou, anos atrás.”

Como guardar o vestido de noiva na caixa
Imagem via weddingwire

Quem não tem condições de adquirir uma caixa de papel livre de ácido, pode comprar uma caixa organizadora de papelão comum, dessas que se encontra em lojas de decoração e construção -como Leroy Merlin e Etna- e forrá-la com papel livre de ácido que é vendido em lojas especializadas para scrapbooking ou material artístico. Ela não será tão eficaz quanto a caixa de papel feita para preservação, mas ainda assim é uma opção. E ficará bonita com o papel colorido de scrapbook.

Uma vez limpo e protegido por capa ou caixa, o vestido pode ser guardado em um local escuro e seco. Algumas mulheres, colecionadoras de roupas de alta costura, possuem closets climatizados, com condições ideais de temperatura, luminosidade e umidade, como as salas de museu. Mas se você não se enquadra nesta seleta categoria, pode acondicionar o vestido dentro de um armário, closet, ou sob a cama, como nós, simples mortais.

Vestido de noiva Como guardar em uma caixa
Imagem via simplypeachy

“Closets sem janelas, que ficam com a luz acesa por muito tempo, podem ser prejudiciais”, alerta Alaor Chiodin. “Já vimos muitos casos de roupas que ficam com manchas amareladas por causa da iluminação. E este tipo de mancha não sai de jeito nenhum”, diz.

Depois dessa maratona de driblar a sujeira, a umidade e a luz, encontrar uma caixa mágica e um local perfeito na casa, pode-se relaxar e esquecer, certo? Não exatamente.

Uma ou duas vezes por ano, é preciso tirar o vestido do seu esconderijo para arejar, perto de uma janela, por exemplo, mas sem incidência direta de sol. É o momento de fazer uma inspeção minuciosa para ver se estão surgindo manchas. Em caso afirmativo, será preciso levar o vestido novamente para uma lavanderia especializada. Senão, pode-se guardá-lo por mais alguns meses.

Vestido de noiva Como guarda-lo no armário

O que não fazer:

– Guardar o vestido em capas ou caixas plásticas;

– Embrulhar o vestido em papel de seda azul, pois sua acidez é prejudicial ao tecido;

– Guardar o vestido sem que ele tenha passado por uma lavagem especializada. Mesmo que o vestido não aparente estar sujo, o tecido fica impregnado com resíduos corporais, perfume, etc., e isso irá deteriorá-lo com o passar do tempo;

– Guardar em locais com incidência de luz ou sol, pois os raios ultravioleta desbotam e amarelam o tecido. O mesmo vale para iluminação artificial;

– Guardar em locais úmidos, como garagem, sótão, etc;

– Deixar um vestido pesado pendurado em cabide, pois o tecido pode rasgar com o peso;

– Colocar o véu e outros acessórios que acompanham o vestido na mesma caixa ou capa. Eles podem danificar o vestido.

Como guardar o vestido de noiva o que não fazer

PASSO A PASSO para conservar seu vestido de noiva por muito tempo

– Lavar em lavanderia especializada, o mais rápido possível depois do casamento;

– Proteger o vestido em capa de TNT ou caixa de papel livre de ácido. No caso da caixa, dobrar o vestido de forma frouxa, com folhas de papel livre de ácido entre cada uma das dobras, para impedir que se formem vincos definitivos, e evitar que bordados, pérolas e contas danifiquem o tecido;

– Guardá-lo em local escuro e seco;

– Abrir a embalagem, uma ou duas vezes por ano, inspecionar o tecido do vestido para ver se apareceu alguma mancha ou bolor. Caso isso tenha acontecido, leve-o para a lavanderia. Deixar a peça respirar, perto de uma janela, por exemplo, mas sem ficar exposta ao sol. De preferência, ao manusear, usar luvas de algodão limpas;

– Voltar a guardar o vestido na capa ou caixa protetora, em local escuro e seco.

Como guardar o vestido de noiva o que fazer

Tags da matéria

Vai se casar?

Assine a nossa newsletter e fique por dentro das últimas novidades e tendências!