Escolher um imóvel para o casal morar envolve questões que vão além da quantidade de quartos e o tamanho do metro quadrado. Ao procurar uma casa ou apartamento, é fundamental investigar a vizinhança para saber se a área é o lugar ideal para uma futura família residir.

shutterstock_147520046

Antes de fechar negócio, é preciso checar se o bairro oferece comodidade e infraestrutura. Oferecer fácil acesso a vias principais e ao transporte público é um ponto que valorizam o imóvel e devem ser levados em consideração pelo casal que está em busca do lar perfeito.

Confira alguns passos importantes na hora de observar a vizinhança antes de fechar negócio:

Visite o local durante o dia e a noite – A luz da manhã pode mostrar o que não se vê quando está escuro. A movimentação da rua e estabelecimentos abertos dão uma ideia de como é o local durante o dia. Além disso, a visita neste horário também pode revelar se a casa recebe pouca luz do sol.

Fazer uma visita durante a noite também é uma amostra mais real do local. Neste período é possível verificar se a região é segura para se morar. “À noite é possível observar se a rua é bem iluminada”, lembra o corretor de imóveis José Francisco Melo Altafini.

Confira alguns passos importantes na hora de observar a vizinhança (Fotos: ThinkStock)
Faça caminhadas pela vizinhança (Fotos: ThinkStock)

Aos finais de semana a vizinhança também pode mostrar um pouco mais a sua cara, já que muitos moradores estão em casa. Cheque os estabelecimentos presentes nas redondezas, tais como banco, mercado, farmácia e padaria.

“Ter um hospital perto de casa é um ponto positivo. No entanto, o ideal é que ele esteja localizado a cerca de 2 km do imóvel, para evitar muita movimentação na porta de casa”, sugere Altafini.

Converse com os vizinhos – Saber o que as pessoas que moram na área pensam sobre o local pode ser um bom indicativo. Busque entender quais são os problemas da vizinhança e analise se eles estão dentro dos padrões do casal.

Durante a conversa, é possível descobrir mais sobre a segurança e informações de trânsito, alagamento e outras questões importantes.

Preste atenção no barulho – Quem não suporta que música alta ou barulho de vizinhos invada o silêncio da casa, o recomendado por Altafini é passar um período mais longo dentro do imóvel antes de bater o martelo.

“Se houver uma estação de trem por perto ou aeroporto, o interessado na casa deve avaliar se o ruído do transporte irá ser algo incômodo no dia a dia”, ressalta o corretor.

Se a vizinhança tem muitas crianças e o perfil do casal é mais tranquilo, morar em um local onde elas brincam perto da janela da casa ou apartamento pode ser frustrante.

Tem estacionamento na rua? – Se você é do tipo de que gosta de receber os amigos e a família em casa, é interessante verificar se há vagas na rua para que eles possam estacionar o carro.

Verifique se as ruas próximas têm vagas para as visitas estacionarem o carro
Verifique se as ruas próximas têm vagas para as visitas estacionarem o carro

Verifique se há acesso a meio de transportes – Mesmo quem tem carro na garagem, ter fácil acesso ao transporte público pode ser bastante benéfico. Confira quais são as linhas de ônibus, metrô e trem que servem a região.

Feira de rua – Ter uma feira perto de casa pode ser um benefício, principalmente para as pessoas que não dirigem ou não têm carro. No entanto, para quem precisa tirar o automóvel da garagem, as barraquinhas podem se tornar um inconveniente semanal se a rua precisar ser fechada para que elas aconteçam.

Parceria Revista Zap Imóveis

Tags da matéria

Vai se casar?

Assine a nossa newsletter e fique por dentro das últimas novidades e tendências!