Em dia de casamento e festa, as primeiras opções das mulheres são os sapatos de salto alto. Em geral, a maioria das convidadas, madrinhas e familiares dos noivos já associam o evento com um traje mais fino e formal acompanhado de sapatos altos.

Mas ficar muito tempo em cima do salto pode gerar alguns desconfortos. Mesmo com as propostas mais descontraídas de casamento que acontecem pela manhã ou à tarde, dificilmente as mulheres deixam os centímetros a mais de lado.

Dicas-de-etiqueta-tirar-o-salto-ou-não
Foto: Riches Forrag/ Tumblr

Para aliviar as dores dos pés e tornozelos, além das bolhas e machucados provocados pelos sapatos de salto altos, é comum que em determinado momento da festa as convidadas tirem o salto, optando por uma sapatilha, rasteirinha ou chinelo para ficarem mais confortáveis e aproveitarem a pista de dança. Mas, de acordo com a etiqueta, existe algum problema em tirar o saltão? Organizamos as 3 principais dicas. Confira!

1. Escolha um sapato confortável

Talita Uoya, assessora e cerimonialista de casamentos, afirma que não. Ela explica que, apesar de ser um costume no Brasil, a melhor opção é escolher um sapato confortável para usar durante toda a cerimônia e festa e jamais ficar com os pés descalços.

“O ideal é que ao escolher o traje para a devida ocasião, a convidada já pense em aliar a elegância com o conforto. É de bom tom que a mulher vá embora do evento da mesma maneira que chegou”, diz.

2. Verifique o estilo do casamento

Em casamentos mais clássicos e tradicionais, quando os trajes indicados são finos e black-tie, descer dos saltos não é nada usual. Isso porque, além de deselegante, pode soar como desrespeito aos noivos.

“A etiqueta, de um modo geral, é contrária a qualquer desconstrução do convidado. O casal teve todo o cuidado para preparar uma linda recepção para os convidados e, em determinado momento, os convidados optam por usar chinelo, por exemplo. É muito deselegante. Isso, principalmente, quando falamos de festa de traje rigor, black-tie”, afirma Carolina Jozimba, da Lanistis Assessoria.

Nos casamentos em que a proposta é menos formal, porém, é comum que os próprios noivos ofereçam chinelos aos convidados para proporcionar maior conforto. Neste caso, a dica é usá-los somente após a abertura da pista de dança, quando o casal já cumpriu as formalidades do evento, como cumprimentar os convidados, por exemplo.

“Dependendo do estilo da festa, se for algo mais clássico, a noiva opta por não entregar chinelos. Mas nas festas mais despojadas, sim. A sandália causa um conforto para a convidada que vai com salto alto. O melhor momento para liberar as sandálias, até mesmo para a assessoria entregar, é quando a pista de dança abre”, comenta Fernanda Weinem, cerimonialista e assessora da Promolter Produções.

Dicas-de-etiqueta-tirar-o-salto-ou-não-pista-de-dança

3. Escolha um sapato confortável, mesmo que o salto seja mais alto

Para não errar e evitar fazer feio, as assessoras indicam sempre optar por um sapato confortável, mesmo que tenha salto. “Não necessariamente a mulher precisa escolher um sapato de salto, podendo optar por sapatos com saltos pequenos ou sapatilhas. O importante é escolher modelos mais enfeitados e com pedrarias, combinando com o traje escolhido. Caso opte por utilizar um sapato de salto alto na cerimônia e um salto baixo na festa, lembre-se de fazer a troca antes de chegar na recepção e nunca na frente dos convidados. É importante ainda atentar-se à barra do vestido para que não fique arrastando após a troca do sapato”, finaliza Talita Uoya.

Dicas-de-etiqueta-tirar-o-salto-ou-não
Foto: Stoffer Photography/ Style me pretty
Tags da matéria

Vai se casar?

Assine a nossa newsletter e fique por dentro das últimas novidades e tendências!