Item obrigatório na papelaria de casamento é o save the date –um aviso de que vai rolar celebração, um pré-convite que já indica aos convidados a data do casamento lá na frente e, especialmente no caso de destination weddings, a cidade e/ou país.

Papelaria de casamento Save the date
Duo Amor/ Divulgação

Confira abaixo todas as dicas para fazer o save the date do seu casamento.

É obrigatório fazer o save the date? Serve para qualquer tipo de casamento?

Segundo Julia Leroux, da Duo Amor, Raquel Salaro Menezes, da Tem Amor no Papel, e Mariana Prieto, da Conto de Noiva, não é obrigatório fazer save the date e ele serve sim para qualquer tipo de casamento.

“Facilita bastante a vida dos convidados. Com ele, todos se organizam para não marcar nada na data do casamento (como uma viagem de férias, por exemplo). Se o convidado for de outra cidade ou o evento for um destination wedding, ele se organiza com antecedência para comprar passagem e reservar hotel”, explicam Raquel e Julia.

“Embora não seja obrigatório, é bastante recomendável. Com a correria do dia a dia, as pessoas têm uma agenda cada vez mais cheia. Quando se trata de um casamento fora do país, em que as pessoas precisam reservar hotéis e passagens, elas já conseguem marcar na agenda e guardar a data. A formalização vem depois, com o convite. Ele cumpre bem com o papel de ajudar os convidados a se programarem. De mini wedding até festas maiores tem save the date. Ele também tem a função de ajudar as pessoas a entrem no clima do casamento e, no caso do save the date online, ele pode ser usado para direcionar os convidados ao site dos noivos. Lá, elas já conseguem sentir e participar sobre como será o casamento”, define Mariana.

 

Papelaria de casamento Save the date data
Pinterest/ Reprodução

Quanto tempo antes os noivos devem enviar o save the date aos convidados?

Julia e Raquel indicam que o save the date seja enviado de cinco a seis meses antes do casamento.

“Se o casamento for em São Paulo e todos os convidados da cidade, recomendamos fazer com quatro meses de antecedência. Se é um destination wedding, o ideal é fazer pelo menos oito meses antes da data. Se é um casamento mais tranquilo, em que todos estão na mesma região, quatro meses antes dá para fazer tranquilamente. Mas, no geral, de cinco a seis meses antes é o ideal para enviar”, indica Mariana.

Papelaria de casamento Save the date quando enviar

Quando os noivos devem começar a fazer o save the date?

Raquel e Julia recomendam que os noivos iniciem a pesquisa e contratação desse item com 7 a 8 meses de antecedência da data do casamento, para fazer o layout com calma. Mariana opina que vai depender de cada caso.

“Vai variar de acordo com o grau de personalização, com os fornecedores, se é online ou impresso. Se ela quiser uma criação do zero, vai demorar um pouquinho mais”, assegura Mariana.

Papelaria Save the date quando começar
Duo Amor/ Divulgação

É possível fazer online ou em outros formatos que não seja o impresso?

Para Julia e Mariana, é possível e super comum o save the date online, seja em formato de arte digital, foto ou até em vídeo.

“O save the date online é bem mais fácil de ser enviado, tanto por e-mail quanto pelo celular mesmo. E existem vários modelos prontos para todos os tipos de casamento, o que agiliza a produção caso os noivos estejam em cima do prazo de envio”, pontua Raquel.

Papelaria de casamento Save the date online

É preciso colocar horário? Ou somente o dia é suficiente?

Julia aponta que o objetivo do save the date é informar aos convidados a data do casamento para eles já reservem este dia. “Ele não substitui o convite, então informações como horário e endereço devem ser indicadas no convite oficial”, alerta.

Raquel acredita que apenas a data e a cidade do casamento são suficientes.

Para Mariana, pode ser interessante colocar o horário, mas somente o dia já é suficiente. “Os noivos podem colocar o horário depois, somente no convite. A não ser que seja um horário muito específico, que os noivos já queiram enfatizar no save the date –no caso de um casamento pela manhã, por exemplo, que não é muito comum, para os convidados se programarem”, explica.

Papelaria de casamento Save the date horário
Pinterest/ Reprodução

Precisa colocar o endereço da recepção ou da cerimônia?

De acordo com Julia, informações como endereço da recepção e cerimônia devem ser informados no convite oficial, apenas com uma ressalva: “Caso os noivos tenham convidados de outras cidades, estados e países ou se eles são de cidades diferentes ou até se vão fazer um destination wedding, é importante informar no save the date a cidade onde será realizado o casamento, assim os convidados podem já se programar para a viagem”.

“Normalmente, colocamos a cidade e o estado onde acontecerá o casamento. Geralmente, não é tão específico. Se for fora do país, já é bom informar também onde será –neste caso, eles podem colocar a cidade e o país”, destaca Mariana.

Papelaria de casamento Save the date endereço
Pinterest/ Reprodução

O save the date e o convite do casamento precisam seguir a mesma identidade visual? Como fazer quando os noivos ainda não sabem como será identidade visual do casamento?

Para Julia, é muito legal quando os noivos se programam com antecedência e conseguem contratar esses itens juntos para que tenham a mesma identidade visual, porém, não é nenhum problema quando isso não acontece.

“O mais importante é que eles sigam o mesmo estilo e estejam em sintonia com o evento -clássico, rústico, moderno, etc. Quando os noivos ainda não sabem como será a identidade visual do casamento, mas querem fazer o save the date, uma boa opção é seguir com um formato que não tenha uma identidade visual muito marcante e o destaque seja uma foto do casal, por exemplo”, sugere.

Na opinião de Mariana, é importante que o convite e o save the date sigam a mesma linha.

“Na realidade, se no save the date os noivos quiserem usar uma foto, por exemplo, podemos usar a tipologia, o monograma ou o acabamento que sigam a mesma linha visual. Eles não precisam ser exatamente iguais. Podemos trabalhar com peças que tenham a mesma direção de arte, mas sem repetir os acabamentos. Há mil maneiras de brincar com a identidade visual. Mas eles precisam contar uma história, precisam ter a mesma carinha. Dentre as primeiros itens que os noivos devem fechar está a identidade visual do casamento, pois é um dos pilares da festa. Ela que vai contar a história deste casamento, como são os noivos, o estilo da festa, as cores, a decoração. O ideal é ir atrás de um fornecedor que consiga entregar uma papelaria completa. Toda a identidade do evento deve conversar”, argumenta.

Papelaria de casamento Save the date arte do convite
Instagram/ Reprodução

Onde os noivos podem fazer o save the date?

Julia afirma que os noivos podem fazer com empresas de convites e papelaria e buscar, inclusive, pacotes para fechar toda papelaria do casamento –save the date, convite, menu, plaquinhas sinalizadoras, etc.

“Os noivos podem optar por fazer por conta própria também -aproveitar o ensaio de noivado e fazer fotos bonitas com plaquinhas indicando a data do casamento; escolher uma foto especial do casal e incluir a data do casamento digitalmente; escrever cartões postais e enviar pelos correios são algumas ideias”, sugere.

Papelaria de casamento Save the date gráfica
Pinterest/ Reprodução
Tags da matéria

Vai se casar?

Assine a nossa newsletter e fique por dentro das últimas novidades e tendências!