traje do casamento - noivo - revista icasei

Escolher o traje do noivo pode não ser tão difícil como escolher um vestido de noiva, mas é uma decisão bastante importante, uma vez que o noivo tem grande papel de destaque no casamento e deve estar no mesmo padrão que a noiva e no estilo da festa.

O policial militar Rafael Bulos Albuquerque pesquisou muito na internet para encontrar o modelo certo. “Existe um blog chamado ‘Dudes Modernos’, de Diandra Fernandes, uma estilista do Rio de Janeiro, que fala dos trajes dos noivos, os tipos, as tendências atuais, e como sou vaidoso, gosto de andar na moda, via muitas dicas por lá”, conta.

traje do casamento - noivo - revista icasei (2)

Por recomendação de sua esposa, Rafael foi pessoalmente pesquisar em algumas lojas que davam desconto em razão da parceria com o blog de casamentos Universo das Noivas, de sua esposa. “Mesmo com o abatimento, o aluguel era caro e então pensei: porque não investir num terno de qualidade e ter ele para o resto da vida? Gastei uns R$ 800,00 a mais do que eu iria gastar com o aluguel, mas valeu muito a pena, pois hoje uso ele nas nossas comemorações mensais e em outras festas marcantes”, destaca Rafael.

O modelo escolhido por Rafael foi um costume slim fit preto. “A partir das dicas que eu ia lendo na internet, o alfaiate da própria loja fez os ajustes necessários e saí de lá contente com ele, pois era o que eu procurava”, comenta. Um detalhe interessante no costume de Rafael: “o meu traje eu mesmo escolhi, até hoje vi poucos casos do noivo utilizar terno com gravata borboleta. E, diferente do que a maioria dos homens pensa, o traje terno é a combinação feita pela calça, paletó e colete. Se tirar o colete, vira costume. Coisas que eu só passei a saber depois que virei noivo”.

traje do casamento - noivo - revista icasei (1)

Veja também Sapato do noivo | Dicas para a escolha

O empresário de Curitiba (PR) Fábio Perini Dalprá optou por fazer um terno sob medida. Antes de decidir pelo modelo do grande dia, ele foi a vários lugares que ofereciam aluguel de trajes e a algumas lojas também. Entretanto, durante um evento de noivos, ele assistiu a uma palestra e a um desfile da Camargo Alfaiataria, gostou do trabalho e decidiu fazer o terno com ele. “Fui algumas vezes a São Paulo (SP) para tirar medidas e fazer as provas. Optei por fazer também um sapato sob medida no mesmo local. Lá recebi várias dicas e sugestões para o uso do terno e também comprei abotoaduras e a gravata”, afirma.

Para Fábio, um terno sob medida faz grande diferença. “Quando visto um terno que comprei em uma loja e aquele feito para você, é impressionante a diferença no caimento”, pontua.

 

fabio-dalpra-foto-konrahd - traje do casamento - revista icasei

 

Foto:  Konrahd Fotos

Dicas para a escolha do traje 

Rafael recomenda pesquisar o terno com antecedência. “Somos de Salvador (BA) e, mesmo morando na capital, tive dificuldades para encontrar um terno interessante. Lembro-me de um episódio engraçado que aconteceu: entrei numa loja e pedi um terno de lã que tivesse certo brilho (quanto mais fios, mais brilho e mais caro também), e a atendente me disse que eu não era famoso, que não precisava de um terno acetinado. Depois começou a falar coisas que não batiam com as dicas da estilista do site e logo vi que ela não entendia nada”, diverte-se.

traje do casamento - noivo - revista icasei (3)

Para Rafael, se o noivo for exigente como ele, é importante não fazer nada em cima da hora. “Pesquise antes, se não achar na sua cidade, importe um terno bom. Mas não faça nada em cima da hora, pois corre o risco de ficar insatisfeito num dos dias mais importantes na vida de um homem! Já pensou olhar as fotos depois e ficar chateado porque alugou/comprou um terno que não gostou? Sei que existe toda a correria com os preparativos, mas sempre tem aquele tempinho de sobra! Invista num traje interessante, ouse e, se for o caso, compre!”, recomenda.

Fábio concorda com a dica de Rafael. “Comecei a pesquisar sobre o traje em Curitiba com cerca de seis meses de antecedência. Conheci o trabalho da Camargo Alfaiataria cerca de dois a três meses antes do casamento, e esse período foi essencial para que fosse a São Paulo fazer algumas provas. O terno ficou pronto cerca de duas semanas antes do casamento. Tive que fazer um ajuste no sapato e tive tempo hábil para isso”, lembra.

traje do casamento - noivo - revista icasei (4)

Na opinião de Fábio, o importante é se sentir bem com o traje escolhido. “Vá a vários lugares e experimente diferentes ternos e costumes. Desta forma é possível ver o que realmente fica bem para você”, explica.

traje do casamento - revista icasei

Outra dica de Rafael é ignorar com comentários como “você quer aparecer mais do que a noiva”. “Por mais que o traje do noivo tenha um brilho ou uma gravata diferente, ele nunca irá chegar perto da beleza de um vestido de noiva, ainda mais quando é a sua noiva que está dentro dele”, conclui.

Tags da matéria

Vai se casar?

Assine a nossa newsletter e fique por dentro das últimas novidades e tendências!