Dança de casamento casal dançando na festa
Foto: Pinterest / Reprodução

Depois da cerimônia, a dança de casamento dos noivos é um dos momentos mais marcantes de uma celebração. E também pode render grandes emoções e surpresas para o casal e os convidados da festa. O costume de longa data, no entanto, não significa que você precise ficar presa a velhos modelos. Como diria a Bela Gil do mundo dos casamentos, você pode substituir uma tradicional valsa com dois passos pra lá e dois pra cá por uma música com a cara dos noivos. Basta seguir um bom modo de preparo e não exagerar nos “temperos”. A coreógrafa Tatiana Marques nos indicou os melhores passos nesse processo. E para você não perder o ritmo nem escorregar na etiqueta, a assessora e nossa colunista Bel Benkler deu as dicas de como não trocar os pés pelas mãos durante a dança.

Dança de casamento casal ensaiando em casa
Foto: iStock

6 dicas para arrasar na dança de casamento

Um checklist para você garantir uma dança de casamento bonita e segura na sua festa

  1. Tempo e suor

    Ninguém precisa ser um profissional ou ter anos de experiência nas pistas de dança para ensaiar uma coreografia e executá-la de forma segura no dia do casamento. Porém, é necessário dedicar tempo aos treinos e suar a camisa. Tatiana indica aos seus alunos que comecem a ensaiar, pelo menos, três meses antes. Nesse período, o ideal é investir cerca de duas horas por ensaio em todos os fins de semana. Dessa forma, os noivos ficarão bem mais confiantes e não correrão o risco de dar um nó nas pernas.

  2. Com a cara dos noivos

    Tatiana procura conversar com os clientes para saber quais são os seus gostos e se eles têm alguma música que marcou a história do casal. Tudo para que a escolha fique em sintonia com o estilo dos dois e que eles consigam criar uma pista de dança personalizada no casamento. Há situações em que a coreógrafa sugere um pout-pourri. Se você ainda busca inspiração para esse momento, vale conferir músicas que as celebridades escolheram para a primeira dança. Independentemente da solução (uma música ou um mix delas), Tatiana não recomenda apresentações que ultrapassem três minutos. Se os noivos convidarem os padrinhos para participar desse momento, a escolha pode ficar com um hit mais divertido, que combine com o gosto de todo o grupo.

  3. Escolha com moderação

    Embora os gostos dos noivos devam ser levados em consideração, Bel aconselha prudência para quem organiza um casamento mais clássico. Segundo ela, é melhor não ousar muito neste momento para não destoar do restante da celebração. “Quem não quer dançar uma valsa tradicional pode escolher um outro estilo musical que permita alguns passos mais elaborados”, indica. Para esses casos, Tatiana recomenda, por exemplo, um foxtrote.

  4. Seu casamento não é Dança dos Famosos

    Você acha demais aqueles atores que dizem nunca ter dançado, mas arrasam nas piruetas nos shows de talentos? E acredita que, se eles podem, você também pode? Sim, você até pode, mas guarde isso para um outro momento. Ambas as profissionais alertam que é melhor evitar passos aéreos durante a apresentação num casamento. Especialmente se os noivos não são profissionais da dança. OK, nós sabemos que você ama Dirty Dancing e adoraria dançar The Time of My Life. Sem problemas. Contrate uma coreógrafa para ajudar vocês a criar uma coreografia inspirada na de Patrick Swayze e Jennifer Grey que vai respeitar os limites do casal.

  5. Supervisão profissional sempre ajuda

    Se você está convencida de que vai apresentar uma coreografia diferente para esse momento, contrate um ou uma profissional dessa área, indicam as duas especialistas. Essa pessoa criará uma sequência de passos que todos conseguirão executar, garantindo uma apresentação bonita e sem incidentes. Nesse processo, não se esqueça de mostrar o vestido de noiva para o coreógrafo ou a coreógrafa. Talvez seja necessário fazer adaptações de alguns movimentos em função do modelo escolhido. Outra opção é trocar de roupa antes da apresentação.

  6. O momento certo para a dança de casamento

    Há dois momentos propícios para a dança de casamento: na chegada dos noivos ao salão, logo após o momento do brinde, e na abertura da pista. Depois disso, talvez seja difícil conseguir reunir todos os convidados para ver a apresentação.

Serviço

Bel Benkler

clique para ver o telefoneBel Benkler: (11) 9212-9719

Tatiana Marques

clique para ver o telefoneTatiana Marques: (11) 98801-9400

Tags da matéria

Vai se casar?

Assine a nossa newsletter e fique por dentro das últimas novidades e tendências!