Para quem quer sair do óbvio na viagem de lua de mel, o Marrocos é uma ótima opção. O país tem uma cultura riquíssima, com influências orientais e francesas, grande diversidade de paisagens, bela arquitetura e muitos lugares românticos.

Além disso, a rede hoteleira está bem preparada para receber turistas de todos os estilos e bolsos, com ampla infraestrutura. Confira as dicas de especialistas e saiba mais sobre esse destino apaixonante.

Lua-de-mel-casal-no-Marrocos

Por que passar a lua de mel no Marrocos?

“Acredito que por ser um destino exótico, e pela exuberância cultural, pois o fato de ter sido um território de domínio francês, criou-se uma identidade única. As paisagens têm grandes contrastes, das dunas do deserto aos picos nevados nas Montanhas Atlas”, aponta Alice Arabori, gerente de produtos da Kangaroo Tours.

“Esse tipo de destino serve muito bem a casais que buscam o diferente, o exótico e paisagens de contos de fadas. Pensar em Marrocos é teletransportar o casal ao cenário das 1001 noites. É sentir profundamente a experiência em todos os sentidos: luzes mágicas, cheiros reconfortantes de ervas e uma culinária simplesmente incrível, saudável e saborosa”, indica Vanessa El Ain, diretora da RH Boutique Travel.

Lua-de-mel-casal-no-Marrocos

País de contrastes

Como suas cidades históricas, com arquiteturas diversas, a natureza do Marrocos é cheia de contrastes, e apresenta desde a aridez do deserto do Saara até os picos nevados dos montes Atlas.

“Além das tradicionais Cidades Imperiais Casablanca, Fez e Marrakesh, recomendo a pitoresca cidade pintada em azul, Chefchaouen; a região nas bordas do deserto cercada pelas plantações de palmeiras e vilas de berberes, Erfoud; e as montanhas de Atlas, Ourazazate”, afirma Alice Arabori.

Lua-de-mel-casal-no-Marrocos-cenários

Medina

“Primeiro bairro da cidade reconhecido como Patrimônio da Humanidade pela Unesco, em 1985, a Medina de Marrakech é um mundo à parte. Abriga em seu interior diversos monumentos e atrações, com destaque para os souks, onde pode-se encontrar praticamente de tudo, como tecidos, objetos de decoração, ​joias, souvenirs e muito mais”, recomenda Vanessa.

Koutoubia Mosque and Minaret (Mesquita e Minarete Koutoubia)

“No coração da Medina, o minarete desta Mesquita, construída no início do século 12, é o ponto mais alto da região, uma vez que a lei de urbanização local proíbe que qualquer construção seja maior que uma palmeira.​ ​Não é permitida a entrada de não muçulmanos ou mulheres na Mesquita. Fotos de sua fachada são permitidas”, diz Vanessa. ​​

Lua-de-mel-no-Marrocos-mesquita

Djemaa el Fna (Praça Djemaa el Fna)

“Principal espaço de performances públicas da cidade, a praça concentra todo o tipo de artistas: de equilibristas encantadores de serpentes à videntes e muitos outros personagens. À noite, porém, a praça se transforma em um movimentado mercado, onde pode-se apreciar os mais variados exemplos da culinária local nas inúmeras tendas”, conta Vanessa El Ain.

Lua-de-mel-no-Marrocos-Djemaa-el-Fna

Gastronomia

Além do tradicional cuscuz marroquino, prato mais conhecido do país no Ocidente, o Marrocos oferece uma gastronomia riquíssima em especiarias e ingredientes exóticos.

“Em Marrakech, indico o restaurante La Sultana, no Hotel Riad La Sultana, e o Le Namaskar, no Hotel Palais Namaskar. Em Casablanca, vale muito a pena visitar o Le Brasserie, no Hotel Sofitel, e o restaurante Le Cabestan”, aponta Alice.

Vanessa indica restaurantes para quem quer curtir a culinária de Marrakech:”O Dar Yacout, em um lindo palacete dentro da Medina, agrada tanto o paladar quanto a visão, com sua decoração romântica e bela vista da cidade. O cardápio fixo conta com saladas, carne e cuscuz preparados de maneira tradicional. Já o Azar é especializado na saborosa combinação das culinárias libanesa e marroquina. O ambiente tem decoração oriental contemporânea, com lanternas, almofadas e mobília estilo retrô. O espaço do mezanino é mais intimista, ideal para jantares românticos. A música ao vivo garante um clima ainda mais aconchegante. O Al Fassia é um excelente lugar para provar um autêntico tagine marroquino – cozido de carne, frango ou cordeiro com legumes, servido em um recipiente que leva o mesmo nome. As especiarias utilizadas no cozimento emanam um aroma característico. A decoração é de encher os olhos. No Bô-Zin, sabores marroquinos com influências asiáticas são encontrados no cardápio. O restaurante e bar estilo lounge, à noite, se transforma em um badalado nightclub“.

Hospedagem

“Em Fez, indico o Hotel Sahrai e o Palais Farjah. Em Marrakech, Riad Dar Anika, Hotel La Sultana, La Villa des Orangers, Ksar Char Bagh, Hotel Sofitel Marrakech. Em Casablanca, o Hotel Four Seasons. Em Ourazazate, Dar Ahlam”, afirma Alice.

“Eu indico um roteiro de 8 dias que inclui Marrakech, Ouarzazate e Deserto do Saara. Pensão completa no Dar Ahlam e El Khiam Ahlam, com open bar (exceto vinhos a la carte e champagne), viagens em carro privativo e guia em idioma inglês para a realização dos passeios”, conclui Vanessa.

Lua-de-mel-no-Marrocos-hoteis

Serviço

RH Boutique Travel
http://www.royaletur.com.br/
Telefone: (11) 97272-3652
E-mail: luademel@royaletur.com.br

Kangaroo Tours
http://www.kangaroo.com.br/
Telefones: (11) 3995-5170 | (11) 3509-3800 | (41) 3077-9003 | (21) 3594-4681
E-mail: info@kangaroo.com.br

Tags da matéria

Vai se casar?

Assine a nossa newsletter e fique por dentro das últimas novidades e tendências!