Não é preciso gastar uma fortuna em ouro 18 quilates para se enfeitar no dia do casamento. Há semijoias lindas que produzem o mesmo efeito glamouroso. O segredo está na escolha certa das peças para que elas evidenciem um acabamento impecável, daqueles que confundem até os entendidos.

Mas qual é o conceito atual de uma semijoia? A designer Renata Bernardo observa que, antigamente, todos os acessórios sem ouro maciço entravam para a categoria da semijoia. “Hoje, esse conceito mudou. Globalmente, a prata já é considerada joia e as pedras brasileiras, como o citrino, o quartzo e a ametista, são valorizadas”, afirma Renata.

Mas ela reconhece que, em termos de preciosidade, nada se compara à combinação do ouro com o diamante. “Esse tipo de joia sempre terá o seu lugar especial. Por isso, buscamos a excelência em nosso trabalho para elaborarmos produtos cada vez mais parecidos com as joias.”

Noivas podem usar semijoias
Foto: Ricardo Hara / Alessandra Cazzaro

Dona de um acervo com mais de 100 peças, entre coroas, tiaras e brincos, a designer Alessandra Cazzaro também concorda que a joia tem o seu espaço. “É o único luxo que não vira lixo.” Ela observa que as noivas atuais buscam por acessórios que não custam o preço de um apartamento. A constatação ganha evidência no histórico de seis anos do seu atelier: nesse período, Alessandra recebeu uma única encomenda de coroa em ouro maciço e diamantes.

As demais criações da sua grife são desenvolvidas em prata e recebem o banho de ouro no tom que a noiva desejar: dourado, ouro branco, rosé ou negro. Além do preço mais acessível, há outras vantagens quando se opta por uma semijoia. Entre elas, estão a liberdade de variar, ousar e imprimir o estilo particular da noiva – algo nem sempre possível quando a escolha fica com uma joia de família.

Está mais tranquila em saber que você não precisa investir tão alto nos acessórios? Então siga as dicas dessas duas gabaritadas designers para não ter perigo de errar na escolha e perder o brilho na festa.

Noivas podem usar semijoias pérola
Vai que descola
A primeira dica é ficar de olho no acabamento das peças. Prefira as que são confeccionadas com pedras cravejadas. As pedras coladas já anunciam que a mão de obra não foi cuidadosa e que o material usado não está entre os de melhor qualidade. Afinal, que fabricante arriscaria ver uma pérola natural quicando por aí?

Foto: Caixa de Retratos / Alessandra Cazzaro
Noivas podem usar semijoias pérola
Noivas podem usar semijoias folhado a ouro
Ouro em camadas
Evite as peças folheadas a ouro. Elas descascam com o tempo, além de evidenciarem um tom mais amarelado e falso. As banhadas a ouro, no entanto, têm uma maior garantia de durabilidade e uma tonalidade mais delicada, muito similar à de uma peça de ouro maciço.

Foto: Renata Bernardo / Divulgação
Noivas podem usar semijoias folhado a ouro
Noivas podem usar semijoias diamante
O caminho das pedras 
Diamantes
A zircônia está entre os substitutos do diamante nas semijoias. “Eu uso um tipo de zircônia especial, também chamado de diamante híbrido. Muito bem lapidado, ele exibe um brilho maior”, afirma Renata Bernardo. A designer Alessandra Cazzaro, no entanto, prefere o cristal suíço. “Ele tem um brilho impecável”, explica. Alessandra também dá algumas dicas para você identificar o tipo de pedra que está comprando. De acordo com a designer, a zircônia tem um brilho mais esbranquiçado; ao passo que o cristal irradia as cores do arco-íris – efeito mais parecido com o brilho de um diamante.

Foto: Caixa de Retratos / Alessandra Cazzaro
Noivas podem usar semijoias diamante
Noivas podem usar semijoias pérola
Pérolas 
Se você fizer questão de uma pérola natural, fique atenta ao buraco da esfera. A pérola fake tem um furo maior. No quesito brilho, uma pérola sintética não consegue reproduzir com fidelidade a aparência da natural. Na foto, ela se entrega ainda mais. “O brilho acetinado desaparece e, na imagem, ela vira uma bola branca”, diz Alessandra Cazzaro, que só usa pérolas naturais nas suas criações.

Foto: Caixa de Retratos / Alessandra Cazzaro
Noivas podem usar semijoias pérola
Noivas podem usar semijoias madrepérola
Recuse imitações
De acordo com as duas designers, algumas pedras são difíceis de serem reproduzidas ou substituídas. É o caso da esmeralda. “Embora exista uma pedra chamada esmeralda fusion, quem gosta de esmeralda não faz essa troca. Ela não tem a mesma vida na cor”, explica Renata Bernardo. O mesmo pensa Alessandra Cazzaro ao se referir à madrepérola, material que ela recomenda muito em acessórios para casamentos de dia e para as noivas mais românticas.

Foto: Alessandra Cazzaro / Divulgação
Noivas podem usar semijoias madrepérola
Tags da matéria

Vai se casar?

Assine a nossa newsletter e fique por dentro das últimas novidades e tendências!