O casamento civil no cartório é uma maneira prática e rápida para quem precisa resolver a cerimônia no civil de forma simples e com menos convidados. Vamos aos 3 passos essenciais para realizar o casamento neste formato:

Passo 1

A primeira coisa a se pensar é em qual cartório dar entrada no casamento e se a cerimônia será realizada lá mesmo ou em outro lugar.

A maioria dos cartórios têm dias definidos para a realização das cerimônias, então planeje com antecedência. As datas variam de cartório para cartório, alguns realizam cerimônias somente aos sábados, outros aos sábados e também em algum outro dia da semana e outros realizam em todos os dias da semana.

Primeiros-passos-para-casar-no-cartório
Foto: Ashley Ludaescher Photography/ Bridal Musings Blog

Passo 2 – caso queira casar em outro cartório

Dica: você pode dar entrada em um cartório pedindo transferência para outro.

Ao dar entrada no casamento no cartório mais próximo da residência dos noivos, eles podem avisar que será uma transferência para outro, podendo ser em outro bairro ou em outra cidade/estado.

Portanto, o cartório que for dada entrada no casamento irá marcar uma data para os noivos retirarem a certidão de habilitação (transferência). Ao retirarem a certidão, o casal deve entregá-la no cartório que realizará a cerimônia civil, e neste momento efetuar o pagamento do restante do valor do casamento.

Passo 3

Feito isso, basta comparecerem no dia da cerimônia com os padrinhos para se casarem no cartório escolhido.

A transferência pode ser útil em diversos casos. Um exemplo, que vale também como outra dica, é que com essa transferência, os noivos podem se casar em outro cartório no meio da semana, utilizar os dias de folga que têm direito no trabalho e emendar com o final de semana, conseguindo até 5 dias de folga para curtir o casamento.

Primeiros-passos-para-casar-no-cartório
Foto: Ashley Ludaescher Photography/ Bridal Musings Blog

Vale a pena consultar com antecedência as datas nos cartórios e planejar onde dar entrada e onde casar. Poucas pessoas pensam nesses detalhes e deixam de aproveitar a possibilidade da transferência de cartório. Como sempre, o planejamento é essencial.

Tags da matéria

Vai se casar?

Assine a nossa newsletter e fique por dentro das últimas novidades e tendências!