Seja qual for o estilo da festa de casamento, um ritual não muda ao longo dos anos e tem tudo para ser eterno: o brinde aos noivos. Porém, nem sempre os casais se preocupam com a harmonia entre a bebida e a principal atração da mesa de doces, o bolo.

Rodrigo Mainardi, especialista em vinhos da importadora Mistral, alerta para uma regra simples a ser considerada na hora da escolha. “Quanto mais açucarado for o bolo, mais seca vai parecer a bebida. Um espumante demi-sec (meio seco) resolveria essa questão.” No entanto, Mainardi observa que os noivos geralmente buscam algo especial para o brinde – o que os conduz a bebidas mais secas. Entre elas está o champanhe, termo que só vale para o espumante produzido na França, na região de Champagne. Um dos grandes coringas da gastronomia, ele combina com uma boa diversidade de pratos e casa muito bem como o bolo, por causa da acidez e do açúcar residual, que varia de acordo com a denominação do champanhe (brut nature, extra brut, brut, extra seco, seco, demi-sec e doce).

Mas no mundo dos espumantes borbulham outros tipos de bebida, além do champanhe francês. O prosecco italiano, o cava espanhol e os rótulos nacionais estão entre as opções a serem consideradas para esse momento importante do casamento.

Se o número de bebidas disponíveis no mercado é quase incontável, o que dizer da diversidade na linha de bolos? Unindo os dois na hora da celebração, as combinações são bem amplas. Será que um espumante ideal para acompanhar um bolo à base de frutas frescas pode ser o mesmo indicado para um bolo de chocolate meio amargo? Para te ajudar a garantir um casamento feliz também na hora do brinde, listamos os três bolos mais pedidos de dois bufês: o Nininha Sigrist, em São Paulo, e o carioca Casal Garcia Bolos. E com a orientação de Rodrigo Mainardi, da Mistral, relacionamos as características do estilo da bebida perfeita para cada um deles.
Tim-tim!

Bolo com espumante como harmonizar
Foto: Vicki Grafton

Casal Garcia Bolos

Todos os bolos da marca combinam três camadas de recheio. A cobertura de pasta americana, embora seja a preferida, não reina absoluta entre as escolhas dos noivos.

1) Massa branca com recheio de doce de leite, geleia de damasco e ganache de chocolate branco, com cobertura de pasta americana.
Essa combinação de sabores aceita uma variedade maior de bebidas, que vai do encorpado champanhe francês ao refrescante prosecco italiano. Vale o gosto do casal, sem medo de errar.

2) Massa branca com recheio de chocolate, creme de nozes e creme de ovos, coberto de pasta americana.
Pedida certeira é o champanhe francês. Ele tem corpo e boa acidez para essa mistura sofisticada de sabores.

3) Massa branca com recheio de chocolate, geleia de morango e ganache branca. No arremate, assume o estilo naked cake com frutas vermelhas frescas.
As frutas vermelhas predominam nessa versão e fazem o par perfeito para um espumante rosé. Champanhe, se possível.

Nininha Sigrist

O trio de bolos mais queridos do ateliê Nininha Sigrist se caracteriza por duas camadas de recheio e um acabamento primoroso de pasta americana.

1) Bolo de nozes com recheio de baba de moça e creme de nozes.
A doçura marcante desse bolo combina melhor com bebidas demi-sec.

2) Bolo de frutas (maçã e uva-passa) com creme de damasco e doce de leite.
Essa combinação cai bem com um Moscato d’Asti, vinho italiano frisante típico da região do Piemonte. Ele é leve, tem notas doces e boa acidez. Outra opção de escolha para harmonizar é um espumante brut.

3) Bolo de chocolate com brigadeiro crocante.
Se fosse um chocolate amargo, seria possível investir num espumante rosé mais escuro. No entanto, por causa da presença do brigadeiro crocante, é melhor buscar as bebidas demi-sec.

Bolo com espumante naked cake
Foto: Modern Vintage Weddings
Tags da matéria

Vai se casar?

Assine a nossa newsletter e fique por dentro das últimas novidades e tendências!