Casamento no feriado casal saindo da cerimônia
Foto: Sayher Heffernan / Reprodução

Se há alguns anos casar em maio, o chamado “mês das noivas”, era o must – e evitar agosto era quase uma obrigação –, hoje, as regras para a escolha da data do “sim” estão bem mais relaxadas. “Não existe um protocolo, exceto entre 15 de dezembro e 15 de janeiro e para um casamento no feriado do Carnaval”, acredita Bel Benkler. Segundo a assessora de eventos e colunista do iCasei, no primeiro período, a correria de fim de ano e as celebrações de Natal e Réveillon podem tirar o brilho do enlace. Quanto ao Carnaval, muita gente opta por viajar (principalmente nas capitais), e planeja a saída com bastante antecedência. A assessora Flávia Gurgel ainda inclui a Páscoa na lista proibida de casamento em feriado. “Poucos convidados vão abrir mão do almoço especial de domingo e muitos têm como regra não beber ou comer carne vermelha na Sexta-feira da Paixão. Se você optar pelo Sábado de Aleluia, o ideal seria uma cerimônia com início, no máximo, no pôr do sol”, sugere. O conceito de uma festa mais curta, inclusive, pode ser uma boa alternativa para quem deseja poupar para o casamento e pagar a festa sem estresse.

Fora dessas datas, ambas concordam que não há problema em casar no feriado – aliás, se a escolha envolver planejamento, ela pode até trazer algumas vantagens. A engenheira Tatiana Sakuyama Gianotti, de Bragança Paulista (SP), casou no último feriado de Corpus Christi e não se arrepende. “Imaginamos que algum convidado tivesse algo marcado, mas isso pode acontecer em qualquer fim de semana. Avisamos todo mundo com o máximo de antecedência e os que não apareceram não iriam de qualquer forma”, acredita.

Entre outras vantagens apontadas por ela estão o maior tempo para os convidados se prepararem antes e se recuperarem depois da festa, um fator que beneficia ainda mais quem mora em outras cidades. Os noivos também podem aproveitar bem essa oportunidade. “Tive tempo para me dedicar aos últimos preparativos na véspera, sem descontar das férias, e ganhei mais tempo para a minha viagem de lua de mel”, conta Tatiana. Nem todos colocam isso na balança, mas casar no feriado abre chances para comemorações posteriores em grande estilo. Que tal estar sempre disponível para renovar votos com passeios ou viagens no feriado que marcou o seu grande dia?

No que diz respeito à disponibilidade dos fornecedores, Tatiana não teve qualquer problema. Mas vale ficar atenta: “Agende tudo com antecedência, lembrando maquiadores e cabeleireiros do feriado”, recomenda Flávia Gurgel.

Casamento no feriado noiva posando com buquê
Foto: Diro Blasco

Mais dicas sobre casamento no feriado

O save the date salva

Ao optar por um casamento numa data festiva ou em um feriado nacional, o ato de comunicar os seus convidados com boa antecedência ganha ainda mais peso para garantir o sucesso do evento. “Avise os seus convidados assim que confirmar a data, mesmo que isso aconteça seis meses antes”, recomenda Bel. Apesar de recente, o save the date já se tornou usual – e uma mão na roda para todos os envolvidos.

Casamento no feriado: quem são seus convidados?

A resposta para essa pergunta vai definir se será vantajoso ou não marcar a data num feriado. “Se houver muita gente de fora de cidade, pode ser ótimo para os convidados se acomodarem e se arrumarem com mais calma”, diz Flávia. Por outro lado, é bom considerar as condições financeiras dessas pessoas, principalmente em se tratando do próximo tópico: casar na praia (Saiba quais as melhores praias brasileiras para realizar a cerimônia).

Pense duas vezes se o sonho for casar na praia

Nesse caso, os preços de acomodações e serviços costumam ir às alturas. Muitas opções de hospedagem preferem reservar pacotes com turistas avulsos a fechar uma exclusividade com os participantes de um casamento – algumas topam a proposta, mas há risco de os convidados pagarem um valor de diária acima da média. A mão de obra contratada no local também pode cobrar um extra por se tratar de um feriado – uma hipótese ainda melhor do que não encontrar gente disponível para trabalhar.

Se escolher casar no feriado, tente descontos com fornecedores

As duas assessoras concordam quanto a essa possibilidade. “Não é regra, mas vale barganhar, lembrando que a data tem menos procura”, diz Bel. Em geral, a tentativa não vale para o sábado, mesmo no meio de um feriado prolongado. “Nesse dia é quase impossível conseguir descontos em qualquer data do ano”, completa Flávia.

Lista de convidados: vantagem ou desvantagem?

É normal que entre 10 e 15% dos convidados não compareçam em festas na faixa de 200 pessoas, justificando a ausência ou não. Em cerimônias menores, para 100 pessoas, esse índice não costuma ultrapassar os 10%. “Em feriados, a taxa de ausência pode chegar a 20%”, estima Bel. Por isso, cá entre nós, casar no feriado pode ser uma boa razão para você enxugar a sua lista de convidados.

Serviço

Bel Benkler Eventos

clique para ver o telefoneBel Benkler Eventos: (11) 9212-9719

Flávia Gurgel Organização de Eventos

clique para ver o telefoneFlávia Gurgel: (11) 94744-7523

Tags da matéria

Vai se casar?

Assine a nossa newsletter e fique por dentro das últimas novidades e tendências!