casamentos-internacionais-organizacao-na-italia

O noivado abre as comemorações do casamento. O que vem depois? Com tantas coisas para organizar, a lista pode ficar confusa. O iCasei conversou com as italianas Anna Maria Nardi, assessora de casamentos, e com a noiva Chiara Brando e descobriu  como funcionam os próximos passos no país.

Segundo a assessora, o segundo passo é decidir a data do evento. A especialista explica que o tempo de espera até o Grande Dia costuma ser de um à dois anos e que nesse período a família é essencial. Chiara concorda. A noiva passou por um longo período de decisão, pois o desejo do casal era de casar na praia, e os meses de verão europeus se restringem ao período de julho à agosto. As opções ficaram menores ainda, uma vez que no país da noiva, o mês de agosto é considerado de má sorte.

casamentos-internacionais-organizacao-na-italia-data-do-casamento A data do casamento deve ser escolhida logo depois do pedido – Foto: iStock/Divulgação

O que finalizou a decisão do casal, foi a disponibilidade da igreja – outro fator decisivo no planejamento. “Não é fácil conseguir lugar nas igrejas mais cobiçadas. Para agendar a dos nossos sonhos, o tempo de espera era de 1 ano e meio. Foi meio que desse jeito que a data foi decidida. Na primeira data disponível de verão, marcamos”, conta a noiva. “A maior prioridade na Itália, especialmente em Roma, é agendar a igreja. Todos os casais querem as mais bonitas, que por sua vez são as com maiores filas de espera”, complementa a assessora.

Veja também Série casamentos internacionais | O Pedido de casamento na Espanha

casamentos-internacionais-organizacao-na-italia-igreja Algumas igrejas possuem lista de espera de mais de um ano – Foto: iStock/Divulgação

A próxima prioridade na lista da noiva italiana, segundo Anna Maria, diz respeito ao estilo e tema da festa. “É muito importante entender o que se espera do evento: que ele seja formal, semi-formal ou informal. Isso dá rumo à todo resto dos planejamentos” explica.

Chiara conta que esta etapa pode ser complicada, uma vez que a organização envolve muitas opiniões (nem sempre semelhantes): “Não foi fácil convencer meus pais de que nós queríamos uma celebração mais íntima. O sonho deles sempre foi de fazer um evento enorme, com muitos convidados. Só que não era o meu. Eu queria que fosse uma celebração só com as pessoas mais queridas. No fim deu tudo certo. Eles entenderam e foi lindo”, conta a noiva.

casamentos-internacionais-organizacao-na-italia-decoracao O tema e decoração devem ser escolhidos de forma a agradar todos – Foto: iStock/Divulgação

Segundo a assessora, outro passo que anda junto com a decisão do estilo da festa é o orçamento do evento, e quem vai arcar com as despesas do mesmo. Chiara explica que a tradição do país pede que o pai da noiva banque tudo. “Vivemos em um país bem apegado às tradições. É normal que a família da mulher pague a festa. É uma questão de honra”, diz.

Por último, e mais importante, vem o vestido. “Escolher o vestido é o  que eu mais amo fazer. Ainda mais na Itália que, como você sabe, tem estilistas maravilhosos. As meninas geralmente optam pelo clássico, mas nem todas. Na Itália muitas escolhem vestidos com toques de vermelho, roxo ou verde. Neste caso, é comum que o tema do casamento siga essas cores.”, finaliza Anna Maria.

Confira mais em: Série casamentos internacionais | Namoro e noivado nos EUA

Tags da matéria

Vai se casar?

Assine a nossa newsletter e fique por dentro das últimas novidades e tendências!