encontro de casais

Veja também: Comportamento pós-casamento: Mudanças e adaptações

A vida pós-casamento traz diversas mudanças, e com elas alguns conflitos. Para ajudar os casais, diversas religiões promovem encontros. Esta pode ser uma opção para quem busca a conciliação.

A igreja católica, por exemplo, possui um grupo chamado ECC, Encontro de Casais com Cristo. O grupo teve início em 1970, na Paróquia Nossa Senhora do Rosário, na Vila Pompéia, em São Paulo. Atualmente, está presente em 223 (Arqui)Dioceses.

Segundo Dinalva Oliveira, participante do ECC, “o ECC busca, a partir da família e da comunidade paroquial, mostrar pistas para que os casais se reencontrem com eles mesmos, com os filhos e com a comunidade.”

Dinalva, que é casada há 4 anos, explica os benefícios que a reunião trouxe ao seu casamento. “O ECC representou uma grande mudança em nossas vidas. Através desse encontro eu pude descobrir a importância da família e do amor conjugal. Foram momentos inesquecíveis. Eu e meu marido voltamos mais fortalecidos espiritual e emocionalmente.”

casal em encontro de casais

Na igreja protestante Bola de Neve, os encontros na sede da igreja ocorrem a cada 2 meses, e os chamados congressos, que reúnem diversos casais para palestras e aconselhamentos, ocorrem a cada dois anos. Cerca de 3000 pessoas participam do congresso. Segundo a igreja, o propósito do encontro é ajudar os casais a desenvolverem um relacionamento sadio, além de ajudar os relacionamentos que estão passando por alguma dificuldade.

igrejas encontro de casais

Já a igreja presbiteriana do Morumbi, em São Paulo, realiza encontros esporádicos, com um ambiente informal, seguido de confraternização, como almoços e cafés da manhã. Cerca de 60 pessoas participam destes encontros. Segundo o pastor responsável pela localidade, Pr. Paulo César, o propósito do encontro é sempre reunir os casais e levá-los a uma reflexão, reconhecendo, um no outro, a sua própria felicidade. “Sempre buscamos conformar a vida dos casais ao ensinamento de Deus para o lar nos papeis conjugais. O entendimento básico é reconhecermos que somos pecadores e, portanto, temos defeitos por natureza, o que invariavelmente trará problemas nos relacionamentos. Mas, por outro lado, temos alvos muito bem estabelecidos para seguir, como o casamento como um compromisso firmado com Deus e a necessidade do marido amar a esposa.”

recém casados

O importante é buscar o que te faz bem, e seguir a adaptação na vida conjugal. O que deve prevalecer é o amor!

Imagens: Shutterstock

Tags da matéria

Vai se casar?

Assine a nossa newsletter e fique por dentro das últimas novidades e tendências!