ilhas maldivas lua de mel

Veja também: Dicas Ilhas Maldivas | O que visitar

Com motivos de sobra para ser considerada uma das regiões mais deslumbrantes do planeta, as Ilhas Maldivas fazem jus a quaisquer adjetivos – ou superlativos – usados para descrevê-las: santuário paradisíaco, lugar de beleza irretocável e de natureza privilegiada.

Formado por 1190 ilhotas, localizadas no Oceano Índico, o arquipélago, que ocupa uma pequena extensão de 90 mil km², tem 98% de seu território imerso em águas e 26 atóis naturais contornados por lagoas rasas e recifes. Cerca de 900 dessas ilhas são protegidas e mantidas para projetos de conservação ambiental. Outras 200 são habitadas por nativos e o restante é dedicado, exclusivamente, ao lazer e ao turismo, principalmente para lua de mel.

ilhas maldivas lua de mel bangalô

Exótico, o local atrai, cada vez mais, visitantes do mundo todo à procura de suas águas que, para alguns, são de tom azul-turquesa intenso e, para outros, de cor esmeralda. Entretanto, o que ninguém discorda é que as lindas praias de areia branca e macia, a riquíssima diversidade da vida marinha e as inúmeras opções de esportes aquáticos, como safáris de mergulho, snorkeling e pesca noturna, fazem das Maldivas um verdadeiro oásis na Terra.

Os luxuosos resorts, instalados um em cada ilha, contam com acomodações em estilo bangalô que, dependendo da categoria, incluem piscinas privativas, decks, varandas com espreguiçadeiras e sala de spa particular.

ilhas maldivas lua de mel bangalô

A capital do país, Male, local de chegada e saída dos visitantes, também apresenta várias opções de entretenimento, que vão desde os prédios governamentais com arquitetura mulçumana, religião predominante nas Maldivas, aos restaurantes típicos que servem comidas à base de peixe, temperos fortes e coco.

Informações

ilhas maldivas lua de mel

Visto: não é necessário para estadia de até 30 dias. Exige-se, apenas, o passaporte com validade mínima de seis meses a contar da data do embarque e, ao menos, duas páginas em branco, lado a lado.

Vacinação: exige-se a vacina contra febre amarela (aplicada, no mínimo, 10 dias antes da viagem), acompanhada do Certificado Internacional de Vacinação.

Idioma: dhivehi ou maldivense, mas o inglês também é bastante usado nas ilhas, principalmente nas turísticas.

Moeda: Rúpia Maldívia.

Fuso horário: oito horas a mais em relação ao horário de Brasília.

Clima: as altas temperaturas predominam o ano todo, com chuvas e ventos fortes entre maio e outubro e seca de novembro a abril.

O que levar: roupas leves e confortáveis para o dia, trajes de banho, chinelos, chapéu, óculos de sol e protetor solar. Vale a pena incluir uma roupa mais “arrumadinha” para sair à noite.

 

Tags da matéria

Vai se casar?

Assine a nossa newsletter e fique por dentro das últimas novidades e tendências!