O casamento civil fora cartório, conhecido como casamento em diligência, é mais chique, aconchegante e conveniente. Os noivos podem convidar mais padrinhos e escolher o dia e o horário que querem que seja realizada a cerimônia.

Passo 1

A primeira coisa a se pensar é em qual cartório dar entrada no casamento e onde será realizada a cerimônia.

Casamento-fora-do-cartório-Primeiros-passos
Foto: Weddingown.pw/ Divulgação

Passo 2

Se o local escolhido para se casar é a residência ou outro local no mesmo bairro que os noivos moram, pode-se dar entrada no casamento no cartório mais próximo do local e marcar dia e hora para a cerimônia em diligência.

A maioria dos cartórios não possuem restrições de o dia e horário para realizar os casamentos fora do cartório, porém os noivos precisam planejar com antecedência para “reservar” a data desejada no cartório escolhido.

Passo 3

Atente-se! Alguns cartórios não realizam casamentos aos domingos e feriados, por exemplo, por isso antes de fechar o casamento, os noivos devem entrar em contato com o cartório para garantir que a cerimônia pode ser realizada na data desejada.

Casamento-fora-do-cartório
Foto: Moira Hughes/ Divulgação

Vantagens do casamento em diligência

A flexibilidade de datas é maior, tornando-o mais conveniente não somente para os noivos, mas também para os padrinhos e convidados. Possibilidade de realizar a cerimônia em qualquer local é mais atraente do que fazer o casamento no cartório.

Desvantagens

A única desvantagem é que o valor do casamento em diligência é maior em relação aos outros tipos de casamento.

Em termos legais, não há diferença, os documentos necessários para casar e exigências são as mesmas que o casamento no cartório, ficando à preferência dos noivos a forma que desejam realizar a cerimônia.

Casamento-fora-do-cartório-papelada

Tags da matéria

Vai se casar?

Assine a nossa newsletter e fique por dentro das últimas novidades e tendências!